Uniguaçu 2020

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Apreensão de veículo com registro de roubo em Santa Rita merece uma investigação bem mais ampla...
  Data/Hora: 21.jun.2020 - 17h 9 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

“... o problema é como explicar como é que esse veículo foi furtado em maio do ano passado, tinha rastreador – estava numa garagem e só foi localizado na propriedade desse agricultor?

 

Recebi hoje a tarde uma cópia do Boletim de Ocorrência do último dia 18, onde o DENARC, após receber uma denúncia anônima se deslocou até a localidade de Santa Rita, mais precisamente na casa do agricultor Egon Remor, onde encontrou em sua posse veículo que após verificação no sistema, constatou-se que o mesmo era produto de furto.

 

Segundo a equipe do DENARC/Núcleo de Foz do Iguaçu, eles receberam a denúncia via whatsapp/disk/denúncia – “onde o denunciante informava que na cidade de São Miguel do Iguaçu se encontrava um veículo Fiat/Strada de cor branca, o qual havia sido furtado e que o mesmo estaria com rastreador”.

 

Ainda segundo a equipe, conforme o Boletim, o denunciante informou que o veículo era de Belo Horizonte. Ao chegar no local, a equipe chamou pelo proprietário (Egon Eugênio Remor) e o mesmo informou que havia comprado o mesmo na Garagem do Baixinho e que estava só com o recibo de quitação, tendo em vista que a documentação estava no despachante e apresentando problemas.

 

Ao ser perguntado pela equipe se tinha algum tipo de armas em casa, Egon disse que sim e prontamente apresentou as armas que tinha em sua residência – “segundo ele, adquirida para a segurança de sua propriedade e de seus familiares, tendo em vista que mora numa área rural e numa região com histórico de violência, tendo em vista a proximidade com o Lago de Itaipu”, salientando que ele próprio já fez dois boletins de ocorrência de roubos em sua propriedade. “Existem registros de vários outros furtos com resquícios de violência nos vizinhos por aqui”.

 

Egon deverá responder pelas armas que estava em sua posse, quanto ao veículo, ele provou que comprou e pagou R$ 43.500,00 e levou a documentação no Despachante para fazer a transferência. “Quanto ao veículo, vale salientar que ainda não foi feito a perícia para verificar se é mesmo o veículo fruto de roubo, tendo em vista que ele estava com outra placa. Com a placa atual no levantamento feito pelo despachante, consta multa e que o mesmo tinha sido alienado”, esclarece Egon...

 

O que chama a atenção desse caso?

 

Todas as hipóteses tem que serem averiguadas e levantadas nos seus mínimos detalhes. O veículo, conforme o denunciante informou ao DENARC, possuía rastreador que é uma tecnologia de geolocalização, que permite a uma central de monitoramento, ou ao próprio dono do veículo, saber onde o carro está.

 

Até aí, tudo bem – o problema é como explicar como é que esse veículo foi furtado em maio do ano passado – estava numa garagem e só foi localizado na propriedade desse agricultor?

 

Quem é Egon Eugênio Remor?

Egon é ex-vereador e foi candidato a vice-prefeito no último pleito e fez 7.492 votos e por pouco a sua chapa não foi vencedora.

 

Parece até que estamos em ano eleitoral – será?

 

Vamos acompanhar esse fato...

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO

 

POLITA & FAGION ADVOGADOS ASSOCIADOS, vem a público, em nome do ex-vereador e agricultor Egon Eugênio Remor, prestar esclarecimentos sobre os fatos e também os boatos que circulam nos meios digitais, os quais o acusam de crime de receptação e posse ilegal de armas de fogo.

 

O agricultor Egon Eugênio Remor não foi indiciado e não responde pelo crime de receptação de veículo furtado. Os fatos ainda estão sob apuração em sede de inquérito policial e o mesmo, nesse caso, é terceiro de boa-fé visto que adquiriu o veículo em uma revenda em nossa cidade, pelo preço de mercado, inclusive com verificação de sua documentação junto ao Detran por meio de despachante de veículos.

 

Com relação as armas de fogo apreendidas em sua residência são todas elas de calibre de uso permitido e adquiridas para a sua defesa pessoal, da família e da propriedade, na qual inclusive já foi alvo de crimes recentes.

 

Salienta que na região onde fica a sua propriedade rural freqüentemente ocorrem furtos e roubos a propriedades rurais, além de ser rota de contrabando/tráfico oriundo do Lago de Itaipu.

 

A defesa irá contribuir com as autoridades para a elucidação dos fatos e tem plena e total confiança que restará demonstrado ao final da apuração que Egon Eugênio Remor não cometeu qualquer ilícito em sua conduta.

 

 

POLITA & FAGION ADVOGADOS ASSOCIADOS

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Bassani
Calendário eleitoral
Banner Lei Lucas
Rose Bueno Acessórios
Banner emprego
Banner conar
Banner pedrão 2018
Banner laranja
Banner violência se limite
Banner Mirante