Banner educação

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Dia 29 de outubro, dia nacional do livro. Conhecimento: “turbinando” o aperfeiçoamento.
  Data/Hora: 28.out.2019 - 13h 57 - Colunista: Inácio Dantas  
 
 
clique para ampliar

A energia que irradia do conhecimento eleva o homem do chão terráqueo ao marciano. Nada benfeito se faz sem boas doses de estudo, pesquisa, trabalho... Não espere, pois, que o conhecimento se desprenda das páginas dos livros e se fixem no seu cérebro como telepatia. Livros? Não se iluda em tê-los em casa e não os ler, simplesmente para admirar e enfeitar a estante...

 

 Conhecimento é o trem-motor que puxa o vagão da evolução do mundo. E não importa de qual fonte provém: livros, professores, pai, mãe, amigos... Se é um conhecimento adquirido nas “ruas”, se é empírico ou mesmo se você é autodidata... Todo conhecimento absorvido concorre para aumentar e expandir o saber, e com ele o burilar do aperfeiçoamento.

 

Mas, só o saber por saber é pouco para quem quer extrapolar, ir além, romper barreiras além do alcance das mãos, do olhar... Ultrapassar as fronteiras do conhecimento, por que não?... Aqui fala-se em engendrar ideias e produzir obras, ser um destaque “além-mares” no âmbito do que faz, ter seu nome inserido no rol dos notáveis.

 

“Turbinando” o aperfeiçoamento.  “Extrapolar” significa sair do “ponto zero” de partida do estudo e chegar ao laurel da premiação. Exemplos para “turbinar-se”:

 

  • Escrever um livro com conteúdo inédito.
  • Elaborar um trabalho escolar em altonível, que seja destaque na Instituição.
  • Publicar um Artigo, uma Tese, um Ensaio.
  • Ser Colunista/Articulista de jornais e revistas.
  • Criar um bem ou serviço de utilidade pública/social.
  • Lecionar – (Professor, Treinador)
  • Ser palestrante.
  • Mestre de Cerimônia.
  • Etc.

 

“Ir além...” O estudo está pronto? O projeto delineado? A ideia implementada? O bem/serviço é um sucesso?... Então, nem pense em achar que, agora, pode sentar-se no trono da comodidade, olhar o feito com o senso de “missão cumprida” e que nada mais resta por fazer - apenas amealhar os lucros e pronto... Você deve prosseguir, “ir além”, prospectar novos negócios, realizar novos estudos, novos projetos e fazer fluir novas ideias e produtos. Turbinar o aperfeiçoamento significa, incansavelmente, buscar o sonho do inédito e trazê-lo ao mundo real.

 

 “Romper barreiras” - aprendendo com trabalhos acadêmicos. As “barreiras” do desconhecido são rompidas com o saber. Ou existe outra forma de “chegar lá” sem mergulhar no mar dos livros e nadar de braçada nas ondas do estudo?

 

Trabalhos acadêmicos solicitados pelo professor, tanto para compor o conteúdo curricular do semestre quanto para atribuir nota, são “braçadas” vigorosas e importantes para turbinar o conhecimento. E se você estiver inserido nesse contexto, não “faça corpo mole” nem apresente trabalhos pífios. Você nem imagina como aprende, desenvolve aptidões e aperfeiçoa-se ao realizar, às vezes simples, um trabalho e apresentá-lo em sala de aula.

 

Alunos que “rompem as barreiras” da pesquisa e produzem esses trabalhos, não só na teoria, mas também no campo prático, em geral se destacam e conseguem, além da boa nota na elaboração, aprender e até mesmo implantar na empresa pesquisada o objeto do seu estudo.

 

É um tempo precioso que desperdiçam alunos que fazem trabalhos “sem alma”, sem pesquisa fundamentada e até mesmo mal impressos e encadernados. E, pior ainda, quando são trabalhos “plagiados”...

 

A sala de aula é um centro de formação de profissionais que irão, em breve, estar no mercado de trabalho disputando “palmo a palmo” seu espaço. E irão, com sua expertise, pôr em prática suas profissões e oferecer serviços para a sociedade. E, óbvio, com a proficiência e um currículo escolar com excelentes notas terão um passaporte para, além de colocações em grandes empresas, montar seu próprio negócio com excelência. 

 

Inácio Dantas

Do livro “Lições para o Autoaperfeiçoamento Profissional”

www.agbooks.com.br

 

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Notre Dame
Banner emprego
banner itaipulândia julho II
Banner pedrão 2018
Banner Einstein
Bassani
Banner Mirante
Calendário eleitoral
Banner violência se limite
Banner laranja