Banner novembro azul

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Visita do maior grupo de embaixadores já recebido por Itaipu chancela benchmarking ambiental da usina
  Data/Hora: 29.mai.2021 - 8h 2 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

Da assessoria - fotos: Rubens Fraulini e Sara Cheida - Agenda de quinta (27) e sexta-feira (28) atendeu o convite dos ministérios de Relações Exteriores e de Minas e Energia. É a maior comitiva de embaixadores já recepcionada na Itaipu.

Alemanha, Austrália, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos, França, Índia, Reino Unido e União Europeia poderão comprovar e propagar as boas práticas ambientais da usina de Itaipu para o mundo. Os nove embaixadores participam de uma visita de dois dias à usina e ao Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, nesta quinta (27) e sexta-feira (28), a convite dos ministros de Relações Exteriores, chanceler Carlos França, e de Minas e Energia, almirante Bento Albuquerque, e do diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Francisco Ferreira.

 

É o maior grupo de embaixadores já recepcionado na Itaipu. O recorde anterior foi em 1993, quando representantes de cinco países estiveram simultaneamente na usina.

 

Participaram desta visita os embaixadores da Alemanha, Heiko Thoms; Austrália, Timothy Kane; Dinamarca, Nicolai Prytz; Espanha, Fernando García Casas; Estados Unidos, Todd Crawford Chapman; França, Brigitte Collet; Índia, Suresh Reddy; Reino Unido, Peter Wilson; e União Europeia, Ignacio Ybáñez Rubio.

 

O diretor-geral brasileiro, general Ferreira, deu as boas-vindas reforçando a grandiosidade da Itaipu não só na geração de energia. “Os senhores poderão ver que a empresa é também um agente de desenvolvimento econômico e social, especialmente da região de fronteira, além de ser um modelo de gestão ambiental”, afirmou.

 

Benchmarking em meio ambiente, Itaipu é reconhecida internacionalmente no setor e já recebeu o prêmio Water for Life, da Organização das Nações Unidas (ONU), na categoria “Melhores práticas em gestão da água”.

 

As ações da usina serão apresentadas ao grupo nessa sexta-feira e, segundo o diretor de Coordenação, general Luiz Felipe Carbonell, “será uma oportunidade de mostrar nossas ações de preservação e recuperação do meio ambiente. Estamos preparando algumas surpresas”, revelou.

 

Expectativas

O embaixador da Alemanha, Heiko Thoms, chegou a postar em suas redes sociais uma selfie diante do avião, contando que estava a caminho de visitar Itaipu. “Sempre quis conhecer essa obra tão grandiosa”, disse ele. E lembrou: “empresas alemãs, como a Siemens e a Voith, construíram as turbinas da Itaipu. São parte dessa história. Isso mostra que a parceria entre nossos países no setor de energia vem de longa data.”

 

Ainda que indiretamente, a Itaipu Binacional teve papel importante na vida do embaixador dos Estados Unidos, Todd Crawford Chapman. O pai, proprietário de uma indústria de equipamentos elétricos, decidiu construir uma filial no Brasil, para vender para a usina que estava começando a sair do papel. “Vim com minha família para o Brasil em 1974, aos 11 anos, por causa da Itaipu. É incrível poder ver essa obra”, relatou Chapman.

 

Para ele, a opção dos ministérios de escolher a Itaipu como cenário para uma conversa sobre investimentos foi muito acertada. “Quando estamos aqui, vemos o que o Brasil já fez no passado e entendemos que ele ainda pode ir ainda mais longe no futuro”, afirmou.

 

Boas-vindas

Ao recepcionar os colegas embaixadores, o chanceler Carlos França lembrou a “engenharia diplomática” única que permitiu a criação da Itaipu. “Quando olharem para essa obra, que é exemplo de união para o mundo, lembrem do trabalho dos diplomatas, dos desafios de uma negociação entre dois países tão diferentes”, disse ele.

 

“Convidamos representantes de países com os quais o Brasil tem fortes laços econômicos e estratégicos”, afirmou o ministro Bento Albuquerque. “Esperamos, com essa visita, conversar sobre planejamento de sistemas elétricos, modernização e oportunidades de cooperação, para que possamos consolidar ainda mais esses laços.“

O governo brasileiro tem desenvolvido intensa agenda de cooperação internacional no setor de energia, com ênfase crescente em fontes limpas e renováveis. O setor de energia e mineração foi o que mais recebeu investimentos estrangeiros em 2020, sendo responsável por 26% do total dos investimentos externos realizados no Brasil, totalizando aproximadamente R$ 45 bilhões.

Roteiro

A programação da visita das autoridades teve início na Itaipu, com as boas-vindas e uma palestra sobre o setor energético brasileiro ministrada pelo secretário de Planejamento e Desenvolvimento Energético do MME, Paulo César Magalhães Domingues.

Em seguida, os visitantes partiram para uma visita a alguns dos principais pontos da usina. Entre eles, o Mirante Central, o alto da barragem, as catedrais de concreto, a Sala de Despacho de Carga, a Sala de Controle Central, eixo de uma das unidades geradoras e a galeria dos geradores. 

Para esta sexta-feira (28) está previsto um tour pelo Refúgio Bela Vista da Itaipu. Além de uma apresentação sobre a Reserva da Biosfera, haverá visitas ao Hospital Veterinário, Viveiro de Mudas, Laboratório de Sementes e, por fim, a trilha do zoo, com visitas aos recintos das onças e das harpias.

Dependendo das condições meteorológicas, haverá ainda um passeio de barco pelo reservatório, com observação da faixa de proteção e apresentação das ações de usos múltiplos do reservatório, monitoramento da qualidade de água e sedimentos.

De volta à área da usina, o grupo acompanhará uma apresentação sobre o Núcleo de Pesquisa em Hidrogênio e o Centro Internacional de Energias Renováveis, com o general Garrido, diretor-superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR). Após o almoço, os embaixadores farão o plantio de árvores no Bosque dos Visitantes e, finalizando a agenda, partem para o Parque Nacional do Iguaçu.

 

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,7 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 11% de toda a energia consumida pelo Brasil e aproximadamente 90% do Paraguai.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Einstein
Rose Bueno Acessórios
Banner Mirante
Banner violência se limite
Banner pedrão 2018
Bassani
Banner emprego