Banner raismo

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Educação: em mãos, a chave do sucesso.
  Data/Hora: 15.jul.2020 - 16h 45 - Colunista: Inácio Dantas  
 
 
clique para ampliar

Por Inácio Dantas,

 

Educação[1], premissa basilar na vida do homem. Ela é uma escada que, passo a passo e degrau a degrau, subimos em direção ao sucesso!

 

Mau profissional atrai mau profissional. Podemos ver esse fato acontecer todos os dias à nossa volta. Explica-se: o bom profissional não quer fazer parceria com quem vai desvalorizar seu trabalho e denegrir sua imagem. Logo, quem se aproxima do mau profissional, e faz parceria, é alguém não recomendável... As empresas, por sua vez, ao primeiro sinal de ter em seus quadros um funcionário desse naipe afastam-no de imediato.

 

O profissional que não mede suas ações, reações e comportamento perde a razão, o respeito, torna-se imponderado e ríspido. As pessoas no entorno se afastam e o convívio fica insuportável. E isso serve de alerta para que você no seu dia a dia jamais perca a verve da educação, mesmo sob pressão e diante de adversidades. Lembre-se, ao partir para atos de deseducação todos se afastarão e o deixarão só. Por outro lado, intramuros da corporação a “falta de educação”, ou comportamento que possa melindrar sua “Missão, Visão e Valores”, conceitos inalienáveis, mesmo que tenha uma “posição chave” logo é chamado para explicar-se aos superiores – e corrigir-se.

 

Bom profissional atrai bom profissional. Fatores como educação e cultura podem influenciar positivamente na contratação de um funcionário ou na concretização de um negócio. Na área corporativa, um bom profissional tem sempre, à sua volta, outros bons profissionais para compartilhar dificuldades e estudar soluções. Isso é um indutor de produção e ampliação de conhecimento.

 

Educação é o item primeiro no currículo do profissional que garimpa vitórias. É o que vai referendar os demais itens. Nas tratativas humanas, de qualquer nível cultural, a educação irradia um poder que supera as diferenças entre as classes sociais. O que não se consegue com a imposição consegue-se com a palavra bem articulada. A educação deve estar nos gestos, na expressão corporal, nas palavras, pois transmite tranquilidade e torna as inter-relações dóceis e cordiais.

 

Se você faz parte de equipes, entenda que é desnecessário usar o tacão físico ou verbal para ser ouvido e respeitado. Ao mostrar às pessoas a importância das suas orientações, e do serviço a ser feito, elas o ouvirão atentamente. Portanto, fale de forma natural, ressaltando o “como fazer” e o valor de um serviço bem feito. Usar formas educadas de se relacionar é ser acatado, não deixar dúvidas, ressalvas ou questionamentos. Some-se a isso que, além de tornar harmonioso o ambiente, há um reflexo positivo por toda a empresa, expressando números importantes no balanço final.

 

Inácio Dantas

Do livro “Lições para o Autoaperfeiçoamento Profissional” – www.abgook.com.br

 

 

 

 

 

[1]“Educação nunca foi despesa. Sempre foi investimento com retorno garantido”. (Sir Arthur Lewis)

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner violência se limite
Banner laranja
Calendário eleitoral
banner vende apartamento II
Banner conar
Banner Lei Lucas
Banner pedrão 2018
banner itaipulândia julho II
Banner itaipulândia julho
Banner emprego