Vende-se apartamento no centro

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Entre ganho de novos clientes e aumento de receitas, empresas do Desafio Inova Oeste mantêm avanços consideráveis
  Data/Hora: 22.fev.2021 - 15h 26 - Categoria: Oeste  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - Com benefícios aos empreendedores, empresas, mercado e sociedade, soluções apresentadas pelo Desafio Inova Oeste ajudam a fortalecer a economia da região

 

Proporcionando apoio técnico por meio de seus especialistas em inovação e negócios, o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), contribuiu para que as 10 empresas contempladas do Desafio Inova Oeste obtivessem resultados animadores e relevantes.

 

Promovido pelo Programa Acelera Foz, Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), Itaipu Binacional, Sistema Regional de Inovação (SRI), Programa Oeste em Desenvolvimento e Iguassu Valley, com realização do Sebrae Paraná e a Fundação Araucária, a segunda edição do Desafio Inova Oeste foi lançada no segundo semestre de 2020, como um dos mecanismos desenvolvidos com vistas ao enfrentamento à crise desencadeada pela Covid-19.

 

Após capacitações e mentorias, boas ideias de inovação e diversas soluções tecnológicas foram apresentadas pelos empreendedores, o que resultou em indicadores consideráveis às empresas como o aumento de suas receitas, ganho de clientes, prospecção de novos clientes, expansão para outros municípios, e mais.

 

O Parque Tecnológico tem dado todo aporte necessário aos empresários para que seus projetos sejam impulsionados visando a implementação de soluções tecnológicas a partir da criação ou a melhoria de produtos, serviços e processos, que buscam promover o desenvolvimento da região Oeste do Paraná. Já os recursos financeiros investidos, foram aplicados em compras de equipamentos, bolsas de pesquisa e consultorias tecnológicas. 

 

De acordo com o diretor de Negócios e Inovação do PTI-BR, Rodrigo Regis, “as startups trazem soluções inovadores para as quais ainda não se têm um histórico ou parâmetro do mercado, consequentemente, se trabalha com alto grau de incerteza e não se consegue aplicar os métodos tradicionais de gestão e administração. Neste cenário, o PTI com sua equipe qualificada e aplica métodos consagrados em gestão de startups que facilitam o desenvolvimento e validação dos negócios, mas destaco que não adiantaria investir recursos financeiros se não fosse o comprometimento dos empreendedores. Esse engajamento é fundamental e benéfico, uma vez que os empreendedores passam a adquirir novos skills e conhecimentos, as empresas alavancam seus negócios, o mercado ganha novas parcerias, a sociedade usufrui das soluções desenvolvidas e, dessa forma, fortaleceremos a nossa economia”.

 

Nesta etapa do Desafio, os participantes encontram-se em processo de pré-aceleração, ou seja, estão entrando no mercado. Com finalização prevista para abril deste ano, a última fase do Desafio não será sinônimo de despedida entre os especialistas do PTI-BR e os empreendedores. O contato permanecerá por aproximadamente mais 3 anos, entre apoio técnico e demais assessorias necessárias.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
banner vende apartamento II
Rose Bueno Acessórios
Banner violência se limite
Bassani
Banner pedrão 2018
Banner Einstein
Banner Mirante
Banner emprego
Banner laranja