Banner eleitoral

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Cultura
João Maria
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Empregada assume cargo inédito na Segurança da Itaipu Binacional
  Data/Hora: 28.set.2023 - 17h 16 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

De agente a assistente de segurança, Regiane Maria Biassu Ramos trilhou um caminho de sucesso

 

Da Assessoria - Fotos: arquivo pessoal - Setor tradicionalmente masculino, a Segurança Empresarial de Itaipu conta, pela primeira vez, com uma mulher numa função de comando. A empregada Regiane Maria Biassu Ramos, da Divisão de Segurança da Central, assumiu recentemente o cargo de assistente de Segurança, mais uma conquista das mulheres que trabalham na usina binacional. 

 

Na Segurança Empresarial trabalham 155 homens e apenas oito mulheres. Além de Regiane Ramos, são cinco agentes, uma secretária e uma profissional que dá suporte administrativo na Divisão de Planejamento e Atividades Especiais. 

 

Depois de anos de espera por uma promoção, a assistente de segurança diz que essa foi uma grande conquista em sua carreira. "Eu me sinto muito orgulhosa por este feito, pois desde que estou na empresa venho quebrando paradigmas”, afirma. 

 

A promoção chegou depois de 15 anos de casa. Ela esperava mesmo que, ao longo do tempo, pudesse ser reconhecida e assumir o posto em que está hoje. “Ser reconhecida e crescer na carreira é o que todos esperam.  Estou vivendo um momento muito feliz e de gratidão no meu trabalho”. 

 

O cargo de agente de segurança tem como atribuições executar as normas e seguir as determinações que chegam até a Segurança Empresarial. No atual cargo, como assistente de segurança, Ramos é responsável por orientar e fiscalizar o trabalho dos colegas. 

 

Para ela, a palavra que define sua carreira é orgulho, não só por fazer parte da Segurança Empresarial, mas “desta empresa maravilhosa”. Embora esteja em uma área tradicionalmente masculina, ela garante que nunca se sentiu discriminada. “Sempre trabalhei bem com os colegas e conquistei meu espaço e o respeito de todos”.  

 

Desafio é ampliar 

Para a coordenadora do Programa de Incentivo à Equidade de Gênero da Itaipu, Erika Patrícia de Souza Davies, a promoção da colega é um avanço importante e significativo, mas o desafio é ampliar o número de mulheres na área de Segurança. 

 

Ela lembra que, no passado, houve critérios de seleção desfavoráveis (e injustificáveis) que impactaram na participação feminina, restringindo o número de mulheres concorrendo a determinados cargos, em especial ao de agente de segurança. 

 

Davies cita, como exemplo, a exigência de habilitação na categoria "C" e de formação em curso de escolta armada, sendo que agentes de segurança não têm entre suas atribuições conduzir caminhões ou veículos mais pesados que camionetes - tampouco de fazerem escolta armada, nos termos preconizados pela lei. “A conquista de postos de liderança é apenas o primeiro passo de uma longa caminhada”, avalia a coordenadora. 

 

Regiane Maria Biassu Ramos é casada com Gilberto e tem uma filha, a Franciele. 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Rose Bueno Acessórios
Banner Exposição
Banner pedrão 2018
Banner Mirante
Banner emprego
Banner Einstein
Banner violência se limite
Bassani