Banner jessica de jesus

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
UM TALIBÃ QUE ADORA OS ESTADOS UNIDOS. UM “TALIBÃ JABUTICABA”, TÃO PERIGOSO COMO O DO AFEGANISTÃO.
  Data/Hora: 6.mai.2019 - 14h 32 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Afrânio Silva Jardim, em seu Facebook

 

"Um aspecto negativo que distingue o 'nosso Talibã' do originário é que o nosso adora o 'Império Norte Americano' e se coloca, espontaneamente, subserviente a ele e a todos os seus interesses".

 

Julgo podermos encontrar muitas semelhanças entre o atual governo do Brasil e os credos e práticas do grupo minoritário chamado de Talibã, que busca retroceder o Afeganistão à Idade Média.

 

Como lá, aqui a ignorância e a desconstrução da história passaram a ser coisas do nosso cotidiano.

 

Assim, o ensino fundamental em ambiente domiciliar, além de absolutamente ineficiente, busca retirar as crianças das escolas e evitar a sua socialização. Busca-se uma doutrinação religiosa, pois as Igrejas serão o “lar” destas famílias “piedosas”...

 

O ataque às universidades públicas, com corte de 30% ou mais em seus minguados orçamentos, pode ser uma outra semelhança com aquele projeto obscuro do Afeganistão, hoje na clandestinidade.

 

O fundamentalismo religioso e o nacionalismo fanático seriam outras coincidências??? E o “uso da pólvora quando acaba a saliva” teria alguma relação com as práticas violentas do nefasto Talibã ???

 

Na verdade, em qualquer fundamentalismo religioso, o conhecimento e o saber são tidos como absolutamente subversivos. Ciências humanas e filosofia só servem para atrapalhar ... (sic)

 

Certamente, são especiais coincidências: a desvalorização social da mulher, a repugnância a qualquer referência a sexo, a discriminação dos estrangeiros, dos homossexuais, dos adeptos das religiões de origem africana, bem como a discriminação das demais minorias étnicas e sociais. O preconceito expulsa o raciocínio lógico e dialético.

 

Questionar também é subversivo para os autoritários. A consciência crítica atrapalha o seu projeto de dominação retrógrado.

 

Lamentavelmente, um aspecto negativo que distingue o “nosso Talibã” do originário é que o nosso adora o “Império Norte Americano” e se coloca, espontaneamente, subserviente a ele e a todos os seus interesses.

 

Outra diferença: ao que me consta, os Talibãs de lá não cultivam tantos “laranjais” como o nosso. Os nossos “homens de bem”, de bem, não têm nada ... É tudo uma farsa, pois são falsos moralistas, que se utilizam de estratégias que foram muito úteis ao fascismo no passado.

 

Incrível como aqueles de pensamento liberal, no sentido econômico e político, não perceberam o perigo que estamos passando e ajudam estes embusteiros e fundamentalistas a destroçar o valores democráticos, forjados pelo nosso difícil, doloroso e inacabado processo civilizatório.

Democracia ou barbárie !!!

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Rose Bueno Acessórios
Banner fotógrafo premiado
Banner Mirante
Banner a dieta perfeita
Banner Psicologia
Bassani
Banner Teia da operação
Banner as cidades tem alma
Banner Mães Fortes
Otica PetriU