Banner jessica de jesus

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
ONU e Itaipu Binacional lançam a parceria Soluções Sustentáveis em Água e Energia
  Data/Hora: 9.mar.2018 - 7h 20 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

Da assessoria – fotos: Daniel Vergara - A iniciativa, que será desenvolvida ao longo de quatro anos, prevê a promoção dos ODS de número 6 e 7 (água e energia). A parceria visa de tornar uma rede global para tratar sobre os temas dos ODS.

 

O Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da Organização das Nações Unidas (Undesa) e a Itaipu Binacional lançaram, nesta quarta-feira (7), na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, a parceria Soluções Sustentáveis em Água e Energia. A iniciativa, prevista inicialmente para os próximos quatro anos, tem o objetivo de promover de forma coordenada os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) de números 6 e 7 (água e energia, respectivamente), que compõem a Agenda 2030.

 

 

Os diretores-geral de Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna (brasileiro) e James Spalding (paraguaio), participaram da solenidade ao lado de Liu Zhenmin, subsecretário-geral da ONU para Assuntos Econômicos e Sociais. O diretor de Coordenação de Itaipu, Newton Kaminski, também esteve no ato.

 

A parceria entre a Undesa e a Itaipu também visa se tornar uma rede global para tratar de temas relacionados ao nexo água-energia de forma sustentável, com um grande número de membros de todas as regiões, incluindo governos, empresas, sociedade civil e organizações internacionais. A meta principal é que essa aliança estabeleça uma plataforma para que partes interessadas de todo o mundo incrementem suas capacidades e sinalizem um compromisso de alto nível para a implementação dos ODS 6 e 7 de forma holística.

 

 

A parceria Soluções Sustentáveis em Água e Energia pretende construir capacitações, diálogos e cooperação para promover o desenvolvimento sustentável. Também pretende identificar pontos-chave e oportunidades para integração, e trabalhar colaborativamente para direcionar ações para abordar esses temas, tais como o compartilhamento de boas práticas, capacitação e promoção de inovações específicas através de cooperação internacional.

 

“Sem integrar programas e sistemas sustentáveis de água e energia, não é possível erradicar a pobreza”, disse Liu Zhenmin, subsecretário-geral para Assuntos Econômicos e Sociais. “Estamos honrados por ter essa oportunidade de trabalhar com a Itaipu Binacional, que é um exemplo mundial de como dois países podem atuar juntos e em harmonia para prover energia limpa e confiável para seus cidadãos”, completou.

 

“Esta parceria entre Itaipu e a Undesa é muito mais do que uma parceria entre uma companhia de energia e uma organização da ONU. Itaipu, por si só, é uma parceria bem-sucedida entre dois países que uniram esforços para transformar as águas do Rio Paraná em energia. Então, vemos essa cooperação com a Undesa para a implementação dos ODS 6 e 7 como uma parceria que será igualmente bem-sucedida”, afirmou o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Luiz Fernando Leone Vianna.

 

“Estamos muito satisfeitos com esta oportunidade de trabalhar com a Undesa para promover a Agenda 2030 e, neste caso, os ODS 6 e 7”, disse o diretor-geral paraguaio, James Spalding. “Itaipu não foca apenas a produção de energia limpa e renovável, mas tem um forte histórico de responsabilidade social corporativa e conservação ambiental. Estamos animados com esta parceria e não temos dúvidas de que ela trará resultados positivos concretos”.

 

Energia e água estão intrinsicamente conectadas e são interdependentes: servem à agricultura, inclusive aos cultivos destinados a biocombustíveis. O crescimento populacional e econômico adiciona uma pressão crescente sobre água e energia, enquanto várias regiões do mundo já estão experimentando escassez de ambos. Hoje, 1,1 bilhão de pessoas não tem acesso a serviços de eletricidade, enquanto que o estresse hídrico afeta mais de dois bilhões de pessoas. Até 2035, o consumo de energia deve registrar um aumento 50%, o que deverá aumentar o consumo de água pelo setor energético em 85%.

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Transmorgan
Banner Marlene
Bassani
Auditoria da Dívida Publica
Otica PetriU
Rose Bueno Acessórios
Banner pedrão
Alquimia
Banner Carl Hart
Banner Juvenal