Prefeito é suspeito de comprar terras

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Egressos de Saúde Coletiva da UNILA ganham destaque em atuação na rede municipal de saúde de Foz do Iguaçu
  Data/Hora: 10.out.2017 - 10h 31 - Categoria: Educação  
 
 
clique para ampliar

Quatro profissionais do curso de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA), que atuam no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família, receberam Moção de Apoio pela sua atuação no fortalecimento da gestão do SUS em Foz do Iguaçu. O documento foi aprovado por unanimidade pelo Conselho Municipal de Saúde, que reconhece, entre outras coisas, a importância da graduação em Saúde Coletiva da UNILA, que funciona desde 2012, para a qualidade de vida da população do município.

 

Os sanitaristas (profissionais de Saúde Coletiva) atuaram diretamente na construção do Plano Municipal de Saúde. O plano, elaborado e apresentado este ano, guia as ações do Executivo Municipal na área de saúde para os próximos quatro anos. Quatro egressos da UNILA que participam do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família estão atuando ativamente no apoio aos processos de gestão da área. “Os sanitaristas entram muito firmes na questão da defesa dos preceitos do SUS, tratando a questão com o cuidado que merece e buscando melhorar o que já existe. Enquanto residentes no espaço de gestão, atuando ao lado de toda a diretoria, eles passam o olhar de um SUS limpo e claro, sem paixões e defesas de quem já atua ali por mais tempo”, disse a diretora de Atenção Básica da Secretaria Municipal de Saúde, Lisete Teixeira Paula de Lima.

 

A graduação em Saúde Coletiva da UNILA - que recebeu conceito 4 pelo MEC (numa escala de 1 a 5), em 2016 - é um curso relativamente novo no Brasil. O profissional formado no curso, o sanitarista, é reconhecido dentro da nova Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), e o impacto da atuação dos residentes em Foz do Iguaçu tem sido tão positivo que a Câmara Municipal aprovou, recentemente, a criação de três novas vagas de sanitarista para o próximo concurso público.

 

A sanitarista residente Larissa da Luz, natural de Foz do Iguaçu, diz que o primeiro ano de residência tem sido desafiador, mas muito rico. “É um aprendizado muito grande, estamos participando da elaboração de importantes documentos de gestão e também na concepção do Plano Municipal de Saúde, um processo rico que nos permite realizar ações entre a comunidade e o Conselho Municipal de Saúde”, conta.

 

A residente Maísa Melara, natural de Cascavel, conta que, quando passou a trabalhar como residente nas unidades de saúde, ficou clara a real necessidade do profissional voltado para a formação múltipla. “A nossa formação já trouxe isso, e trabalhar numa unidade de saúde com equipes de enfermagem, médicos e odontólogos é enriquecedor, porém mostra que o profissional de Saúde Coletiva vem questionar o modelo de formação e educação na área de saúde que ainda está voltado para as áreas do conhecimento. É preciso entender que saúde se encontra no processo, e não só no final. E trabalhar num ambiente coletivo de discussão e de gestão compartilhada tem sido nosso maior aprendizado”.

 

Também integram o grupo de residentes os sanitaristas Carlos Meister Arenhart, de Canoas (RS), e Andréia dos Santos, de Valença (BA), ambos pertencentes à primeira turma de egressos de Saúde Coletiva da UNILA.

 

Inscrições abertas

 

Até 31 de outubro estão abertas as inscrições para o processo seletivo do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família. O programa, uma pós-graduação na modalidade lato sensu, oferta 12 vagas - com ingresso em 2018 - para profissionais formados em Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Saúde Coletiva. Os profissionais selecionados terão bolsas a serem liberadas pelo Ministério da Educação.

 

O processo seletivo é regulamentado pelo Edital PRPPG 108/2017 disponível em unila.edu.br/documentos/editais/prppg/108. A inscrição é gratuita e deve ser efetuada exclusivamente pelo formulário on-line de Inscrição. Em caso de dúvidas, acesse a página do Programa de Residência (unila.edu.br/residencia-saude) ou entre em contato pelo e-mail coordenacao.prmsf@unila.edu.br.

 

 

Foto - Sanitarista do Programa de Residência da UNILA junto com a diretora de Atenção Básica, Lisete Teixeira Paula de Lima, e o vice-coordenador do programa, professor Walfrido Svoboda

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Grandinox
Otica PetriU
Banner esporte é vida
Alquimia
Banner pedrão
Bassani
Transmorgan
Cerâmica Zanoni
Laticinios
Banner Abraços