Banner Campanha maio de 2019

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Corregedoria-Geral da Justiça agradece acolhida em SMI
  Data/Hora: 10.jun.2019 - 18h 58 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Diante deste “elevado espírito de cordialidade, admiração, respeito e competência de todos os envolvidos” – transcrevo uma pérola magistral dedicada aos magistrados que praticam a boa Justiça.

 

Em ofício endereçado ao Juiz Diretor do Foro, Dr. Márcio de Lima, o Corregedor-Geral da Justiça, Des. José Aniceto, agradeceu a fidalguia e o esmero com que toda a equipe foi recebida em São Miguel do Iguaçu, por ocasião da abertura dos trabalhos correcionais na Comarca, que abrange ainda o município de Itaipulândia, no último dia 23 de maio.

 

O evento foi agraciado com cerimônia solene de instalação dos trabalhos, e contou com a participação de diversas autoridades e representantes da sociedade civil organizada, incluindo o Ministério Público, a OAB,  representantes dos demais poderes constituídos, polícias civil e militar, clubes de serviço e líderes comunitário, além de servidores e serventuários da Justiça.

 

O expediente confirma "os elogios e as valorosas referências acerca da competência de todos os envolvidos" e "externa a admiração e o respeito pelo trabalho desenvolvido, fruto de um espírito progressista e incansável, sem abandonar a humildade ou a cordialidade".

 

Os Juízes de Direito da Comarca de São Miguel do Iguaçu agradecem as afetuosas palavras do Eminente Corregedor-Geral da Justiça e enaltecem a valorosa contribuição dos laboriosos servidores em prol dos trabalhos desenvolvidos na Comarca.

 

 

 

Diante deste “elevado espírito de cordialidade, admiração, respeito e competência de todos os envolvidos” – transcrevo uma pérola verbal dedicada aos magistrados que praticam a boa Justiça.

 

Esse caso aconteceu na Austrália - o julgamento de Brisbane de uma jovem, conhecida como “A Japonesa”, denunciada pelos médicos locais pela prática fraudulenta da Medicina. Sentada no banco dos réus foi inquirida pelo juiz.

 

– “A senhora é formada em Medicina?”

 

– “Não, Excelência”.

 

– “Atende pessoas que buscam cura para enfermidades?”

 

– “Sim, Excelência”.

 

– “Como atende os pacientes sem ser pela medicina oficial?”

 

– “Rezo, e ajudada pela meditação, prescrevo o uso de certos chás e amuletos…”

 

Ouvida esta última declaração, o Promotor se apressou para pedir a condenação da ré, aplaudido pelos médicos que lotavam a sala. O Juiz-Presidente pediu silêncio e atenção; e falou:

 

“Não vou atender o que reivindica o Promotor, porque de consciência não posso condenar esta mulher. Arrisco a minha posição e até a minha carreira, mas absolvo-a”, sentenciou, e justificou: – “Enquanto uma junta médica formada por ilustres professores me declararam portador de doença incurável, a Japonesa salvou-me a vida”.

 

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Lei Lucas
Banner Mirante
Banner militares
Otica PetriU
Banner guilherme almeida
banner vende apartamento II
Banner pedrão 2018
Banner Notre Dame
Banner Teori
Banner Mães Fortes