BAnner Natal iluminado

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Ministério Público recomenda que seja anulado o Processo Administrativo 183/2019, da Prefeitura Municipal de São Miguel do Iguaçu...
  Data/Hora: 8.ago.2019 - 17h 2 - Categoria: São Miguel do Iguaçu  
 
 
clique para ampliar

O Ministério Público notificou no dia de ontem (07/08/2019) o Prefeito Claudiomiro da Costa Dutra para que anule a contratação do IPPEC – Instituto de Pesquisa, Pós Graduação e Ensino de Cascavel – para realização do concurso público e teste seletivo, destinado ao provimento de vagas para cargos públicos e cadastro de reserva para o município de São Miguel do Iguaçu, assinado no último dia 31 de julho.

 

Em sua recomendação, numa correspondência de cinco páginas, o Promotor de Justiça Dr. Pedro Gabriel Hayashi Almeida Machado, entre outros itens, lembra que o Governo Municipal não acatou a recomendação 148/2019-1 PJ recomendando a contratação de uma Universidade Pública para a realização do certame, ainda que por dispensa de licitação, com vistas a se garantir a maior eficiência possível e para assegurar que o certame fique a salvo de questionamentos;

 

“CONSIDERANDO que tal recomendação não foi seguida, visto que houve uma indevida realização de dispensa de licitação para contratação de empresa privada para a realização do certame, demonstrando o dolo do agente público em praticar atos contrários à legalidade, à moralidade e à eficiência administrativa; (...)

 

CONSIDERANDO que a justificativa para dispensa de licitação para contratação de instituição para realização de concurso público só é valida para contratação de UNIVERSIDADE PÚBLICA, não cabendo, portanto, tal modalidade de afastamento de licitação para contratação de entidades privadas; (...)

 

CONSIDERANDO que, diferentemente do que alega a municipalidade em seu ofício 969/2019 – existem algumas instituições públicas bem próximas ao Município de São Miguel do Iguaçu e que prestam o referido serviço, podendo ser citado, a título exemplificativo, a UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná, que tem atuação do município de Medianeira, assim como a Unioeste – Universidade Estadual do Oeste do Paraná, que atua no Município de Foz do Iguaçu e também em Cascavel (mesma cidade onde fica sediada a empresa indevidamente contratada), as quais sequer foram contatadas para apresentarem cotação de preços para a realização do certame em questão: (...)

 

Resolve expedir a presente Recomendação Administrativa – para que, em observância as disposições mencionadas e atento às explanações que se seguiram, adote medias para que:

 

- no prazo de 05(cinco) dias, seja realizada a anulação do Processo Administrativo 182/20198, Dispensa por Justificativa 013/2019 e seu respectivo contrato, visto que a dispensa por justificativa no presente caso é inválida, ante a contratação de instituição privada, sob pena de configuração de ato de improbidade administrativa sujeita a Ação Civil Pública;

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner a dieta perfeita
Banner Notre Dame
Rose Bueno Acessórios
Banner o fascismo
Banner Psicologia
Banner militares
Banner Teori
Banner Graciliano Ramos
Bassani
banner idiota útil