Prefeito é suspeito de comprar terras

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
É inacreditável que Bolsonaro não tenha sido preso em flagrante na Hebraica por crime de ódio. Por Carlos Fernandes
  Data/Hora: 7.abr.2017 - 8h 14 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Fonte: Diário do Centro do Mundo - por : Carlos Fernandes

 

Alguém, não sem alguma razão, pode considerar um exagero e até um certo desrespeito relacionar a ida de Jair Bolsonaro à Hebraica do Rio de Janeiro com a terrível madrugada de 9 para 10 de novembro de 1938 que ficou marcada na história como a Noite dos Cristais.

 

Foi nesta data que em toda a Alemanha e Áustria protagonizou-se pelos nazistas um violento ataque aos judeus. Antes que o sol raiasse, residências, lojas e sinagogas estavam destruídas. Centenas de judeus foram covardemente assassinados ou levados para campos de concentração.

 

Guardada suas respectivas proporções, o que se viu na noite desta segunda (3) na sede do clube judaico foi um massacre à racionalidade e ao respeito ao ser humano nas suas infindáveis formas de pensar, agir, crer e se comportar.

O Messias – curioso o seu nome do meio – não economizou na sua verborragia criminosa forjada no que há de mais racista, preconceituoso e intolerante na face da terra. Se ainda restava algum indício de pudor e decência nesse cidadão, a sua palestra deu conta de exterminar.

 

O festival de horrores proferidos (não há como não afirmar que de forma especialmente proposital justamente em virtude do local) flertaram inequivocamente com o que de pior foi  criado e/ou exaltado pelo nazismo.

 

Da mesma forma que os nazistas subjugaram todo um povo sob o execrável “argumento” de pertencerem a uma “raça inferior”, o ilustre convidado também depôs a favor da “raça” japonesa. Uma “raça”, segundo ele, “que tem vergonha na cara”.

 

Ao relatar sua ida a um quilombo, Jair sentenciou que afrodescendentes não serviriam sequer para “procriar”.  Nesse momento só faltou erguer a mão para o ar e declarar lealdade a Adolf Hitler, Heinrich Himmler e o seu Lebensborn, o programa nazista de reprodução forçada que garantiria a herança ariana do Terceiro Reich.

 

A noite, não tanto quanto a “noite dos cristais”, foi longa. Todos aqueles que foram julgados inferiores pelo regime nazista, foram também imperdoavelmente condenados por Bolsonaro.

 

Negros, índios, quilombolas, homossexuais. Ninguém, absolutamente ninguém por ele considerado “diferente”, passou pelo crivo do fascista. Todos esses, segundo a sua opinião, são “vagabundos” indignos de conviverem em meio à sociedade.

 

Pela simples condição de mulher, nem a própria filha, Laura Bolsonaro, foi poupada. Segundo Jair, após a honrada e dignificante missão de gerar quatro homens, a sua caçula seria fruto de uma “fraquejada”.

 

Sem comentários.

 

Lula, claro, também foi lembrado. Mas exatamente pela sua deficiência física. Para fascistas, se não for alto, branco, loiro, hétero e de preferência com olhos azuis, não serve para ser presidente.

 

É inacreditável que Jair Bolsonaro não tenha saído daquele lugar algemado pelos flagrantes e repetidos crimes de ódio cometidos com tanta convicção e orgulho.

 

O seu discurso é simplesmente um ultraje à dignidade humana. É assombroso como alguém com tamanha deficiência moral e intelectual faça parte da vida política de uma nação.

 

É ainda mais assombroso que esse mesmo indivíduo, munido de uma caráter tão medíocre e vergonhoso até para os padrões mais simplórios da natureza humana, cogite ser (com o também assombroso aval de muitos) líder maior de uma República que se queira democrática.

 

Que a infeliz decisão da Hebraica em dar voz e vez a um sujeito desse nível, tenha servido pelo menos para nos alertar o quanto o nazi-fascismo ainda está presente em nosso cotidiano.

 

Ao clube Hebraica, se ainda assim quiserem repetir essa noite de horror, não chamem Jair Bolsonaro, acendam fornalhas. Possui o mesmo significado mas talvez seja menos indigesto.

 

Comentários
Cristiano Bremm
 
Cristiano Bremm Amigo João , no segundo e terceiro parágrafo da sua postagem vc deve estar falando do Lula.
Curtir · Responder · 1 · 3 h · Editado
Delci Elena Corbari Pereira
 
Delci Elena Corbari Pereira Ele deve ter feito a conta, quantos jovens morreram com a ditadura? Quantos morrem na democracia de hoje? ESSAS VIDAS TEM MENOS VALOR?
Curtir · Responder · 3 h
Nayara De Stefani
 
Nayara De Stefani Esse cara não merece o ibope q dão pra ele. Não adianta falar q ele eh extremamente machista e misógino (foi com a própria filha), racista, homofobico e apoiador de neonazistas. Pq quem defende ele pensa igual. Encontra nele um semelhante. São as pessoas que acham mesmo que gay tem que apanhar, que negros "não servem nem pra procriar", que mulher eh fraca e tem que ganhar menos que homem sim.
Então denunciar o ódio e a desumanidade desse senhor, na verdade, faz com que pessoas como ele (que infelizmente são muitas) passem a conhecer e gostar dele. Não de ibope para o ódio, não de ibope para esse antro de maldade, preconceitos, violencia e crueldade.
Descurtir · Responder · 2 · 2 h · Editado
João da Silva
 
João da Silva Estarrecedor Nayara... Um verme solto, falando besteira e buscando resgatar um período de triste memória (nazismo)... Parabéns pela lucidez e força para os nossos professores... Educação, Educação, Educação...
 
Claudio Albano
 
Claudio Albano Tem maluco em tudo que é lado, esquerda, direita, enfim... mas na verdade o que todos eles querem é só uma cadeira confortável, uma garrafa de Dal Pizzol 35 anos, petiscando um camarão ou escargot, e dali, comandar o show de comédias do circo Brasil.
Curtir · Responder · 1 · 1 h · Editado
Luciani Terezinha Borille
 
Luciani Terezinha Borille Tem k ser vc msm
João da Silva
Ricardo Souza
 
Ricardo Souza E é Jair Bolsonaro 2018
Curtir · Responder · 1 h
Eder Tati Conzatti
 
Eder Tati Conzatti Nem vou comentar sobre um cara de tanto baixo nível igual esse bolsobosta
Descurtir · Responder · 2 ·
Descurtir · Responder · 3 · 2 h
Nayara De Stefani
 
Nayara De Stefani Pra vc ter uma noção do nível que anda a sociedade, o cara falou sobre purificação étnica e foi aplaudido por JUDEUS!! Se eu não tivesse visto o vídeo, não acreditaria, sério mesmo.
E tem ateh quem se diz "cristão" e apoia esse cara q vai contra tudo que Cristo pregava.
Tipo, o brasileiro chegou num nível q não tah dando de entender mais não...
Curtir · Responder · 1 · 2 h · Editado
Juninho Mendes
 
Juninho Mendes Dilma e lula financiaram e financiam a cuba, uma ótica dica para mudança. Podem chamar o bolsomaro do que for, mas CORRUPTO, LADRAO, vocês nunca vão ouvir isso sobre ele!
Curtir · Responder · 1 h
Nayara De Stefani
 
Nayara De Stefani Hitler tb nunca pode ser chamado de ladrão. Garanto que ler e estudar historia não são seus fortes. Vamos sair dessa ótica de Lula e Dilma q ng falou nada deles aqui. Isso eh doença, soh pode.
 
Curtir · Responder · 5 · 2 h
Genilson Winkelmann
 
Genilson Winkelmann Esse é cara nosso futuro presidente 2018
Curtir · Responder · 3 · 2 h
Genilson Winkelmann
 
Genilson Winkelmann Tacale pau Bolsonaro kkk
Curtir · Responder · 3 · 2 h
Leandro Cezar Sccp
 
Leandro Cezar Sccp E melhor JAIR SE ACOSTUMANDO hahahaha sem mimimimimimimi
Curtir · Responder · 4 · 2 h
Maike Secco
 
Maike Secco kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Curtir · Responder · 1 h
João da Silva
Escreva uma resposta...
 
 
Delci Elena Corbari Pereira
 
Delci Elena Corbari Pereira Só a seriedade dos governates poderá manter pela educação ou pela lei a ordem.... enquanto pelo amor não for possivel. que seja pela dor... pois - DOR POR DOR - o morrer dos jovens escravos das drogas é pior... pois a familia more aos poucos junto e a sociedade sofre...
Curtir · Responder · 1 h
Abel Filho
 
Abel Filho Pra a joveventude, quanto pior, melhor!
Se aparecer um candidato q diz q vai liberar a maconha, cocaína e outras drogas, hj, ilícitas, eles, jovens, elege-o ao cargo q for.
Isto é inversões de valores na família brasileira. Estamos colhendo oq os gover
nantes plantarão no passado e estão querendo plantaram no presente. Prova dq digo, é o Ministro da Educação querer acabar com ensino noturno... EPRAKABA mesmo!

ACORDA BRASIL-ZIL-ZIL-ZIL.
Cláudio Müller Torres
 
Cláudio Müller Torres Bolsonaro quer acabar com as drogas e a juventude está do lado dele.
Gustavo Matuchaki
 
Gustavo Matuchaki quer liberar as armas para o cidadao de bem poder se defender
Oziel Mariano
 
Oziel Mariano O Jair Bolsonaro é único parlamentar que nunca foi indiciado por nenhuma irregularidade. É melhor Jair se acostumando meu povo.
Curtir · Responder · 1 · 4 h
Claudio Albano
 
Claudio Albano Gostei da expressão. "JAIR SE ACOSTUMANDO". Bem bolado!
Curtir · Responder · 1 · 3 h
Cláudio Müller Torres
 
Cláudio Müller Torres Olha ai queridinho dos vagabundo com quem andava e quem apoia.
 
Curtir · Responder · 1 · 3 h
Vanilda Scheffer Justo
 
Descurtir · Responder · 3 · 
 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Abraços
Alquimia
Banner pedrão
Pesqueiro das Irmãs
Laticinios
Transmorgan
Rose Bueno Acessórios
comercial advogado
Auditoria da Dívida Publica
Bassani