Agua timol

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Entrevista com um Grande Amigo, que sem papas na língua se revela por inteiro e diz que não aceita a manipulação da VERDADE...
  Data/Hora: 7.mar.2018 - 8h 13 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Visitando um “GRANDE AMIGO” esta semana, que, aliás, devido a sua formação altamente espiritualizada, parece a extensão do meu próprio “EU”. Num bate papo descontraído, falamos de tudo um pouco e pude visualizar que o seu drama pessoal existencial, porque passa no momento é muito mais profundo que se possa imaginar. Mas, ao mesmo tempo, imensamente REVELADOR.

 

Como dois mais dois são quatro e revela que a matemática é uma ciência exata – pude constatar que os nossos problemas corriqueiros do dia a dia são praticamente idênticos na forma e nos conteúdos. Quando se trata do combater as nossas mazelas sociais, por exemplo, em especial contra essas Organizações Criminosas que tomaram conta da política – e que fazem da corrupção, da manipulação e, se preciso for até mesmo da infiltração – o modus operante é o mesmo.

 

Neste confronto de ideias uma das constatações em evidencia é que – o jogo real da política acontece com toda a intensidade mesmo é nos bastidores, longe dos olhos dos eleitores. Os principais atores que comandam este espetáculo não colocam o seu próprio nome nas disputas. Eles comandam os partidos e escolhem a dedo pessoas que eleitas apenas aprovem e referendam os seus interesses pessoais. O objetivo é garantir uma maioria com folga para oficializar as suas atuações nos bastidores que envolvem licitações, aditivos, notas e inaugurações.

 

Para a população que elegeu esses fantoches, durante o mandato são mostradas somente as coisas boas que, segundo eles, é para o bem da população. As formas dissimuladas que tem como base o uso sistemático da mentira e da pressão, visando até mesmo, silenciar uma redação – para não mostrar a real situação – são coisas pequenas diante do que passa esse meu amigo de Coração.  

 

- Como encontras forças para lutar contra tudo isto? – perguntei-lhe.

 

- Ouvindo os ensinamentos do Mestre. Seus ensinamentos são fontes de inspiração onde podemos nos banhar e nos revigorar em qualquer estação e situação, independentemente do clima, seja inverno, primavera ou verão. Através da Luz do Conhecimento que se encontra ali, podemos compreender, por exemplo, que “o tempo em que os filhos se tornam jovens adultos é um “tempo de crescimento” para os pais, que devem então, se preparar para a etapa seguinte de suas vidas: “o uso mais inspirado de seus talentos latentes e depois a velhice, aceitando suas loucuras e erros passados e, por fim, uma transição pacífica para a Luz eterna”, ensina o Mestre.

 

- Então, por que brigar? Por que lutar? Não seria muito mais fácil perdoar e se irmanar, ao invés de dividir e separar?

 

- Existe um tempo para tudo, meu amigo. Assim como na natureza, que existe o tempo de plantar e deixar a planta crescer para depois COLHER – muitas vezes, para compreender a real situação de um problema – seja ele interno ou externo, temos que nos afastar para meditar, silenciar e dar espaço para a própria alma respirar.

 

Como Ele próprio nos lembra com o seu Verbo Divino: “as pessoas que estão totalmente controladas pelo ego lutam com unhas e dentes pelos seus “direitos”. As pessoas que estão espiritualmente mais maduras solucionam os problemas discutindo com empatia, segurança, retidão e até mesmo com um sorriso abrasador na face, mesmo diante de toda e qualquer situação”.

 

- Pode nos dizer o real significado do que estais dizendo, até por que, pelo que vejo suas respostas lúcidas e consensuais fazem parte de outra civilização, bem mais evoluída?

 

- O que estou tentando dizer, é que, em situações assim, no primeiro momento, o melhor que temos a fazer é aceitar com resignação tudo o que está acontecendo com nobreza de espírito e muito amor no coração. O amor é o mais poderoso elemento agregador que existe sobre a face da Terra, responsável inclusive não só pela Criação, mas também, pelo equilíbrio e a harmonia do próprio Universo.  Em seguida, devemos “escutar o outro reconhecendo com palavras ou em silêncio, que a forma como a pessoa sentia ou sente certa situação é tão válida e digna de respeito quanto os seus próprios sentimentos e direitos”.

 

- Ainda não entendi qual a origem disso tudo. Por que uma pessoa como VOCÊ que tem dentro de si os mais nobres ideais, está passando por uma situação como essa – divisão familiar?

 

- Muitas vezes para compreendermos o que está acontecendo hoje, temos que retroceder e refazer o caminho. Ao retroceder e examinar com cuidado, profundidade e isenção, poderemos localizar e extrair esses elementos nocivos que estão minando a sua paz de espírito.

 

O importante é saber que mesmo estando passando por uma fase difícil – deves se alegrar por que estais tendo um momento de revelação – e dependendo da sua reação, poderá ser uma ótima oportunidade para crescer e fortalecer ainda mais a sua busca por evolução. Se a reação for sábia – internamente é como se você conseguisse aumentar o espaço para a própria alma respirar e fazer um contato mais ativo com a sua personalidade humana.

 

- Que elementos são esses que podem estar minando a sua paz de espírito? Pode nos explicar melhor?

 

- Esses pensamentos negativos são os reflexos de consciências destas pessoas que ainda fazem parte desta civilização em “INVOLUÇÃO”.  São pessoas, que muito embora, também aspiram a EVOLUÇÃO, no momento estão passando por atribulações existenciais influenciados por esse modelo civilizatório que aí está estampado ao vivo e a cores em livros, cinemas e na tela das televisões.

 

Veja que até mesmo “a fome e o amor” que deveriam ser o combustível da paz a impulsionar a cultura e a educação – na mão desses atores se transforma em “ambição e destruição”, até mesmo dentro do seio FAMILIAR.

 

- Qual a luta que deve ser travada no momento que possa suavizar e alterar essa situação?

 

- A luta que deve ser travada é para remover essas negatividades que reina entre os envolvidos e que levou a situação atual. Essa remoção só será possível através de um trabalho minucioso que envolve muito amor e compreensão. Esse tipo de trabalho consciencioso ajudará a elevar as frequências de consciência dos envolvidos e fará com que todos possam se sentir mais leves e mais vibrantes. Isso transformará o clima existente trazendo de volta a harmonia e a paz – ou seja, o bem estar de todos.  

 

- Continuo não entendendo muito bem tudo isso? Elementos negativos, fome e amor, ambição e destruição, silêncio e redação – dá para ser mais claro?

 

- Sim! No último sábado, por exemplo, peguei o carro e refiz o caminho que deu origem a essa DÚVIDA existencial dentro do Lar, para fotografar, contar e esclarecer como uma dúvida pode se estabelecer, conturbar e afetar o ambiente familiar.

 

Mesmo conseguindo visualizar e identificar todos os elementos que manipulam este submundo onde a ganância e a ambição, é o cardápio principal nessa “praça de alimentação”, não deves se revoltar e querer cobrar coerência e retidão. Eles estão materialmente possuídos e o que conseguem ouvir ao seu redor são “latidos e gemidos” muito parecidos com os “grunhidos” que se houve dos coiotes famintos na selva.

 

- Por favor, explica, não complica – responda de forma simples e objetiva o que realmente se passa para que nós simples mortais possamos compreender?

 

- O que posso explicar, é que para mim um dos bens mais precioso que existem no mundo, chama-se “Família”. E sobre a personalidade de quem quer que seja o item essencial que dá luz e vida é a sua moral. Sobre a importância da Família, defendo esse pensamento de que: “O homem mais feliz, seja ele um rei ou um camponês, é o que encontrou a paz em seu lar!” (Goethe).

 

Acredito que um indivíduo sem moral jamais conseguirá encontrar esse porto seguro. É como se ele não vivesse, apenas vegetasse, passando por essa vida como se não existisse. O que posso adiantar é que tudo será minuciosamente explicado.

 

Como já dizia os nossos avós: “há males que vem para o bem”. E em conflitos assim, sério e devastador, o afastamento nem que seja momentâneo, é fundamental. Faz-se necessário dar-se um tempo para compreender-se de que está se travando uma “batalha” de consciência. Essa batalha não é somente o resultado do que ocorreu e se disse no “calor do momento”: o que realmente conta e se passa é o resultado de um todo – do que realmente somos em consciência.

 

Veja na próxima, a matéria real, com fotos e dados que desencadeou tudo isso. Uma matéria explosiva que estávamos preparando para ser veiculada num momento em que a campanha política local se encontrava na sua fase mais acirrada – agosto de 2016 - e estranhamente um arquivo da minha máquina fotográfica foi “deletado” por forças ocultas dentro da minha própria casa. Infiltrações vindo de fora que originou o princípio das desavenças... - 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
banner vende capeletti
Auditoria da Dívida Publica
Transmorgan
Banner Juvenal
Banner Carl Hart
Bassani
Cerâmica Zanoni
banner vende apartamento II
Banner Marlene
Otica PetriU