Uniguaçu 2020

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Dialogando com o Mestre (XIII) A impressão é que vamos sair dessa muito mais fortalecidos, Mestre?
  Data/Hora: 4.jun.2020 - 19h 7 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Obrigado Mestre por nos ensinar que para percorrer o Seu Caminho, devemos entender “que é um caminho de autoanálise contínua, onde é necessário ter coragem para olhar nossas ações à luz do AMOR e enxergar a verdade a respeito dos nossos próprios pensamentos e emoções”.

 

O bom disso tudo Mestre – é saber que “na medida em que vamos progredindo no Caminho, perceber a verdade dos outros e entender o que os impulsionam e os fazem cometer erros em seus relacionamentos, em seu ambiente de trabalho e na família se torna mais fácil”.

 

- “Sim! Quanto mais você tiver empatia para com os outros, entender o que os motiva, perceber as dificuldades que os impulsionam às ações irrefletidas – mais elevada se torna a sua espiritualidade, o seu próprio sentido de compaixão e amor para com estes, pois estão realmente fazendo o melhor que podem no ambiente e nas circunstâncias que criaram para si mesmos. A partir desse ponto de vista, fica cada vez mais fácil pedir desculpas, até que chegue o momento em que, percebendo a verdade das outras pessoas com tanta clareza, você não vê a hora de perdoar e esquecer toda a tensão e crítica para com elas”.

 

- Um dos seus belos relatos Mestre, que demonstra a força do verbo, a força do “poder mental” foi o seu confronto com a figueira perto de Betânia...

 

- “Sim! Eu tinha fome e insensatamente procurava figos fora de época. Quando não encontrei nenhum, disse a arvore: “que ninguém voltasse a comer do seu fruto”. A árvore murchou até as raízes e estava morta no dia seguinte, para o espanto de Pedro. Aquilo foi um tempo em que eu, como Jesus, era totalmente irresponsável quanto ao uso de meu “poder mental” e causei danos dos quais me arrependi. Entretanto, ao falar com meus discípulos, também utilizei aquilo como um exemplo e um aviso do poder exercido pela mente sobre os seres vivos”.

 

- Tudo isso é bastante compreensível Mestre, tratando-se de erros cometidos nos relacionamentos, no ambiente de trabalho e na família – mas, como aceitar sem reclamar e sem criticar quando eles são praticados no exercício do Serviço Público – onde quem mais tem, mais quer e não pensa duas vezes para meter a “mão grande” e subtrair o que deveria beneficiar a Saúde, a Educação, enfim, as pessoas que mais necessitam de ajuda do Poder Público?

 

- “A Lei do retorno é infalível. Colhe-se o que se planta. Continue fazendo o seu trabalho com isenção e bondade no coração... Todos passam por tempos difíceis... Todos estão sujeitos a períodos de perturbação, de uma maneira ou outra. Este pode ser um tempo de tremendo crescimento interior e de movimento em direção à felicidade, ou um tempo de contínua amargura e ressentimento”.

 

“Este é o momento de despertar plenamente e compreender que o resultado das experiências depende inteiramente de você – não da sorte ou do destino – mas de você, seja trabalhando por si mesmo, seja trabalhando devotada e consistentemente com a Consciência Divina para chegar finalmente ao cume da felicidade. Esse é também o momento em que a pessoa é desafiada a utilizar sua mente construtivamente, a fim de alcançar revelações e ideais mais elevados com os quais dominará as emoções”.

 

- Tenho a impressão Mestre, que o mundo, ou melhor, o relacionamento das pessoas nas mais diferentes classes sociais, depois desse tal de “Corona vírus” – nunca mais será o mesmo. Nesse momento, por exemplo, negros e brancos americanos deixaram as suas diferenças de lado e estão unidos num movimento sem precedente contra o racismo... A impressão é que o amor pela VIDA, pelo sentimento humano está sendo muito mais forte do que o AMOR pelos bens pessoais e diferenças sociais... Vamos sair dessa muito mais fortalecidos?

 

- “Meditação... Oração... Lembre-se, a todo momento, que você estará sintonizando aquilo em que PENSAR. Seus pensamentos são “raios de luz” fazendo contato com o que você busca. Lembre-se de que cada “pensamento” tem sua própria frequência vibratória na consciência. Acredite, saiba isso, porque isso é verdade. Quanto mais espiritual é o pensamento, mais altas são as frequências vibratórias”.

 

“As “formas de Consciência” expressas em palavras não são visíveis, mas são “específicas entidades do ser”. Elas têm a vida da consciência dentro delas. São magnetizadas pelas “formas de consciência” semelhantes. Semelhante atrai semelhante. Pense “cachorro” e visualize o que isso significa e seus pensamentos são sintonizados com a espécie canina”.

 

“Pense VIDA DIVINA e seus pensamentos estarão sintonizando a Consciência Universal Infinita – e que fique claro que não é o Deus mítico que está lá no alto, como descrito no Antigo Testamento. Ela é a Realidade Infinitamente Poderosa presente em todos os lugares, manifestando Seu próprio desenho e cuidado amoroso, inteligente e evolucionário por tudo o que Ela tenha trazido à vida”.

 

- Bela lição Mestre, como sempre, nos mostrando com sutileza o Caminho a ser palmilhado – nos mostrando que antes de querermos melhorar o mundo coletivamente – a mudança tem que ser individual e PERMANENTE..., controlando nossos pensamentos e nossas ações através da MEDITAÇÃO e ORAÇÃO CONSISTENTE...

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
banner itaipulândia julho II
Banner Lei Lucas
Calendário eleitoral
Banner Mirante
Banner Einstein
Banner laranja
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Banner violência se limite
Banner Notre Dame