banner itaipulândia junho

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Cultura
João Maria
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Bom senso e boa vontade - Acúmulos benditos
  Data/Hora: 8.fev.2024 - 23h 22 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Paulo Hayashi Jr. - Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp. 

 

A ação caridosa feita de forma espontânea leva aos bons frutos que pavimenta o caminho à Deus. É a santificação do ser com o aprimoramento da sociedade de modo a despertar o que há de melhor em todos nós. Quem auxilia na iluminação do mundo desperta para si também os louros do reino da luz. É estar de bem consigo mesmo e com os outros de modo aprazível à divindade também. Este Pai bondoso e misericordioso que nos traz à vida como oportunidade do aprimoramento, do trabalho e do amor.

 

As experiências em nossa existência são legítimos tesouros que acumulamos e nos enriquecemos conforme nosso desenvolvimento moral e direção dada às nossas ações. O bom senso e a boa vontade são fundamentais para que se tenha condições de acertar mais do que errar. Além disso, de cultivar a humildade ao invés da soberbia. A presteza ao invés da inércia. A caridade em detrimento do egoísmo. Mais do que meros seres materiais, é essencial recordar de nossa essência espiritual e propósitos. Temos em nossa vida tudo que precisamos para o progresso, em especial, os recursos da oração. Com ela, é possível organizar a casa mental para realizar a devida renovação interior. É a luta diária contra inimigos hercúleos que são as nossas más tendências e vícios do passado. Para a perfectibilidade do ser, cada canto conta e é preciso reflexão constante para que não se acostume com os erros e imperfeições, por menores que sejam.

 

Viver é uma eterna aprendizagem através das lições que são executadas para se chegar mais próximo de Deus.

 

 Acúmulos benditos

 

O que juntamos na vida como legítimos tesouros têm valor depois do nosso desencarne? Pode parecer uma pergunta estranha à primeira vista, todavia representa um dos aspectos essenciais em uma existência bem vivida. O que implica em uma aprovação da consciência individual e do universo como um todo. Alguns buscam a fama ou o dinheiro transitório que se dissipa como névoa após algum tempo. Outros, procuram posições sociais de destaque, mas sem qualquer base moral ou aspecto da verdade maior. Para os discípulos de Cristo, há a seguinte observação: "Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração" (Mat 6:21).

 

O tesouro depende do polimento do coração, assim como dos pensamentos que  direcionam os esforços para a conquista justa. Neste ponto, pode-se destacar a relevância da estética e do belo para buscar os haveres que importam de modo atemporal. Desde a antiguidade sabe-se que o mundo é cheio de ilusões e armadilhas das aparências transitórias que  distorcem a leitura da realidade. Assim, o belo e a estética como os esforços tanto dos sentidos físicos quanto da inteligência e da razão para que o indivíduo alcance o cerne de um caminho superior. É o refinamento dos sentidos que leva à transcendência do ser. Todavia, não de modo egoico ou materialista, mas altruísta e com conhecimentos transcendentais. Um aprimoramento tanto do lado racional e emocional, quanto espiritual. 

 

O caminho da perfeição é longo e contar com gostos que enobrecem e elevam o ser representa ter a naturalidade do progresso e da afinidade com o bem, o belo e a verdade maior.

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Exposição
Banner pedrão 2018
Banner emprego
Banner Mirante
Banner Einstein
Bassani
Banner violência se limite
Rose Bueno Acessórios