Vende-se apartamento no centro

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Obra de ficção – Ministro Blairo Maggi visita o Show Rural em Cascavel, abre o coração e inconscientemente revela que gostaria de ser Presidente da Nação...
  Data/Hora: 9.fev.2018 - 10h 47 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

OBS: esta suposta entrevista é uma obra de ficção, fruto da imaginação deste colunista que, é claro, gostaria que ela fosse real e não fictícia.."

 

“Tenho tido sonhos intensos com imagens que parecem reais, onde vejo uma nova civilização de harmonia e paz. Uma coesão de forças de diversas etnias num só organismo social, onde cada indivíduo tem um trabalho a realizar. Onde existe o ócio, não existe vida, não existe paz. “Vida é Consciência – Consciência é Vida”. Vida é trabalho, esforço, conquista, evolução, realização – e o meu objetivo é ajudar o maior número possível de pessoas a realizarem o seu projeto de vida”.

 

 

Foto: ShowRural - O que houve Ministro, por que essa cara de quem não disse o que gostaria de dizer ou não fez o que gostaria de fazer?

 

– “Confesso que ainda não sei a quem culpar – se houve de fato um ato de discriminação, ou se foram os meus assessores que não souberam se comunicar com a Organização”.

 

 

Como assim Ministro, pode ser mais claro?

 

– “Sempre sonhei em ser um dia presidente da República – me considero não só preparado mentalmente, como também com a experiência e a decência necessária e, junto a isso, é claro, uma ótima conta bancária para fazer um governo honesto e transparente sem precisar cobrar ou pagar propina para ninguém”.

 

E o que tem a ver isso com o Show Rural aqui em Cascavel, Ministro?

 

– “Isso aqui é de uma infinita riqueza. Aqui se ensina na prática a plantar, colher e colocar o pão nosso de cada dia na mesa. Meu coração é são-miguelense e me considero filho dessa região e sei da importância da fibra e do dinamismo dessa gente para ajudar a impulsionar o progresso e o desenvolvimento desta nação. O meu sonho era chegar aqui e surpreender a todos com um gesto que gratidão, cujo alcance e repercussão, na minha humilde opinião, deveriam repercutir em questões de segundo para o Brasil e o mundo, como um ato de redenção”.

 

 

Redenção..., como assim Ministro?

 

– “Redenção, sim! Não só eu, mas todos que fazem parte do nosso Grupo entendem que diante do momento em que o país e o mundo estão atravessando, se faz necessário demonstrar com atos e fatos que somos eternamente gratos por tudo que temos. Sou um privilegiado e abençoado por Deus em viver num país como esse que me deu a honra de ver acontecer um fato raro na história da humanidade - quatro bilionários dentro da mesma Família”.

 

E como o nobre Ministro, pretendia demonstrar isso?

 

– “Planejei essa demonstração de carinho e gratidão durante meses. Recentemente, por exemplo, investi mais de dois bilhões e meio de reais para comprar a Fazenda Itamarati que já foi do Olacir de Moraes. Meu objetivo era chegar aqui e dar uma demonstração de amor e gratidão a essa Nação”.

 

Ainda continuo sem entender, Ministro – pode ser mais claro e revelar qual a sua real intenção?

 

– “É difícil de explicar – mas, o fato é que, tem certa hora na vida em que, alguma coisa nos pede para parar, olhar e sentir o que está se passando ao nosso redor. Algo nos impulsiona a olharmos para dentro e ouvir essa voz que faz essa comunicação, essa ponte entre a alma e o coração”.

 

Lindo isso Ministro! E o que, esse sensor interior, também conhecido como “psique”, lhe diz?

 

- “Essa voz interior me diz que para realmente ter, fazer bom uso e jamais se arrepender – devemos obedecer a “Lei da Semeadura” que o Mestre dos mestres nos ensinou: – dar-vos-á e receberá. E a minha intenção era colocar essa máxima, essa Lei Universal que comanda dirigentes e dependentes – e dar uma inequívoca demonstração a todos que habitam esse Planeta, independentemente da sua condição social, raça, cor ou credo – que cada um no seu posto de combate defendendo o seu quadrado, tem a sua devida responsabilidade e o seu devido valor perante a humanidade”.  

 

E como o nobre Ministro pretendia colocar isso em prática?

 

- “Minha intenção era chegar aqui e ser recebido por uma multidão. E, fazer um discurso de união, paz e coesão social  e, no final, dizer que estou dividindo essa minha nova aquisição em 200 lotes, os quais pretendo repassar a 200 famílias que estejam disposta a trabalhar e tirar do suor do seu próprio trabalho os recursos que precisam para viver uma vida digna e feliz. Essas famílias não receberão essas terras de graça, irão pagar em suaves prestações e, com o direito de propriedade que hoje existe assegurado, se sentir presidente de uma pequena Nação”.

 

Belíssima reflexão Ministro. Isso é um golpe de mestre, visando às eleições ou uma evolução mental e espiritual digna de uma nova Civilização?

 

- “Tenho tido sonhos intensos com imagens que parecem reais, onde vejo uma nova civilização de harmonia e paz. Uma coesão de forças de diversas etnias num só organismo social, onde cada indivíduo tem um trabalho a realizar. Onde existe o ócio, não existe vida, não existe paz. “Vida é Consciência – Consciência é Vida”. Vida é trabalho, esforço, conquista, evolução, realização e o meu objetivo é ajudar o maior número de pessoas possíveis a realizarem o seu projeto de vida”.

 

(Continua...)

 

João Maria Teixeira da Silva 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
banner vende capeletti
banner vende apartamento II
Bassani
Banner pedrão
Rose Bueno Acessórios
Otica PetriU
Banner Banda Show
Banner guilherme almeida