Outubro rosa novo

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
É primavera! Louvor à essa magistral obra de Deus.
  Data/Hora: 4.out.2019 - 12h 0 - Colunista: Inácio Dantas  
 
 
clique para ampliar

“Senhor,

Louvo a primavera, nos jardins do mundo a estação das flores!

 

Ei-la num voo suave após os rigores do inverno, asas abertas qual ave emplumada de pétalas multicoloridas. Bem-vinda, primavera!

 

Louvo a matemática divina do tempo: divida-se o ano, multipliquem-se as horas, construam-se os dias: eis as quatro estações do ano na sua métrica exata, retornando ano após ano, nos mesmos dias e horas, como se despertadas de uma viagem nos anais do espaço infinito.

 

Bem-vinda, primavera!

Louvo sua chegada. Instale-se. Abra sua caixa magistral de coisas lindas, telas, tintas, pincéis e renove as cores do cenário da natureza - florestas, bosques, e jardins do mundo. Maravilhe-nos com sua beleza inigual, mosaico de arco-íris bordado pelos querubins nas tecelagens do céu.

 

Deus, que espetáculo! Que diversidade de aromas, cores, pássaros, borboletas, pequenos insetos... Louvo Sua obra, ó Deus da vida universal!

 

Maravilha-me o contraste do verde das folhas, o róseo das pétalas, o cinza dos caules... uma profusão harmônica de formas e cores num cenário vivo, beleza tanta que não cabe no olho.

 

Pergunto-me, arrebatado, que outro ordenamento faria essa obra mais-que-perfeita que não o divino? Que régua e compasso outro poria circunferências nas pétalas, retidão na envergadura dos talos, e qual química borrifaria com perfumes as flores, que não a divina?

 

São obras-primas construídas com amor pela destra do criador, com as essências dos sândalos do jardim celeste, tintas das fibras das nuvens, do sol, do céu, lua e mar...

 

Bem-vinda primavera! Louvo os dias que fica conosco e agradeço por brindar-nos com deíficas sensações, transportadas dos olhos e da pele ao coração, suprassumo da felicidade!

 

Amém”

“Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo. Tão certo como nasce o sol, ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra.” (Oséias 6:3)

 

Inácio Dantas

Do livro “Preces e Louvores a Deus” – www.agbook.com.br

 

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner fotógrafo premiado
Otica PetriU
banner vende apartamento II
Banner Mães Fortes
Banner guilherme almeida
Banner Jorge amado
Bassani
Banner militares
Banner Teori
Banner a dieta perfeita