Prefeito é suspeito de comprar terras

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Seus sonhos, ao alcance das mãos!Seus sonhos, ao alcance das mãos!
  Data/Hora: 14.nov.2017 - 7h 49 - Colunista: Inácio Dantas  
 
 
clique para ampliar

1.Sonho perfeito? Atenção, na prática a teoria é outra...

 

Multicolorido, lindo, grandioso... No nosso pensamento o sonho é assim, maravilhoso. Imperfeições? Defeitos? Fechamos os olhos e nem abordamos essas possibilidades.

Bem, um sonho é um sonho. Diametralmente exato, simétrico, perfeito. Se sonhamos ser uma estrela mundial, somos a maior, a mais alta, a mais brilhante... Se sonhamos ser alguém poderoso, somos o mais forte, um invencível. E se sonhamos ser ricos? Ah... Tio Patinhas é um coadjuvante. Nossa riqueza é imperscrutável, desmesurada, inacabável...

 

Num sonho, num bom sonho, tudo cabe. Nós somos seres melhorados, sem defeitos, retoques, moldados com uma fibra angelical, nutridos com saberes geniais e com uma bondade divinal...

 

Mas, e na vida real? Ao trazermos para o chão da realidade o teatro dos sonhos, o roteiro original é readaptado, os personagens recebem nova maquiagem e os holofotes nem sempre têm o mesmo lúmen. É que ao tomar forma o que sonhamos as coisas mudam, pois dependemos, não só da ação da natureza, mas sobretudo da ação de outros atores que vêm fazer parte do show.

 

Portanto, não lamurie-se se o seu sonho mais perfeito, ao ser construído, tiver alguns ajustes, senões e ressalvas. Isso ocorre com qualquer um de nós. Apenas, e tão somente, esforce-se para construí-lo o mais próximo possível da perfeição!

>> 

2.Sonhe e batalhe pelas coisas que vale a pena viver!

Quanto sonho banal!

 

Quanto sonho jogado fora!

 

Quantas pessoas a sonhar com isso e a realizar aquilo... Quando desperdício de minério cerebral, tecido pelos teares do tempo e, equivocadamente transformado em projeto de vida!

 

Sonhar com banalidades é jamais preencher a existência com o que tem valia. Sonho tem de ter consistência, essência, cor. Não devemos, portanto, perder noites com projetos impalpáveis, que nada agregam ao nosso crescimento intelectual, espiritual, material. Enquanto sonhamos com o incognoscível, sonhos possíveis deixam de ser gravados na nossa mente. E sonhos que se perdem são irrecuperáveis. Errar no enredo do sonho é assistir, placidamente, o início do fim.

 

Queira do seu sonho de vida a vida que sempre quis!

Direcione a lente e fotografe na íris do desejo a mais bela paisagem. Ela é o sonho. Dê-lhe sentido, razão, forma. Sejam simples ou sofisticados, belos sonhos devem ser registrados e materializados. Quantos podem ter um sonho assim, um diamante entre as mãos?

 

Transforme seu sonho em algo que o transforme. Batalhe incansavelmente por ele e, decididamente, viva pelo que vale a pena viver!

 

Do livro “Você, o Construtor dos Seus Sonhos” (Editora Vozes)

Inácio Dantas

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Laticinios
Cerâmica Zanoni
Auditoria da Dívida Publica
Otica PetriU
Transmorgan
Banner esporte é vida
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Grandinox
Pesqueiro das Irmãs