Banner Primeiro Conart

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Palestra sobre uso de resíduos orgânicos é destaque no auditório da Itaipu no Show Rural
  Data/Hora: 6.fev.2019 - 22h 50 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

Convidada pelo CIBiogás, a professora Mônica Sarolli apresentou resultados práticos sobre a aplicação dos produtos orgânicos na agropecuária

 

Da Assessoria - Renata Thomazi / CIBiogás

A utilização dos resíduos orgânicos para produção de energia e biofertilizante foi o destaque na programação de palestras do estande da Itaipu, na manhã desta terça-feira (5), no Show Rural Coopavel 2019, em Cascavel. A engenheira agrícola Mônica Sarolli, doutora em Energia na Agricultura pela Unesp de Botucatu e professora do curso de Engenharia Agrícola da Unioeste, falou sobre a valorização agronômica e energética de resíduos orgânicos. A palestra foi organizada pelo Centro Internacional de Energias Renováveis e Biogás (CIBiogás).

 

A professora apresentou conceitos sobre economia circular, biomassa, biogás e biofertilizante, mostrando as possíveis tendências de transformação e potenciais de uso dos materiais orgânicos, oriundos dos efluentes da agropecuária. Entre os temas, ela destacou os benefícios à recuperação do solo com a compostagem e a vermicompostagem. Também explicou sobre como a matéria orgânica é transformada nos biodigestores em produtos, como o biogás, e subprodutos, como o biofertilizante.

 

Ao final da palestra, a pesquisadora comentou a respeito do cenário nacional sobre o aproveitamento dos dejetos e resíduos orgânicos. Para ela, é preciso dar mais valor às pesquisas realizadas em institutos e universidades. “Nós pesquisadores geramos uma série de dados úteis, que ficam nas prateleiras, em teses, TCCs e artigos publicados internacionalmente que ninguém lê”, afirma. “Nós nos esforçamos para ter o melhor resultado.” Sobre as ações do CIBiogás, ela enfatiza: “vocês são referência no Brasil e internacionalmente, é uma honra muito grande estar tão perto do CIBiogás”.

 

 

No auditório da Itaipu, o produtor rural Rozivaldo Dias acompanhou com atenção a palestra de Mônica Sarolli. Ele tem interesse na produção do biogás, tanto para economia de recursos, quanto para destinação correta dos resíduos da propriedade agrícola. “Eu lido com compostagem, vermicomposto e também com o biofertilizante. A palestra foi bem instrutiva e prática. A professora trouxe bastante enriquecimento para o meu dia a dia no campo e para aquilo que eu venho buscando.” 

 

Programação Show Rural Coopavel

Na quinta-feira (7), às 9h, o CIBiogás fará no auditório da Itaipu a divulgação do livro “Energias Renováveis na Região Sul do Brasil”, uma apresentação de notas técnicas sobre as características do biogás e a produção deste gás na suinocultura de terminação, com a engenheira ambiental Daiana Gotardo. Os projetos de microgrid Ernex e Toledo serão apresentados respectivamente pelos colaboradores: Larissa Schomeller, Rodrigo Pastl e William Mareda – engenheiros do CIBiogás.

 

SUGESTÃO DE BOX:

Os benefícios dos produtos e subprodutos da produção anaeróbia são: 

• Aproveitamento de 70% do nitrogênio total que entrou no biodigestor sai em forma de amônio - elemento nutritivo para plantas; 

• O Biofertilizante é grande fornecedor de nutrientes, como o magnésio, fósforo, cálcio, potássio, entre outros;

• Os compostos e vermicompostos são ótimos para recuperação de solo e de áreas degradadas, evitando o processo de erosão;

• O biofertilizante é líquido e facilita a absorção de nutrientes;

• A pequena fração sólida é recalcitrante e auxilia nas propriedades físicas e microbiológicas do solo;

• As plantações apresentam efeitos fitoestimulantes; 

• Os animais herbívoros preferem, instintiva e fisiologicamente, se alimentar da pastagem repleta de nutrientes; 

 

 

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, mais de 2,6 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. Em 2018, a hidrelétrica foi responsável pelo abastecimento de 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Otica PetriU
Banner Reforma da Previdência
Banner militares
Banner Notre Dame
Banner Teia da operação
Banner Mirante
Bassani
Banner conar
Banner o fascismo
Banner a dieta perfeita