banner dengue SMI

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
O recurso da oração
  Data/Hora: 27.mai.2022 - 8h 38 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Paulo Hayashi Jr., 

 

Orar não é recitar maquinalmente versos decorados. Tampouco é para a satisfação dos eventos sociais. Quem reza de maneira autêntica e profunda movimenta não apenas os sentimentos favoráveis como também angaria inspiração e energia para a resolução dos problemas ou o agradecimento sincero.

 

A oração em silêncio e em isolamento representa a similaridade do ser humano com a fototaxia das plantas em crescer em direção à luz. De movimentar-se para o firmamento e da busca do equilíbrio mesmo em situações adversas. É se alinhar com as potências do universo que deixam a disposição legítimos recursos de ajuda para os que têm a humildade de pedir, tal como espelho que reflete os raios solares para onde são direcionados. Orar é entrar em contato com seus pensamentos, sentimentos e atitudes íntimas em relação à renovação interna e ao aprimoramento individual. De buscar tanto a tranquilidade quanto as forças necessárias para a mudança.  

 

A reza feita de maneira integral, com os pensamentos, coração e corpo faz com que haja a potencialização das capacidades humanas, como se retirasse forças de onde não havia nada antes. Com a oração honesta a fé move montanhas, pois o indivíduo consegue transcender seus limites e de realizar com confiança. Mais do que simples atitude, a oração representa legítima manifestação da condição do ser humano de co-criador de seu próprio destino e de sua verdadeira natureza: "Vós sois a luz do mundo" - Mateus (5:14).

 

Paulo Hayashi Jr. - doutor em administração pela UFRGS. Professor e pesquisador da Unicamp. 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner emprego
Banner Einstein
Banner Mirante
Banner pedrão 2018
Bassani
Banner violência se limite
Rose Bueno Acessórios