Vende-se apartamento no centro

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Vereador Edson Ferreira, volta à presidência da Câmara com o apoio da oposição e aparentemente rompe com a atual Administração...
  Data/Hora: 18.dez.2018 - 18h 11 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Até minutos antes da eleição para a nova presidência da Câmara hoje em São Miguel do Iguaçu, dava-se como certo o nome do Vereador Vanderlei dos Santos para a presidência da Câmara concorrendo a uma chapa única. Mas, aos 48 minutos do segundo tempo, já na prorrogação, quando o atual presidente Professor Presa proferiu a citação de praxe: “temos aqui inscrita a chapa 01 e se alguém mais tiver outra chapa, por favor, nos apresente que nesse momento vamos à votação”, eis que Edson tira da cartola a chapa dois, compondo com a oposição.

 

E para surpresa ainda maior, nessa nova chapa apresentada que se tornou vencedora, ele cedia praticamente toda a Diretoria da Câmara, como até mesmo a vice-presidência para o Professor Ari; a Secretaria para o Chico Motta e a vice para o vereador Boaventura Motta.

 

Nova Diretoria da Câmara para o biênio 2019 2020 - presidente, Edson Ferreira; vice-presidente, Professor Ari; primeiro secretário, Chico Bota e segundo secretário, Boaventura Mota...

 

Na abertura da urna, a chapa apresentada por Edson venceu a eleição por 5x4. Votaram com a chapa vencedora: Professor Ari, Boaventura Motta, Chico Motta, Flávia Dartora e o próprio Edson - votaram contra e a favor de Vanderlei dos Santos, Professor Presa, Lafaiete Ganda Meira, Marcos Murback e o próprio...

 

Ou seja, mostrou que o Prefeito não tem mais a sua base sólida na Câmara e com toda a onda de processos que tem em andamento pipocando por aí por improbidade administrativa e desvios de conduta, vai ter que se equilibrar em cima de um salto “15” para não voltar mais cedo para casa e deixar o “vice”, terminar o mandado.

 

Uma das primeiras coisas que fiz assim que tomei conhecimento do resultado, foi questionar o Professor Ari, sobre essa aliança com o Edson para a presidência da Câmara, sendo que, a cidade sabe que a sua conduta política, até então, não é lá nada Republicana.

 

“Assim que fomos convidados para fazer parte desta chapa como membros da Diretoria Executiva da Câmara, eu e o Boaventura sentamos e analisamos o que seria melhor para a nossa cidade. Conversamos seriamente com ele e exigimos transparência em todos os atos fazendo com que o Legislativo realmente voltasse a desempenhar as suas funções, ou seja, legislar e fiscalizar com rigor os atos do Executivo”, ressalta Ari que esse foi o acordo.

 

Não falamos pessoalmente com o novo presidente eleito, mas o que corre nos bastidores é que ele ficou imensamente magoado em virtude de uma reunião que fizeram para discutir a nova presidência e ele não foi convidado... “Nada do que um dia após o outro, se eles acham que eu estou parado, que se preparem porque vou dar o troco”, teria dito ele.

 

O fato mais interessante disso tudo é que muito coisa deve melhorar politicamente tanto no Executivo como no Legislativo, tendo em vista que a presença do Professor Ari como vice-presidente do Edson, poderá ajuda-lo no dia a dia demonstrando que a cidade precisa crescer, que muito mais importante do que uma obrinha aqui e outra ali, um novo cargo Comissionado aqui e outro ali, é pensarmos em Geração de Emprego e Renda – é pensarmos em crescimento econômico e social.

 

E temos como fazer isso e muito bem, só que o pensamento tem que estar voltado para esse fim. Outro fato importante também será o voto do Professor Presa nas sessões. Como presidente ele ficava engessado e só votava em caso de empate. Agora não, vai ter que mostrar para o que veio e marcar posição, se é que ainda tem pretensões políticas num cargo mais elevado. O que não pode é continuar sendo apenas mais um vassalo do Executivo.

 

Quem surpreendeu a todos foi o candidato derrotado nessa eleição para a presidência da Câmara, vereador Vanderlei dos Santos, - assim que tomou conhecimento do resultado, disse que vai entrar com um pedido de licença de 90 dias, dizendo que tem que dar uma repensada na vida política. Se o vereador protocolar o requerimento, pedindo o afastamento, assume em seu lugar o suplente Inésio Civiero. 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner o fascismo
Rose Bueno Acessórios
Banner a dieta perfeita
Banner conar
Banner guilherme almeida
banner vende apartamento II
Bassani
Banner Teori
Banner Bolsonaro
Banner Bertold Brecher