Banner dengue 2021

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
FORÇA NEYMAR! Acredito que vamos passar pela Alemanha e estarás inteiro para a final no próximo dia 13, no Maracanã...
  Data/Hora: 7.jul.2014 - 11h 52 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

“A desgraça abre a alma a uma luz que a prosperidade não vê”. (Locardeire)

 

Fotos: Internet - Vejam como são as coisas – levantei ontem de manhã, (06), por volta das 4h30, meu horário preferido – em mente, elaborar uma matéria sobre a recuperação do Neymar... Meu desejo, assim que postá-la no site, era repassá-la por e-mail a CBF, bem como, a própria assessoria do atleta para que ele tivesse conhecimento da matéria... Devido a uns imprevistos nas redes sociais, não consegui...


Minha intenção era demonstrar a ele, como nos ensina Sócrates, “que existem muito mais coisas entre o céu e a terra do que a nossa vã filosofia possa imaginar”. No caso dele específico, envolvendo a sua lesão – o tema giraria em torno daquele pensamento que diz: “a desgraça abre a alma a uma luz que a prosperidade não vê”.

 

A alegria contagiante de NeymarCOMO ASSIM? É de fato difícil de explicar, mas tem certas coisas que simplesmente acontecem... Meu avô, o saúdoso Joaquim Teixeira, mas conhecido como Joaquim Mineiro – era benzedor – um cristão fervoroso. Ele levantava por volta das 6h00 da manhã... E todos os dias, absolutamente todos os dias – mesmo sem saber ler e escrever – orava e meditava das 06 às 07h da manhã – e repetia tudo de novo no período da tarde entre as 18 e 19 horas.

 


E o que o Neymar tem a ver com isto? Simplificando, eu diria que  que o Neymar tem em comum com o meu avô, é a bondade no coração... Esse mesmo sorriso que o Neymar demonstra em campo – parece a cópia fiel e insofismável do sorriso do meu avô... Mesmo na casa dos 70 anos de idade, ele era veloz, ágil e de uma energia muito acima da média dos demais da sua idade...

 

Eu me lembro – numa certa tarde – eu estava com ele carpindo numa plantação de arroz – e de repente o tempo fechou (aquelas chuvas rápidas de verão) – e o meu avô me falo: “Vamos correr que estamos suados e se essa chuva nos pegar podemos ter um resfriado”. Soltou a enxada e saiu correndo. 


No percurso entre a roça e a casa, tinha uma porteira que estava fechada... Como se estivesse levitando, ele apoiou uma mão em cima do mourão da porteira e saltou como se não tivesse nada pelo caminho... Eu, ainda criança com os meus 12 ou 13 anos de idade, não acreditava no que estava vendo...

 

Eu costumava ir com ele retirar cascas de árvores – as quais ele usava para fazer umas garrafadas de remédio – o qual receitava para as pessoas que o procuravam... Todos os dias – de segunda a sexta-feira, sempre existia uma fila de gente que o procurava reclamando de uma coisa ou de outra. Quanto ele chegava ao pé da árvore para retirar a casca – ele fazia uma oração e pedia licença para a Mãe Natureza...



E O QUE TEM A VER O NEYMAR COM TUDO ISTO? Assisti ao jogo contra a Colômbia juntamente com os meus familiares (minha esposa Gisa, meus filho Ricardo, minhas filhas Tita e Tati, os meus netinhos Arthur e Ágata e o Daniel, namorada da minha filha) Assim que o Neymar se machucou, dado a violência do impacto eu cantei a bola: houve fratura, se não fizermos alguma coisa, ele vai ficar de fora da final...

 

E O QUE PODE SER FEITO? Há Cerca de três anos atrás, ao disputar um dos rachões que realizamos todas as quartas e sábado na AABB de São Miguel do Iguaçu, numa disputa para cortar um cruzamento pelo alto – eu levei uma cotovelada que atingiu o meu rosto – um corte com sangramento a cerca de dois centímetros do olho...

 

Na hora, todos queriam me levar para o Pronto Atendimento... Eu disse a eles: “Continuem o jogo que eu vou me tratar...” Lavei o rosto – usei o próprio colete que estava usando para estancar o sangramento e me dirige ao Pronto Atendimento dirigindo o meu próprio carro. Cheguei lá, a sugestão era de que existia a necessidade de fazer pontos... Na hora eu me lembrei dos ensinamentos do velho, Mestre...

 

“Vamos usar aquela fita adesiva, unindo as partes”, essa foi à sugestão que terminou prevalecendo... Mesmo com a receita na mão, não passei pela Farmácia... Cheguei em casa, relaxei, procurei afastar mentalmente todo e qualquer resquício de raiva ou rancor com relação ao lance que originou este acidente – pedi ao Pai que solicitasse a essa Inteligência Amorosa Universal que rege o universo e nos deu a VIDA,  que cuidasse do local...

 

Deitei e dormi. No outro dia, não tinha nenhum inchaço – o local do corte estava cicatrizado e era difícil dizer que havia acontecido alguma coisa ali... Ninguém acreditou no que aconteceu... Em outra oportunidade, essa bem mais recente – eu treinando o meu neto Arthur (sete anos de idade), que diz que quer ser goleiro do Corinthias quando crescer – ao tentar defender uma bola – ele machucou a mão e caiu no chão gritando de dor...

 

Eu cheguei correndo – peguei a sua mão – apertei o dedo lesionado e flexionei ele para frente – e o meu neto na hora sorriu e disse: “o que o vô fez que a dor passou”. 

 

E O QUE DÁ PARA SER FEITO NO CASO NEYMAR? O Neymar é o tipo da pessoa que transpira bondade – e quando não se tem maldade no coração essa conexão com essa CONSCIÊNCIA DIVINA, se faz de forma natural - e se essa for a vontade do CRIADOR, basta apenas um pedido seu... 


Um diálogo com o Mestre, como se estivesse dialogando com o seu próprio Pai... Se analisarmos o seu comportamento diário, vamos analisar que em todas as vezes que ele errou, pediu desculpas e sempre valorizou a importância do seu pai, a importância da FAMÍLIA EM SUA VIDA.

 

Mesmo aos 22 anos de idade, ele ainda trás um ar de pureza e ingenuidade no olhar – ele não tem maldade. Ou seja, mesmo não sendo visível e perceptível, tem ao seu lado aquilo que as crianças têm – um escudo protetor que se chama inocência, pureza, bondade – uma vontade imensa de ajudar e AJUDAR...

 

Força Neymar! E acredite, mesmo não estando aí do seu lado, nas minhas orações diárias estou procurando injetar um pouco desta energia – e acredito que vamos passar pela Alemanha, pois os teus companheiros vão incorporar um pouco da sua energia e ganhar esse jogo – mesmo tratando-se da forte seleção alemã...

 

Um grande abraço, meu Garoto... Essa matéria eu queria postar ela ontem de madrugada – mas não deu, tive que passar o dia me defendendo nas redes sociais... E acredite, estou absolutamente certo de que estarás inteiro para a final no próximo dia 13 no Maracanã...

 

João Maria Teixeira da Silva.



 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Einstein
Banner Mirante
Banner emprego
Rose Bueno Acessórios
Banner pedrão 2018
Bassani
Banner violência se limite