Banner Cema

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Municípios do Oeste apresentam bom potencial para fruticultura
  Data/Hora: 19.jun.2018 - 11h 2 - Categoria: Oeste  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - A região Oeste do Paraná apresenta diversas possibilidades para a produtividade em pequenas propriedades. A diversificação de cultura leva em consideração, por exemplo, a fruticultura. Para isso, no entanto, é necessário ter acompanhamento e orientação técnica para saber, por exemplo, como plantar, quando e como podar, assim como investir nas variedades que melhor se adaptam ao clima e altitude, o que pode variar de um município para outro.

 

Conforme o extensionista e técnico da Cooperativa de Trabalho e Assistência Técnica do Paraná (Biolabore), Dari Vargas, cursos são realizados com produtores rurais no intuito de difundir e compartilhar conhecimento a respeito dos potenciais da fruticultura.

 

 

Quinta-feira (14), foi realizado um curso em Matelândia, evento que teve apoio da Administração Municipal, Itaipu Binacional, por intermédio de contrato com a Biolabore no ensejo do Programa de Desenvolvimento Rural Sustentável.

 

Clima e altitude

O técnico da Biolabore ressalta que, a região Oeste do Paraná apresenta climas variados de, temperado para subtropical e explica que, frutíferas de clima temperado precisam passar por choques térmicos, porém, quando isso não ocorre há prejuízos de produtividade.

 

 

Pêssego, ameixa, maçã e uva são cultivares que apresentam maior produtividade em regiões de clima temperado, o que apontam estudos para se saber sobre sua adaptabilidade.

 

Dari Vargas também observa que, a região Oeste do Paraná é boa para a fruticultura, porém com observação da altitude. “Frutíferas de climas temperados podem ser cultivadas em regiões com altitude acima de 500 metros”, exemplifica. “No extremo oeste e área de fronteira deve-se mapear os municípios e estudar as adequações de diferentes variedades”, destaca.

 

Frutíferas da região

Frutíferas de clima subtropical, nas condições da região tem resultados positivos, caso da banana, abacaxi, maracujá e acerola. As frutas cítricas são exemplos que se desenvolvem em diferentes variações de clima.

 

Conforme Dari Vargas além da abordagem teórica, também foi trabalhada a prática e manejos de campo, caso das podas de limpeza, próprias para o atual período. “Em outras épocas do ano são feitas as podas de frutificação”, destaca Vargas.

 

Conforme os organizadores, dentre os objetivos está possibilitar que pequenos agricultores familiares garantam produções saudáveis para o consumo próprio, ou como geração de fonte de renda.

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Carl Hart
Auditoria da Dívida Publica
banner vende apartamento II
Banner Juvenal
Alquimia
Rose Bueno Acessórios
Cerâmica Zanoni
Banner Marlene
Transmorgan
Bassani