Vende-se apartamento no centro

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Governo cria grupo para tratar do uso racional e reuso da água
  Data/Hora: 4.mai.2020 - 17h 39 - Categoria: Geral  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - Grupo de trabalho interinstitucional irá propor a regulamentação de critérios para o uso racional e de reuso da água em todo o Paraná. Prioridade será atividades essenciais como o enfrentamento ao coronavírus.

 

Preocupado com o período mais severo de estiagem dos últimos anos, o Governo do Estado decidiu criar um grupo de trabalho interinstitucional que irá propor a regulamentação de critérios para o uso racional e de reuso da água em todo o território paranaense.

 

Compõem o grupo profissionais do Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, da Sanepar e das federações das Indústrias (Fiep) e da Agricultura (AEP). A portaria 119/2020 é válida por 180 dias e foi publicada no Diário Oficial do dia 28 de abril.

 

A medida busca, entre outras ações, evitar desperdícios, criando condições para que a população e setores produtivos sofram o mínimo possível com o racionamento de água. A seca do Paraná já dura quase um ano, com chuvas bem abaixo da média histórica desde junho de 2019, de acordo com o Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná (Simepar).

 

A diretora de Políticas Ambientais da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Fabiana Campos, explicou que levantamentos iniciais do Simepar apontam para o período de estiagem se estendendo até setembro. Com isso, reforçou ela, será necessário a interferência do grupo na criação de políticas públicas para o uso consciente da água.

 

“As projeções mostram que a seca tende a se agravar. Esse grupo irá fazer o acompanhamento e monitoramento diário em busca de tomar as decisões mais acertadas, priorizando o consumo humano e animal”, afirmou.

 

COVID-19 – Fabiana reforçou, ainda, que a ampliação do rodízio no fornecimento de água será inevitável nas diversas regiões do Estado. A intenção, contudo, é apostar em medidas educativas, evitando punições neste primeiro momento, contando com a colaboração direta das pessoas.

 

Ela lembrou que, paralelamente à seca, o Paraná atravessa outra grave crise, com as atenções todas voltadas para o enfrentamento à pandemia de coronavírus. “A higienização é uma arma contra o vírus, por isso precisamos priorizar o que é essencial. Fazer com que a água chegue a todos os que precisam”, ressaltou a diretora. “Sabendo usar, não vai faltar água para ninguém”, completou.

 

MANANCIAL – As previsões também não são animadoras. Relatório do Simepar mostra que o volume de chuvas no Paraná ficará abaixo da média normal no período que varia de três a seis meses.

 

A diminuição da quantidade de água nos mananciais de abastecimento tem colocado em risco o fornecimento em algumas cidades da região Oeste, como Cascavel.

 

A cidade registrou em sua estação de monitoramento o acumulado de 377 milímetros de chuvas nos 120 primeiros dias de 2020. Esse é o menor volume desde 2004, quando choveu no mesmo período 337 milímetros.

 

Os rios que abastecem a cidade estão com seus níveis em queda de mais de 30%. Já foi necessário abrir em 40% o registro do Lago Municipal para contribuir com o aumento no volume de água do Rio Cascavel.

 

A Sanepar não descarta abrir esse registro em sua totalidade, assim como a possibilidade de implantação de rodízio no abastecimento. “A questão são os mananciais. Com menos água, temos de reduzir também a capacitação”, explicou Fabiana.

 

Confira os integrantes do Grupo de Trabalho da água:

I - Instituto Água e Terra (IAT):
a) - Diretoria de Saneamento Ambiental e Recursos Hídricos

-Titular: José Luiz Scroccaro
-Suplente: Bruno Tonel Otsuka

b) - Gerência de Outorga
-Titular: Natasha Cecília Hessel de Góes
-Suplente: Tiago Martins Bacovis

c) - Gerência de Licenciamento
-Titular: Ivonete Coelho da Silva Chaves
-Suplente: Rossana Baldanzi

d) - Assessoria Jurídica
-Titular: Ana Paula Liberato
-Suplente: Thiago Henrique Coltro

II - Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar)

III - Federação das Indústrias do Paraná - FIEP

IV - Federação da Agricultura do Paraná - FAEP

 

Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo em:
https://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Bassani
Rose Bueno Acessórios
Banner emprego
banner vende apartamento II
Calendário eleitoral
banner março 2020
Otica PetriU
Banner pedrão 2018
Banner violência se limite
Banner Lei Lucas