Prefeito é suspeito de comprar terras

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Curso de punção Port-A-Cath será neste sábado em São Miguel do Iguaçu
  Data/Hora: 6.out.2017 - 6h 22 - Categoria: São Miguel do Iguaçu  
 
 
clique para ampliar

Evento promovido pelo Hospital Uopeccan vai ocorrer em São Miguel do Iguaçu

 

Da Assessoria - Será realizado neste sábado um curso de punção Port-A-Cath em São Miguel do Iguaçu, promovido pelo Hospital Uopeccan. O conteúdo será ministrado pela enfermeira Marluise Fenner, pós-graduada em Oncologia pela IEFAP e atuante na área, que vai percorrer as partes teóricas e práticas, esclarecendo questões de introdução em acessos venosos, conceito, realização do procedimento e os cuidados necessários. Durante o curso, os participantes também poderão acompanhar a punção Port-A-Cath em simuladores. A primeira edição foi realizada em Umuarama, no último dia 19 de agosto e contou com a presença de mais de 30 pessoas. Agora, o curso será em São Miguel do Iguaçu, na Uniguaçu/FAESI.

 

A TÉCNICA

O Port-A-Cath, também conhecido como cateter totalmente implantável, tem indicação de acordo com as condições do acesso venoso de cada paciente. Na Oncologia, é frequentemente usado para facilitar a condução da quimioterapia. Segundo uma das organizadoras do curso, Taciane Leal, a técnica é extremamente importante para evitar sofrimentos na saga da busca pelas veias. “Devido a fragilidade dos acessos venosos periféricos em pacientes oncológicos, o cateter Port-A-Cath garante maior segurança e qualidade no tratamento”, pontua.

 

O cateter é implantado cirurgicamente e é utilizado para a administração de medicamentos. As vantagens vão desde a durabilidade (podendo resistir até 2 mil punções), menores taxas de infecção, diminuições das várias tentativas de punções, conforto e mobilidade durante a medicação e maior eficácia do tratamento. “A punção do cateter é de responsabilidade de enfermeiros e médicos, por isso o curso é focado nestes dois públicos”, finaliza Taciane.

 

PROGRAMAÇÃO

O curso será realizado no dia 07 de outubro, no auditório da Uniguaçu/FAESI. As inscrições devem ser feitas pelo e-mail cursos@uopeccan.org.br sendo que o investimento é de R$100,00 para acadêmicos e R$150,00 para enfermeiros graduados. As vagas são limitadas e haverá desconto para os que se inscreverem antecipadamente. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (45) 2101-7453.

 

 

 

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Auditoria da Dívida Publica
Banner Abraços
Bassani
Alquimia
Cerâmica Zanoni
Pesqueiro das Irmãs
Banner pedrão
Grandinox
Laticinios
Banner esporte é vida