banner itaipulândia junho

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Cultura
João Maria
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Roda de conversa aborda o ‘Maio Amarelo’ com os trabalhadores da subestação da Copel
  Data/Hora: 22.mai.2024 - 10h 58 - Categoria: São Miguel do Iguaçu  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - O Governo Municipal de São Miguel do Iguaçu, por intermédio da Secretaria de Assuntos Comunitários, Segurança e Trânsito, realizou na manhã desta quarta-feira, 22, uma roda de conversa com os trabalhadores que estão construindo a subestação da Copel no município, abordando o tema: ‘Maio Amarelo’.

 

 

 

A conversa foi conduzida pelo inspetor da Guarda Municipal, Paulo César S. do Carmo. “Falamos sobre norma de segurança e de convívio no trânsito, além de direção defensiva e, principalmente, o uso dos equipamentos de segurança do veículo”, explicou.

 

O funcionário Flávio de Souza afirmou que a roda de conversa foi bem educativa. “Aproveitei ainda para tirar algumas dúvidas sobre a legislação do trânsito”, emendou.

 

A assistente administrativa de obra, Tatiane Goulart, contou que foi um momento de conscientização para todos sobre a importância de respeitar e seguir as leis de trânsito. “É preciso esse reforço para que cada um se desperte diariamente da necessidade de cumprir as leis”, destacou.

 

O responsável pela Segurança do Trabalho da empresa responsável pela obra, Diógenes da Silva Santos, contou que a conversa aconteceu após um convite feito para a Guarda Municipal falar sobre o tema aos trabalhadores, cerca de 40 em todo o canteiro de obras, vindos de todo o Brasil. “O trânsito é o maior causador de morte atualmente no Brasil. É preciso partir de cada um a mudança desta triste realidade”, alertou.

 

Uma das atuais preocupações no trânsito, além dos veículos e pedestres, são os patinetes e motos elétricas. “Estamos registrando inúmeros acidentes com esses equipamentos porque imprimem uma certa velocidade e os condutores não usam instrumentos de segurança, como capacete e tornozeleiras, por exemplo”, alertou o diretor de Segurança, Ricardo Magagnin. “Não existe uma lei específica para regular esses equipamentos de transporte”, completou.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner emprego
Banner Mirante
Banner Einstein
Banner pedrão 2018
Banner Exposição
Bassani
Banner violência se limite
Rose Bueno Acessórios