Banner Agenda

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
MPF/PR participa de audiência pública que discutiu reforma agrária no Paraná
  Data/Hora: 12.mai.2017 - 18h 31 - Categoria: Geral  
 
 
clique para ampliar

Encontro tratou de uma série de demandas dos trabalhadores rurais sem terra, entre elas a criação de um plano emergencial para adquirir áreas a fim de assentar famílias

 

Foto: Internet - O Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR), por meio da procuradora Regional dos Direitos do Cidadão (PRDC), Eloisa Helena Machado, participou de audiência pública realizada na última quinta-feira, dia 11, na superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Curitiba, que tratou da criação de um plano emergencial para adquirir áreas a fim de assentar cerca de 11 mil famílias acampadas no Estado até dezembro de 2018, e discutiu também a execução do Plano de Desenvolvimento Integral dos Assentamentos.

 

A realização da audiência foi solicitada pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Além do MPF/PR, participaram representantes do Incra no Paraná e em Brasília, Ministério Público Estadual, Defensoria Pública do Estado e Secretaria de Assuntos Fundiários do Estado do Paraná. Durante o encontro foi criado um grupo de trabalho para acompanhar a reforma agrária, cuja primeira reunião será realizada no dia 23 de junho.

 

O grupo de trabalho terá o objetivo de instruir processos para garantir a obtenção de terras a fim de assentar as famílias acampadas. O grupo também deverá organizar um plano emergencial para cada área, com definições dos procedimentos e datas em que elas serão adquiridas.

 

Outro ponto destacado na audiência foi a importância de ampliar a estruturação dos assentamentos já existentes no Paraná em que vivem aproximadamente 23 mil famílias. Conforme prevê o Plano de Desenvolvimento Integral dos Assentamentos (PDA), até dezembro de 2018 deve ser assegurado aos assentados: estradas em boas condições, habitação, energia elétrica, escola, centros comunitários, centros de saúde, áreas de preservação e reservas legais.

 

Assessoria de Comunicação - Ascom
Procuradoria da República no Paraná
Telefones: (41) 3219-8843/ 8870/ 8934/ 98700-2242/ 98852-7555
Twitter: @MPF_PRPR
 
 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Auditoria da Dívida Publica
Grandinox
Cerâmica Zanoni
Bassani
Banner Abraços
Alquimia
comercial advogado
Pesqueiro das Irmãs
Transmorgan
Banner pedrão