Banner educação

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Pós-pandemia - saúde e trabalho: Organização, eficiência e produtividade.
  Data/Hora: 15.jun.2020 - 17h 24 - Colunista: Inácio Dantas  
 
 
clique para ampliar

Não confie sempre na memória, às vezes ela falha. Anote, registre fatos e dados importantes (datas, reuniões, eventos), mantenha seu ambiente de trabalho organizado e tenha como retorno alto índice de eficiência administrativa/produtiva.

 

Quem trabalha com seu fluxo produtivo organizado, tanto no âmbito dos fatores da produção (matéria-prima) quanto no administrativo, obtém melhor performance na execução dos produtos ou serviços – custos e qualidade. Mentalize esse conceito. Imbuído do senso de organização, e com os olhos no gráfico das vendas e lucros, mantenha o pique organizacional e siga em busca da maximização dos resultados. Lembre-se, o “único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário” (Einsten).

 

Organize-se. Mantenha seus compromissos em dia. Evite improvisar. Anote, faça uso de computadores, agendas, post-its e lembretes, pois não convém ficar à mercê da memória, às vezes ela falha.

 

Organize seus arquivos, pastas, fichários, “arquivo-morto”, etc. Mantenha-os com identificação de conteúdo, data, hora etc, em ordem cronológica. Um cuidado especial com os documentos sigilosos, mantendo-os sob chave. Outro cuidado também importante é com os dados e documentos registrados na contabilidade, os quais têm exigibilidade fiscal de pelo menos cinco anos. Guarde em ordem de vencimentos seu “contas a pagar”. Títulos pagos arquive-os de forma a serem acessados facilmente em caso de imprevisto com os fornecedores. Da mesma forma, tenha seu “contas a receber” em perfeita ordem, assim na hipótese de atrasos ou ausência de pagamento poder acionar a cobrança de imediato.

 

Organize o fluxo produtivo. Quantidade e ritmo dos insumos e matérias-primas aplicadas na produção. Pense que “rebarbas” em demasia, operações ineficientes (peças “mortas”), morosidade nas etapas produtivas, geram acréscimo de custo, perde-se tempo, retarda-se o faturamento e reduz os lucros.

 

Algumas dicas:

 

-Selecione, organize e defina as tarefas do dia;

 

-Planeje o quanto de mão-de-obra e material serão necessários (uma pessoa ou uma equipe) ou a quantidade material (“x” ou “y” quantidade) e o quanto de recursos financeiros;

 

-Estabeleça os métodos para execução (Equipamento, ferramental, maquinário), se próprio ou terceirizado;

 

-Defina o tempo demandado – (Início e final. Horas, dias, semanas, etc);

 

-Calcule sempre “o giro de estoques[1]”. Saiba em quanto tempo suas mercadorias/insumos ficam retidas nas prateleiras;

 

-Estabeleça um “plano B” para o caso de imprevistos;

 

Antecipe-se aos fatos. Não se acomode, não deixe acontecer para depois agir. Acerte as velas ao vento para o barco seguir no rumo certo. Mantenha-se informado da execução dos projetos, tempo, custos e receitas. Atualize-se sempre que houver alterações no âmbito operacional. Disponha de material de apoio (planilhas eletrônicas, relatórios e softwares) para compilar as informações e ter tudo à mão com segurança e rapidez.

 

Crie ou reorganize rotinas para o melhor fluxo dos trabalhos. Com isso você perceberá “gargalos” e evitará a falta ou a repetição de operações. Isso lhe permitirá racionalizar tempo e economizar insumos, despesas variáveis e mão de obra. Considere a possibilidade das técnicas:

-Curva das Possibilidade de Produção – CPP[2]

-Custo de Oportunidade[3]

 

 Tenha em mente o objetivo da “economia de escala”: Produzir mais, em menos tempo, com o menor custo possível.”

 

A boa organização é o êmbolo propulsor do seu sucesso. E isso depende da sua proação, olhar “fino” e ajustes que permitam, com esforço e comprometimento, um trabalho bem feito e resultados excepcionais.

 

Inácio Dantas

Do livro “Lições para o Autoaperfeiçoamento Profissional”

www.agbook.com.br

 

 

 

[1]Fórmula: Média (Estoque Inicial + Estoque Final) / Tempo (Tempo pode ser um mês, trimestre, semestre, ano etc)

[2]curva (ou fronteira) de possibilidade de produção (CPP) expressa a capacidade máxima de produção da sociedade, supondo pleno emprego dos recursos ou fatores de que se dispõe em dado momento do tempo. 

[3]custo de oportunidade é um termo usado em economia para indicar o custo de algo em termos de uma oportunidade renunciada, ou seja, o custo, até mesmo social, causado pela renúncia do ente econômico, bem como os benefícios que poderiam ser obtidos a partir desta oportunidade renunciada. Veja ao final um exemplo desse tema.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner laranja
Banner emprego
Banner Lei Lucas
Banner Mirante
Calendário eleitoral
Banner conar
Banner Notre Dame
Banner Einstein
banner itaipulândia julho II
Bassani