Banner jessica de jesus

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Em jogo de preparação, nada amistoso com quatro expulsão o Magnus Futsal empata em 01x01 com o São Miguel futsal...
  Data/Hora: 18.set.2018 - 5h 30 - Categoria: São Miguel do Iguaçu  
 
 
clique para ampliar

Em plena segunda-feira, o Ginásio de Esportes Joelson Marcelino, recebeu um público seleto, na sua maioria desportistas que adora o esporte da bola pesada e tem uma admiração toda especial pelo esporte de alto nível.

 

Na quadra, vários atletas no nível de Seleção Brasileira de ambos os lados que além do excelente preparo físico e altos níveis técnicos trazem no DNA a vontade de ganhar e presentear o público presente com muita energia e disposição.

 

As duas equipes disputando competições importantíssimas, o jogo era para ser um “amistoso” com o prenúncio de muitos gols. Mas, foi só o juiz apitar e a bolar rolar para a vontade de ganhar dar vazão ao espírito competitivo e presentear o público presente com um belo espetáculo, que parecia muito mais um jogo de três pontos do que, um jogo de preparação.

 

Nos três primeiros minutos, a impressão era que o time do Magnus Futsal que se prepara para a disputa da última rodada da primeira fase da Liga Nacional, que acontece nesta quinta-feira, dia 20, contra o Cascavel, iria encurralar o São Miguel Futsal.

 

Mas, ledo engano. Na primeira roubada de bola, a equipe comandada pelo técnico Baiano, demonstrou rapidez e pelos pés do Mané, Marquinhos e Cia., demonstraram aos visitantes que a parada não seria fácil.  

 

O primeiro tempo terminou em 0x0. Mesmo sendo um jogo amistoso, o que se viu foi uma generosa distribuição de cartão amarelo para ambos os lados. Pelo visto, a proposta de um jogo amistoso para preparação não foi repassada aos jogadores e muito menos para arbitragem – ficando somente com a direção que torcaram gentileza antes do jogo dando-se e recebendo-se placas de congratulações. 

 

O placar só se movimentou aos nove minutos do segundo. Pula, aproveito o primeiro vacilo da zaga que saiu jogando errado e fez 1x0. Nos minutos seguintes, a impressão era de que o Amarelinho tinha sentido o golpe e por pouco a equipe de Sorocaba não aumentou o placar, em cima de dois erros seguidos na saída de bola.

 

Faltando cinco minutos para terminar o jogo, Israel que já havia levado amarelo, levou o segundo e junto o vermelho. Mesmo assim, a equipe sorocabana, resistiu por um minuto e meio sem levar o gol de empate. Mas, eis que Rodrigo, capitão da equipe, na reposição de jogo ao invés de devolver a bola para o goleiro, joga-a para a lateral.

 

O Árbitro, não gostou do seu gesto e deu-lhe amarelo, talvez, esquecendo-se de que ele já tinha um amarelo também, deixando a equipe sorocabana com apenas o goleiro e somente mais dois atletas na quadra. E na base do cinco, contra três, depois de uma triangulação rápida, Mané conseguiu vencer o excelente goleiro Pedrinho e empatar o jogo em 01x01.

 

A equipe de Sorocaba conseguiu segurar o empate, mesmo tendo que ficar por mais de um minuto com apenas quatro atletas em quadra. Os minutos finais, com os números iguais no placar e na quadra, também foram de muita emoção.

 

E, faltando três minutos para o término da partida, o jogo foi interrompido pela Árbitra principal da partida, Karla Fabiana de Melo. Fabiana expulsou o técnico Baiano e relatou a Polícia Militar que tinha sido agredida por ele.

 

Pessoas próximas a onde o lance aconteceu, nos disseram que ao reclamar de que já tinha pedido tempo por três vezes para a mesa e não tinha sido atendido – ao fazer o gesto com os três dedos esticados – ele terminou encostando no rosto de Fabiana – gesto que ela considerou uma agressão.

 

“De fato eu encostei a mão nela, mas não foi proposital, não foi uma agressão. Eu estava demonstrando que já havia solicitado tempo três vezes e não tinha sido atendido. Não sou maluco de agredir ainda por cima uma mulher, ainda mais numa partida de futebol, cujo caráter é amistoso”, nos dizia Baiano. Mesmo diante do pedido de desculpa não só do Baiano, mas de toda a Diretoria do Amarelinho, Fabiana não abriu mão de representar e fazer o Boletim de Ocorrência.

 

Entre os jogadores, comissão técnica e torcedores, todos, mesmo reconhecendo o direito de Fabiana de levar a diante essa questão, reconhecem o caráter e a personalidade do técnico Baiano – encarando muito mais como um acidente de trabalho do que agressão. Israel e Rodrigo levaram Cartão Vermelho pela equipe de Sorocaba e elo Amarelinho, o técnico Baiano e o auxiliar Juninho.

 

A Comissão Técnica e os atletas do São Miguel Futsal, cuja equipe vem crescendo e é hoje apontada como uma das favoritas ao título na série Prata, devendo estar na série ouro do Paranaense do ano que vem...

 

Os garotos do Escritório Zanette ao lado Marcel, Lino, Rodrigo (altetas da Seleção Brasileira) e Cia. (Pedrinho, Tiago, Lucas, Eder Lima, Pula, Edgard, Kevin, Pixote, Sacon, Alisson, Ricardinho, Israel e Foglia)

 

Arbitragem - Andréia, Anotadora; Jefferson, Árbitro auxiliar; Karla Fabiana, Árbitra principal e Eleandro, cronometrista..

 

 

O presidente da Cresol Costa Oeste (Patrocinadora MASTER), Adenilson Zanelatto e o prefeito Cláudio, entregando ao Supervisor do Magnus Futsal, Reinaldo Garcia Simões, uma placa de homenagem...

 

 

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Carl Hart
banner vende capeletti
Banner pedrão
Auditoria da Dívida Publica
Transmorgan
Rose Bueno Acessórios
Cerâmica Zanoni
Alquimia
Banner Marlene
Bassani