Banner dengue 2021

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
ATITUDE: O Pão nosso de Cada Dia - O Princípio do Vácuo
  Data/Hora: 11.jul.2014 - 8h 34 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

“Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho e deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você.”

 

 

Você tem o hábito de juntar objetos inúteis neste momento, acreditando que um dia, não sabe quando, poderá precisar deles?

 

Você tem o hábito de juntar dinheiro só para não gastá-lo, pois no futuro poderá fazer falta?

 

Você tem o hábito de guardar roupas, sapados, móveis, utensílios domésticos e outros tipos de equipamentos que não usa há um bom tempo?

 

E dentro de você?

 

Você tem o hábito de guardar mágoas, ressentimentos, raivas e medos?

 

Não faça isso. É ANTIPROSPERIDADE.

 

É preciso criar espaço, um vazio, para que as coisas novas cheguem em sua vida.

 

É preciso eliminar o que é inútil em você e na sua vida, para que a prosperidade venha.

 

É a força desse vazio que absorverá e atrairá tudo o que você almeja.

 

Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço aberto para novas oportunidades.

 

OS BENS PRECISAM CIRCULAR.

 

Limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem. Dê o que você não usa mais. Venda, troque, movimente e não acumule.

 

DÊ ESPAÇO PARA O NOVO.

 

A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra sua vida. Não são os objetos guardados que emperram sua vida, mas o significado da atitude de guardar.

 

Quando se guarda, considera-se a possibilidade de falta, da carência. É acreditar que amanhã poderá faltar, e você não terá meios de prover suas necessidades.

 

Com essa postura, você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida:

 

PRIMEIRA: Você não confia no amanhã e;

SEGUNDA: Você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.

 

O princípio de não acreditar que o melhor é para você, pode se manifestar, por exemplo, na conservação de um velho e inútil liquidificador. Esse princípio, expresso num objeto, denota um comportamento que pode também estar presente em outras áreas de sua vida, gerando entraves ao sucesso e à prosperidade. O simples fato de dar par alguém o velho liquidificador, colocando o objetivo em circulação, cria um vácuo para que algo melhor ocupe o espaço deixado.

 

Emocionalmente, também. Você passa a acreditar que o novo compensará o objeto doado.

 

Gente, uma faxina básica, apesar da trabalheira e do cansaço que provoca, ao final é sempre bem vinda. Arejar espaços, fofa e dentro da gente faz um bem enorme!

 

Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho e deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você.

 

Fonte: WWW.planetamais.com.br

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Bassani
Banner Einstein
Banner Mirante
Banner emprego
Rose Bueno Acessórios
Banner violência se limite
Banner pedrão 2018