banner itaipulândia junho

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Cultura
João Maria
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
IFPR inaugura bloco de laboratórios que contou com investimento de R$ 4 milhões da Itaipu
  Data/Hora: 15.nov.2023 - 8h 25 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

Na solenidade, a Binacional assinou outro convênio na ordem de R$ 2,3 milhões para reforma do ginásio e dos vestiários.

 

Da Assessoria - fotos: Sara Cheida - O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Enio Verri, participou da inauguração do novo bloco de laboratórios do Instituto Federal do Paraná (IFPR), em uma solenidade nesta terça-feira (14), no campus da instituição, em Foz do Iguaçu.

 

A Itaipu Binacional investiu R$ 4.006.248,01 na construção dos laboratórios e na aquisição de mobiliário e equipamentos. O recurso também foi utilizado na implantação de uma rede lógica e de uma usina de painéis fotovoltaicos que vai suprir em até 40% a energia elétrica utilizada no campus.

 

Durante a cerimônia, foi assinado um novo convênio de R$ 2.320.716,71 para reforma dos vestiários, do ginásio poliesportivo e a implantação de um novo sistema fotovoltaico. O repasse começará em março de 2024 e o convênio tem uma vigência de 14 meses.

 

Para Enio Verri, o investimento na educação está relacionado aos valores da Itaipu. “A Itaipu existe porque existem profissionais qualificados que construíram e fazem a gestão da usina. Portanto, investir no Instituto Federal de Foz de Iguaçu é reconhecer e acentuar o respeito que Itaipu tem para a formação técnica da população”, afirmou.

 

Também prestigiaram a solenidade o diretor de Coordenação da Itaipu, Carlos Cardoni; o reitor do IFPR, Odacir Zanatta; o diretor do campus de Foz do Iguaçu, Anderson Coldebella; a diretora administrativa da Fundação de Apoio à UTFPR (Funtef), Patrícia Mokrzycki; o diretor-superintendente do Parque Tecnológico Itaipu, Irineu Colombo; o representante do Ministério da Educação (MEC), Alexandre Vidor, além de alunos e servidores do IFPR e outras autoridades.

 

Novos laboratórios

 

Com uma área total de 914 m², o bloco conta com nove laboratórios que atendem várias áreas de conhecimento. São laboratórios de informática, de análise qualidade de água e tratamento de afluentes, de alimentos, de microscopia, de desenho técnico, além da sede do Projeto Escritório Modelo.

 

“Com esses laboratórios a gente consegue dar um salto de qualidade no ensino muito grande”, afirmou Anderson Coldebella. “A Itaipu sempre foi apoiadora do IFPR desde a doação desse espaço onde foi construído o campus, passando por outros projetos e agora com a construção desse laboratório e do sistema fotovoltaico”, concluiu.

 

Quinze anos do IFPR

 

Após a solenidade, foi lançado o livro “15 anos dos Institutos Federais: História, Política e Desafios”, organizado pelos professores Eliezer Pacheco e Rodolfo Fiorucci. A publicação é financiada por Itaipu e conta a história da Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica, criada em 29 de dezembro de 2008.

 

Atualmente a rede tem 38 Institutos Federais, dois Centros Federais de Educação Tecnológica (CEFET) e o Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. São 680 unidades em 570 municípios brasileiros, com cerca de um milhão e meio de estudantes e 85 mil servidores. É a rede de ensino com maior capilaridade de todo o País.

 

“Esse livro traz um panorama geral de tudo que essa rede significa de avanço na educação profissional, principalmente, em termos de inclusão daqueles estudantes que mais precisam ter acesso”, afirmou o reitor Odacir Zanatta.

 

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,9 bilhões de MWh. Em 2022, foi responsável por 8,6% do suprimento de eletricidade do Brasil e 86,3% do Paraguai. A empresa tem como missão “Gerar energia elétrica de qualidade com responsabilidade social e ambiental, contribuindo com o desenvolvimento sustentável no Brasil e no Paraguai.”

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Bassani
Banner Mirante
Banner emprego
Banner pedrão 2018
Banner Einstein
Banner Exposição
Rose Bueno Acessórios
Banner violência se limite