Banner jessica de jesus

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Motivação pessoal: ative essa energia que pode levá-lo a grandes realizações.
  Data/Hora: 27.jul.2018 - 20h 56 - Colunista: Inácio Dantas  
 
 
clique para ampliar

1.Define-se motivação como “espécie de energia psicológica ou tensão que põe em movimento o organismo humano, determinando um dado comportamento” (Michaelis)

 

O primeiro impulso para motivar-se para a vitória é estar motivado consigo mesmo. Quando estamos em altoastral, felizes, de bem com a vida, irradiamos boas emanações que contagiam todos à volta. A expressão no semblante, as ideias pensadas, as palavras que dizemos, os movimentos físicos tudo vem carregado de simbolismos positivos cuja boa-energia é detectada e assimilada pelos nossos opostos. Com isso, há uma imediata empatia entre nós e eles, que repercutem no senso de humor, no estado de espírito e até no estreitamento de amizades e objetivos.

 

Seja em casa, no trabalho, ou em local público, as pessoas reagem ao ver-nos em função de uma reação cognitiva, ou seja, se estamos agressivos irradiamos agressividade, se estamos tristes irradiamos tristeza, se estamos alegres irradiamos alegria. Por isso, é fundamental você estar alegre, tranquilo, senso de humor receptivo, motivação a mil.

 

Relacionamento. Relacione-se com astral positivista - cara, sorriso, voz –, mostrando viver a vida com matizes multicoloridos e não em preto-e-branco. E mais. Mantenha o pensamento elevado, com objetivos reais, pois são motivadores em potencial para a realização das mais complexas obras. O que pensa e o que produz um profissional que se dirige ao seu trabalho sem motivação, de “pneus arreados e faróis baixos”, querendo logo que o dia acabe pois sua disposição é nula? Com certeza seu cansaço será rápido, sua paciência “zero” e sua produtividade abaixo do padrão.

 

2.Motivação, força íntima rumo às realizações.

Não é unicamente o salário percebido o indutor da motivação. Ele é um componente. Faz-se necessário, paralelamente, algo que motive o seu “eu” interior, como a autorrealização, a satisfação íntima, o contentamento, a alegria, o sentir-se prestigiado no grupo, a percepção que seu trabalho está agregando resultados ou propiciando melhorias às pessoas e que há um reconhecimento notório do valor e da importância do que faz. Esse conjunto de fatores eleva a autoestima e nos leva à busca da superação, a produzir cada vez mais, com melhor qualidade e e maior quantidade.

 

3.Energize suas motivações.

Qual o tempo de duração e o tamanho da motivação? Ela pode ser breve qual um lampejo ou ter duração atemporal; pode ser do tamanho de cada um ou ser infinito quanto os seus sonhos. Seja como for, enquanto você sentir a efervescência pulsante da motivação dentro de si, busque o melhor, o ótimo, o espetacular.

 

Evite rebaixar o status da qualidade do que faz. Não aceite o “quebra-galho”, o “mais ou menos”, nem se satisfaça meramente com a praticidade das coisas, tipo “garibada”, ou “do jeito que tá, tá bom...”, ou ainda recorrer ao expediente de “fazer um puxadinho”, coisas com qualidade duvidosa, unicamente para reduzir gasto e abreviar tempo. Vá na contramão dessas alternativas. Pense e aja assim: “para os outros que seja como eles querem; para mim, não, que seja como eu quero: o melhor!”.

 

Prof. Inácio Dantas

Do livro “Semeando Dias Felizes”

https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-984881367-semeando-dias-felizes-reflexoes-filosoficas-_JM

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Otica PetriU
banner vende capeletti
Rose Bueno Acessórios
Banner pedrão
Banner Marlene
Cerâmica Zanoni
Bassani
Auditoria da Dívida Publica
Alquimia
Banner Carl Hart