Banner Primeiro Conart

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
No Dia Nacional da Mata Atlântica, Parque das Aves reforça a importância do trabalho em conjunto
  Data/Hora: 27.mai.2019 - 19h 59 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Para salvar as 120 espécies e subespécies de aves em risco de extinção no bioma, Parque conta o apoio de instituições parceiras e o público visitante

 

Da Assessoria - No dia 27 de maio é comemorado o Dia Nacional da Mata Atlântica, bioma mais biodiverso do planeta depois da Amazônia, e onde mais de 70% dos brasileiros vivem. Infelizmente, todas essas 145 milhões de pessoas não têm muito a comemorar: resta apenas 8% de sua área original, e muitas espécies estão em risco de extinção, como as 120 espécies e subespécies de aves. Mas o trabalho conjunto do Parque das Aves com instituições que lutam pela conservação de espécies, com o apoio do público, oferece uma perspectiva de futuro positiva.

 

Um exemplo é a parceria feita com a SAVE Brasil (Sociedade para a Conservação das Aves do Brasil) para a soltura de jacutingas (Aburria jacutinga) nascidas no Parque. A espécie está praticamente extinta em algumas regiões da Mata Atlântica devido à caça e às alterações em seu habitat. O projeto da SAVE Brasil tem como finalidade a implementação de um programa de reintrodução e monitoramento de jacutingas, baseado em pesquisa cientifica, educação e articulação com órgãos de fiscalização ambiental.

 

Leis e áreas de proteção também são importantes para que o trabalho seja efetivo. Por exemplo, na Constituição Federal de 1988, a Mata Atlântica foi decretada Patrimônio Nacional e a UNESCO a considera Reserva da Biosfera. Em 2006, foi criada a lei da Mata Atlântica (lei 11.428/2006), que é o principal instrumento para proteger esse bioma. Além disso, existem hoje na Mata Atlântica mais de 433 Unidades de Conservação (Fonte: Instituto Socioambiental), que são reservas protegidas por lei, com fauna e flora intocada, sendo 41 delas abertas para a visitação.

 

A diretora geral do Parque das Aves, Carmel Croukamp, avalia que apesar da enorme redução da cobertura florestal que deu fim a muitas espécies, é muito importante que nesta data o Brasil e os diversos atores sociais estejam juntos a fim de manter de pé essa floresta. “Somos todos responsáveis pela conservação da Mata Atlântica, sociedade civil, empresas públicas e privadas, governo, ONGs e terceiro setor.”

Carmel lembra que a Mata Atlântica fornece serviços essenciais para os 145 milhões de brasileiros que nela vivem, seja na produção de alimentos, madeira, fibras, óleos e remédios; é fundamental na regulação do clima, no controle de deslizamentos de terra, na proteção de rios e do solo, além da produção de água. Além disso, oferece paisagens cênicas e possui um patrimônio histórico e cultural.

 

Os visitantes do Parque das Aves têm um contato importante com a Mata Atlântica e várias espécies de aves desse bioma, mas o diferencial é o quanto aprendem durante a visita. Recentemente, a trilha foi totalmente reestruturada, focando no bioma para que o visitante além de apreciar as cores e os sons da floresta tenha também uma experiência multissensorial, com informações sobre o bioma e suas espécies.

 

Mudança de hábitos

O visitante também tem seu papel na proteção da Mata Atlântica. O Parque propõe que cada indivíduo faça uma reflexão sobre sua postura e repense seus hábitos e comportamentos. Ele é incentivado a proteger a floresta e comunicar o desmatamento da mata. Outro fator de destaque é denunciar os maus tratos e contrabando de animais silvestres. Mais de 50% das aves do Parque são vítimas diretas de maus tratos, muitas das espécies, especialmente papagaios, carregam sequelas para o resto da vida.

 

Os hábitos alimentares também podem contribuir para redução da perda da fauna e flora. Não comer aves silvestres da fauna e reduzir o consumo de carne vermelha são atitudes importantes, visto que a atividade pecuária contribui para o desmatamento.

 

“O Parque acredita que a educação é essencial no processo de conservação das mais de 120 espécies e subespécies de aves em risco de extinção e vê a chance de mostrar aos visitantes como pequenos gestos podem fazer a diferença”, afirma Carmel. Ela explica que esta introdução permite ao visitante uma experiência capaz de repassar a importância da Mata Atlântica e ajudar na conservação desse bioma.

 

Educação ambiental

O trabalho com grupos escolares é outro ponto-chave. O Parque recebe cerca de 30 mil alunos em programas especiais de educação ambiental, gratuitas para escolas da rede pública da região. A instituição desenvolve programas de educação e comunicação para conservação, baseados em pesquisa e apresenta o impacto da experiência do Parque das Aves, seus programas de educação e sua comunicação.

 

Além disso, a equipe do Departamento de Educação Ambiental também se dedica a reforçar a conexão do público visitante com a Mata Atlântica no sentido de intensificar o engajamento e a mudanças de atitude de cada indivíduo em relação a esse bioma, um dos mais devastados do planeta.

 

“O visitante que vai ao Parque está também ajudando a Mata Atlântica, pois o valor do ingresso ajuda a financiar os vários projetos de pesquisa e conservação das aves que habitam o bioma e, em consequência, dezenas de outras espécies relacionadas a essas, incluindo as vegetais”, diz Carmel.

 

Sobre o Parque das Aves

Com 25 anos de atuação e 230 colaboradores, o Parque das Aves é a única instituição do mundo focada na conservação de aves da Mata Atlântica. Possui 16 hectares de mata restaurada, 1.400 aves de 140 espécies diferentes, com três viveiros de imersão e um borboletário. O objetivo do Parque das Aves é atuar investindo significativamente para criar um impacto positivo para as aves da Mata Atlântica, principalmente as 120 espécies e subespécies em risco de extinção. O Parque das Aves recebe 830 mil visitantes por ano, sendo o atrativo mais visitado de Foz do Iguaçu depois das Cataratas.

 

 

Amanda Luccas
Assistente de Comunicações
Parque das Aves
www.parquedasaves.com.br
 
Darcy Costa Pinto
Darcy Costa Pinto João, o trabalho executado pelo Parque das Aves é soberbo. Além do encantamento que proporcionam por cuidarem desse paraíso, o cuidado maternal com as espécies da flora e da fauna brasileiras demonstra a qualidade técnica de toda a sua equipe, num congraçamento e compartilhamento de ações em defesa do meio ambiente. Mais, ainda, os relevantes serviços possibilitando o acesso de Escolas da rede pública, com encargos reduzidos, guias exclusivos, proporcionando o contato efetivo e uma aula externa sabidamente inesquecível e produtiva. Já estive com meus alunos lá e a recepção é impar.
 
Delci Elena Corbari Pereira
Delci Elena Corbari Pereira Não acredito em salvamento em cativeiro, fui várias vezes lá.. é aves pra ver, não pra preservar... Meu sentir, meu ver.... Posso estar enganada, se alguma espécie em extinção, procriraram ..
  • Kim Andrews
    Kim Andrews Muitas espécies em extinção ja foram criadas em cativeiro ;)
    •  
  • Delci Elena Corbari Pereira
    Delci Elena Corbari Pereira Mas não em parques de visitação, ou tem registros?
    •  
  • Kim Andrews
    Kim Andrews Delci Elena Corbari Pereira Ele não é só um parque de visitação, ele também recebe espécies que sofreram acidente, fazem a criação, cuidam das espécies que la já existem, ou seja ajudam a preservar de forma geral o meio ambiente.
     
     
    Curtir
     
    Amei
     
    Haha
     
    Uau
     
    Triste
     
    Gr
João da Silva
João da Silva A mensagem do texto é bem mais abrangente, Delci - ele abrange o Parque Nacional, a Mata Atlântica como um todo e junto as suas espécies... O Parque das Aves, na verdade é apenas um brinde aos nossos olhos da beleza, da perfeição, da grandiosa obra de arte que fazem parte dessa cadeia de seres vivos...
 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Mães Fortes
Banner Teori
Banner violência se limite
Banner Psicologia
Banner Lei Lucas
Banner pedrão 2018
Rose Bueno Acessórios
Banner Mirante
Banner Jorge amado
banner idiota útil