Banner dengue 2021

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Sobres a EXPOSIÇÃO em homenagem aos 60 Anos de Emancipação do nosso município...
  Data/Hora: 13.dez.2021 - 2h 59 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Para descrever sobre esta Exposição – cujo objetivo é homenagear os 60 Anos de Emancipação do nosso município, exaltando o nome do Mestre dos mestres, um dos maiores Professor, filósofo e líder espiritualista na história da humanidade, inicio lembrando uma citação com as Suas digitais: “Quando estive no deserto da Palestina, primeiro compreendi que a natureza primordial da Consciência Universal, nossa Fonte do Ser, era a INTENÇÃO”.

 

“A INTENÇÃO de criar, planejar e desenhar – e depois levar adiante esse projeto ao cultivá-lo, alimentá-lo, curá-lo, protege-lo e satisfazer todas as suas necessidades de maneira disciplinada”.

 

E continua o Mestre:

“Tanto o homem quanto a mulher evoluíram em forma física – em Consciência para experimentar a INTENÇÃO e expressá-la de todas as maneiras possíveis em suas vidas. Este é o primeiro ato da criatividade”.

 

Ou seja: “Sem INTENÇÃO não haveria CRIAÇÃO. A INTENÇÃO é a origem de tudo e atravessa a existência da própria história da HUMANIDADE. A INTENÇÃO define a natureza da ação – amorosa ou destrutiva”.

 

“Se a INTENÇÃO for movida pelo AMOR, que em si é o próprio DEUS, essa Energia Cósmica Universal, o resultado é criar, nutrir, proteger, purificar... e se a INTENÇÃO for destrutiva, nem é preciso dizer o que acontece”.

 

Aliás, é preciso dizer sim, por que aí entra uma outra Lei da Existência que Ele nos ensinou – “Tudo o que fizeres aos outros voltará para você com a mesma intensidade ou mais...”.

 

Na sequência da INTENÇÃO, VEM A VONTADE, os PROPÓSITOS que dão direção a AÇÃO INICIAL DA INTENÇÃO, sobre os quais, talvez, numa outra oportunidade poderemos nos aprofundar muito mais.

 

O que estou tentando dizer nessa introdução é justamente sobre a INTENÇÃO da realização dessa EXPOSIÇÃO, onde estou apresentando 60 ACRÓSTICOS, COM o nome Dele, o qual eu considero um dos MAIORES PROFESSORES DA HUMANIDADE...

 

 – E digo, UM DOS MAIORES PROFESSORES da humanidade – porque Ele próprio nos ensina que neste TRABALHO MARAVILHOSO DE ELEVAÇÃO MENTAL E ESPIRITUAL DA HUMANIDADE, não está só...

 

Ou seja, existem mais mentes evoluídas que hoje estão 100% envolvidas com acesso direto a essa Consciência Cósmica Universal que A chamamos de Deus – daí, o respeito que devemos ter por todas as religiões. E TODAS ESSAS MENTES EVOLUÍDAS TEM O MESMO PROPÓSITO, o mesmo objetivo de mostrar “o Caminho, a Verdade e a Vida”.

 

Sobre o conteúdo de todos esses PENSAMENTOS ACRÓSTICOS – vocês poderão verificar que dizem respeito as Leis Universais da Existência.

 

Sobre o processo da criação deles, a manifestação visível do que vocês estão vendo, eu diria que são frutos de muito TRABALHO, disciplina e a INTENÇÃO de ajudar, elevar, mostrar que de fato o ‘VERBO É DIVINO’, como nos Ele próprio nos ensinou. E, se conseguirmos aplicar boa parte de tudo isto nos nossos relacionamentos diários, com o pensamento voltado para o coletivo podemos desfrutar já num curto período uma verdadeira revolução mental, cultural e econômica em todas as direções.

 

Inicialmente, a minha intenção era fazer 12 Acrósticos, em homenagem aos seus 12 Apóstolos... E tudo fluiu com uma energia, com uma naturalidade abrasadora, que na sequência me veio a INTENÇÃO de fazer 33, em referência a Sua idade, o período em que conviveu nesse Planeta – 33 Anos – e podemos dizer: que MATURIDADE...

 

Como a INTENÇÃO era a de mostrar, o que existe de mais elevado no Conhecimento Universal, os Seus Ensinamentos sobres as Leis da Existência – a REALIDADE – tudo foi fluindo com muita intensidade.

 

A INTENÇÃO inicial, gerou a VONTADE que se fortaleceu e transformou em PROPÓSITO – e, em 2018 – o propósito era justamente este – HOMENAGEAR OS 60 ANOS de Emancipação do nosso Município, com 60 Pensamentos Acrósticos.

 

Tudo não saiu como o planejado, pois a ideia inicial era apresentar esses 60 Acrósticos em forma de um “Bolo Filosófico” com o Formato da “Mãe Terra”, esse Organismo Vivo do qual tiramos a nossa subsistência e que passa por momentos difíceis diante da ganância e da cobiça humana, fruto de uma Educação Materialista que privilegiou o TER, esquecendo-se do SER.

 

Uma Educação que privilegiou a competição, as conquistas individuais, a corrida tecnológica no desenvolvimento de armas letais e a busca pelo petróleo e de todos os meios possíveis para controlar e subjugar a humanidade.

 

E o século XX, deu no que deu – duas guerras mundiais que nos devastou não só materialmente, como também moralmente e com todas as consequências, principalmente para as nações em desenvolvimentos.

 

Um século com um final melancólico, onde vimos ao vivo e a cores, milhares de pessoas preferindo correr o risco de morrer atravessando o oceano a nado do que morrer de fome no país onde viviam.

 

E o século XXI que estamos adentrando? Iniciou-se com um vírus letal que, a exemplo do que já houve no passado, nos mostrou que, o Planeta Terra é um Organismo vivo e tudo está interligado, todos necessitam de todos. O nosso irmão que mora ao lado, também tem alma, coração e mente e precisa de pelo menos três refeições diárias para levar uma vida descente.

 

E nos mostrou tudo isso de uma forma coletiva, onde perdemos de imediato algo que é DIVINO – o Riso. Sim, o nosso sorriso foi silenciado coletivamente – nos obrigando a usar máscaras – algo que só víamos os assaltantes usando – quando decidiam assaltar uma AGÊNCIA BANCÁRIA.

 

Por que lembro isso? Por que a nossa INTENÇÃO INICIAL com a apresentação desse BOLO FILOSÓFICO para comemorar os nossos 60 ANOS de Emancipação do nosso Município, era justamente mostrar a importância do nosso Planeta, a importância de voltarmos os nossos olhos para esse Organismo Vivo que passa por dificuldades, a importância de voltarmos o nosso OLHAR para o coletivo.

 

Para a construção desse Bolo Filosófico dos 60 Anos, protocolei um ofício junto ao Governo Municipal, o qual de imediato foi acolhido pelo Prefeito Boaventura Motta e pelo seu vice, Claudio Rodrigues e o estafe do seu Gabinete, envolvendo Jones de Souza – um dos maiores entusiasta pelo projeto – e o assessor de imprensa Gerson Kaiser. A solicitação foi repassada para a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer que estava encarregada da realização dos eventos em comemoração aos 60 Anos.

 

Na mesma semana que protocolei, recebi um ofício do Secretário de Cultura e Esportes, dizendo que não havia tempo hábil, para a construção desse Bolo Filosófico, descartando de imediato essa iniciativa.

 

Estive na sua Secretaria por duas vezes e não consegui encontra-lo. A minha intenção, numa possível reunião, era mostra-lo que, o que precisávamos na verdade era definir um local para a colocação desse Bolo Filosófico. Quanto a sua confecção, a INTENÇÃO era envolver a comunidade escolar, o trabalho voluntário de alunos e professores. Nesta movimentação, é claro, o trabalho de ir disseminando o conteúdo que estão nesses Pensamentos Acrósticos, colocando em prática essa INTENÇÃO.  

 

Diante desta impossibilidade, foi que resolvi simplificar e transformar o “Bolo Filosófico”, numa EXPOSIÇÃO que dei o nome de: “PAZ E LUZ NOS ACRÓSTICOS DE JESUS”. Os painéis com os Acrósticos, encontram-se no Saguão da Prefeitura Municipal e todo o seu conteúdo está sendo doado para fazer parte do Acervo Cultural do Município, que arcou com as despesas da estrutura.

 

Desde já, quero agradecer a sensibilidade do Prefeito Motta e do seu vice, Cláudio Rodrigues, bem como, do chefe de gabinete, Jones de Souza – que de imediato, determinaram que fosse encontrado uma forma legal de montar-se uma estrutura para a sua REALIZAÇÃO.

 

Meus agradecimentos a todos, absolutamente todos que de uma forma ou de outra contribuíram para que isso pudesse acontecer – de maneira toda especial ao Governo Municipal, pelo apoio e o respeito a Cultura.

 

Um agradecimento especial também, ao empresário Valdir Soares de Almeida, dono da Metalúrgica Soares, que colocou a nossa disposição a sua empresa para a montagem desta estrutura, demonstrando acima de tudo sensibilidade e um grande apreço a arte, a evolução da humanidade.

 

Acreditem, como dois mais dois são quatro, esse TRABALHO NÃO PARA POR AQUI.

 

No próximo ANO, no dia 7 de setembro, O NOSSO PAÍS, que nada mais é, ou deveria ser a nossa própria CASA, O NOSSO próprio LAR, AMPLIFICADO, vai estar completando 200 ANOS de Independência do jugo de Portugal...

 

E para homenagear essa data, nós vamos estar expondo, 200 PENSAMENTOS ACRÓSTICOS com o nome do Mestre, versando sobres as Leis da Existência. E paralelo a tudo isso, vamos lançar também a ideia da construção de um Monumento de valorização a Educação – um projeto com o sugestivo nome – “Coloque a sua Mão e dê um Grande Abraço na Educação”.

 

Nesse monumento, a nossa INTENÇÃO é esculpir com areia, cimento (concreto), 522 mãos, sintetizando os 522 Anos do nosso Descobrimento... Essa é a nossa INTENÇÃO, OU SEJA, A INTENÇÃO é o princípio que move a AÇÃO. Falando em intenção, em 2019, a minha intenção pessoal era construir uma residência de alvenaria, sem usar tijolos, apenas usando garrafas petes.

 

O que era uma INTENÇÃO, dois anos depois, é hoje uma doce REALIDADE. É o meu novo lar, a nova sede do Jornal, onde estou escrevendo essa matéria.

 

Esse projeto, em homenagem a EDUCAÇÃO, tem a INTENÇÃO de abrigar, a INTENÇÃO de agasalhar 365 PENSAMENTOS ACRÓSTICOS com o nome do Mestre – um para cada dia do Ano...

 

Antes de ficarem ancorados nesse local, esses 365 Pensamentos farão parte de uma EXPOSIÇÃO no local onde o Mestre nasceu e viveu e nos legou todo esse CONHECIMENTO..., que na minha humilde opinião, NADA MAIS É DO QUE AS SEMENTES DE UMA NOVA ERA DE AMOR E PAZ..., o Terceiro Milênio que estamos adentrando...

 

Por que a presença dos Três Poderes nessa Exposição?

 

Antes de continuarem a leitura desse texto..., eu convido a todos para fazerem de contas que estão participando de uma SOLENIDADE DE ABERTURA, com o devido respeito e a dignidade que essa EXPOSIÇÃO MERECE.

 

JUNTOS vamos fazer um MINUTO DE SILÊNCIO em respeito a memória das mais de 615 mil pessoas que tiveram a sua VIDA terrena interrompida por essa PANDEMIA que assolou o nosso país e o mundo...

 

Como estamos vivos, celebrando os 60 Anos de Emancipação Política Administrativa do nosso Município, “como o trabalhador fiel que persevera na luta santificante até o fim”, vamos CELEBRAR A VIDA, COM UMA CALOROSA SALVA DE PALMAS...! Pode Ser? Faça isso, onde estiver lendo esse texto, como se tivesse participando de uma Cerimônia de Abertura desta Exposição.

 

Voltando a essa EXPOSIÇÃO, lembrando Castro Alves, eu também diria que “o FAROL do oceano irado é sempre uma estrela em solidão. Ilumina a estrada, buscando a lâmpada do Mestre que jamais nos faltou”.

 

O que dizer? O que falar? Confesso que prefiro escrever, registrar, mostrar e deixar o POVO PENSAR...

 

Uma coisa eu posso afirmar – Jesus é de fato o nosso Mestre Imperecível e os seus Ensinamentos sobre as Leis da Existência, é e sempre será o nosso Código, a nossa Lamparina do Amor que eternamente iluminará os nossos passos.

 

Em todos esses PENSAMENTOS ACRÓSTICOS, posso afirmar que existem a energia, a presença, as digitais do Mestre..., motivo pelo qual, atribuo todo este conteúdo a Ele próprio através da Sua Energia Transcendental.

 

Como já dizia o poeta “Avança... Avancemos..., com Cristo em nós, conosco, por nós e em nosso favor, e o Cristianismo que precisamos reviver à frente das tempestades, de cujas trevas nascerá o esplendor do Terceiro Milênio”.

 

Em sua belíssima POESIA, intitulada “O Livro e a América”, Castro Alves, com maestria, falando especialmente sobre o BRASIL, nos dizia:

 

Talhado para as grandezas,

Pra crescer, criar, subir,

O Novo Mundo nos músculos

Sente a seiva do porvir...

 

... As cataratas — pra terra,

As estrelas-para os céus

Lá, do polo sobre as plagas,

O seu rebanho de vagas

Vai o mar apascentar...

 

Eu quero marchar com os ventos,

Saciando o ódio profundo...

 

— Com as garras nas mãos do mundo,

— Com os dentes no coração?...

 

"Marchar!... Mas como a Alemanha

Na tirania feudal,

Levantando uma montanha

Em cada uma catedral?...

 

Não!... Nem templos feitos de ossos,

Nem gládios a cavar fossos

São degraus do progredir...

 

Lá brada César morrendo:

"No pugilato tremendo

"Quem sempre vence é o porvir!'

 

Filhos do século das luzes!

Filhos da Grande nação!

Quando ante Deus vos mostrardes,

Tereis um livro na mão:

O livro — esse audaz guerreiro

Que conquista o mundo inteiro

Sem nunca ter Waterloo...

 

Éolo de pensamentos,

Que abrira a gruta dos ventos

Donde a Igualdade voou!...

Por uma fatalidade

Dessas que descem de além,

O século, que viu Colombo,

Viu Gutenberg também.

 

Quando no tosco estaleiro

Da Alemanha o velho obreiro

A ave da imprensa gerou...

O Genovês salta os mares...

Busca um ninho entre os palmares

E a pátria da imprensa achou...

 

Por isso na impaciência

Desta sede de saber,

Como as aves do deserto —

As almas buscam beber...

Oh! Bendito o que semeia

Livros... livros à mão cheia...

E manda o povo pensar!

O livro caindo n'alma

É germe-que faz a palma,

É chuva-que faz o mar.

 

Vós, que o templo das ideias

Largo — abris às multidões,

Para o batismo luminoso

Das grandes revoluções,

 

Agora que o trem de ferro

Acorda o tigre no cerro

E espanta os caboclos nus,

Fazei desse "rei dos ventos"

— Ginete dos pensamentos,

— Arauto da grande luz!...

 

Bravo! a quem salva o futuro

Fecundando a multidão!...

Num poema amortalhada

Nunca morre uma nação.

 

 

Ao resguardar o Direito,

Mantendo a Justiça e o Bem,

Luta e rasga o próprio peito,

Mas não desprezes ninguém!…

 

Levanta o grande futuro,

Ergue tranquilo e seguro,

A paz nobre e varonil!…

À humanidade que chora,

DENUNCIAR ESTE ANÚNCIO

Clamando: “Senhor… e agora?!”

O Cristo aponta: Brasil!…

 

Hoje, que o mundo te espera

Para as leis da Nova Era,

Por Brasília envolta em luz,

Que em ti a vida se integre,

De Manaus a Porto Alegre,

No Espírito de Jesus!…

 

 

Sim..., isso mesmo – BRASIL...

Que no próximo Ano

Vai completar dois séculos...

200 Anos de Independência do jugo de Portugal...

 

E, acreditem... Essa jovem cidade

Que hoje completa 60 Anos de Emancipação,

Vai presentear o povo Brasileiro

Com uma Exposição semelhante a essa

Onde estarão 200 PENSAMENTOS ACRÓSTICOS

Com o nome Dele...

 

E vamos continuar marchando...

Exaltando..., levando PAZ e LUZ

NOS ACRÓSTICOS DE JESUS

Também para outros cantos do mundo...

 

Acreditem! É nossa INTENÇÃO para 2023, ou seja, daqui há dois anos, fazermos uma EXPOSIÇÃO semelhante com 365 PENSAMENTOS ACRÓSTICOS na Terra onde o Mestre nasceu e viveu entre nós, na Palestina, divisa com Israel...

 

Na sequência..., é nossa INTENÇÃO, finalizar um Grande Projeto que leva o sugestivo nome:

COLOQUE A SUA MÃO E DÊ UM ABRAÇO NA EDUCAÇÃO...

 

Uma belíssima homenagem a EDUCAÇÃO, que nada mais é do que o PAI e a MÃE DE TODAS AS PROFISSÕES.

 

No campo político e administrativo, o que se visa é não só a valorização e a harmonia entre os PODERES, preservando, é claro, a independência que sempre deve existir, como também a importância do diálogo, a importância do comprometimento, a importância da lisura e o respeito que devemos ter com todos e em todos os SETORES...

 

A intenção é buscar e sedimentar uma pacificação, a união de todos os seguimentos sociais em torno do nosso crescimento como um todo, material e espiritual. (continua)..., ..., ...,

 

Não deixe de ler em breve – O SONHO, dialogando com os sábios, um livro que está no forno...

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Banner Mirante
Banner emprego
Banner violência se limite
Banner Einstein
Banner pedrão 2018