Banner Campanha maio de 2019

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Respeito SIM, Recompensa NÃO
  Data/Hora: 4.mar.2019 - 16h 45 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

 

Rosita Capelo Fonteles

 

Onde erramos no país da corrupção? Talvez em vários aspectos que merecem reflexão para não continuarmos gerando novos corruptos. Observe sutilmente a presença da recompensa na formação do corrupto.

 

Em casa alguns pais quando não conseguem educar os filhos conscientizando de suas obrigações, direitos e deveres, apelam para a recompensa. Se o filho passar de ano ganha um premio, algo que o filho queira. A criança por sua vez aprende a valorizar a recompensa, ignorando seus deveres e obrigações. Em situação de violência domestica, depois da agressão, algumas vítimas são presenteadas por seus agressores. Falta o respeito, mas vem a “recompensa” pelo silêncio ou pelo perdão da vitima.

 

Nas instituições de ensino o papel do educador é de facilitar a aquisição de novos conhecimentos e não mentir ou enganar alunos, alguns podem pensar que assim estarão criando dificuldades que vão fortalecer a resistência dos mesmos. Assim como encontramos também educandos tentando enganar educadores para se beneficiarem. Mas onde não existe verdade dificilmente haverá bom resultado. O que fortalece o lado luz da pessoa é o amor, a verdade e exemplos de virtude.

 

Com os maus exemplos posteriormente, no mercado de trabalho, o educando pode seguir com a mesma conduta, faltando com a verdade e supervalorizando as recompensas. Se vende, sem se preocupar com o certo ou errado. Se um superior comete um delito ele se cala e aceita as recompensas pelo silêncio, passa a agir de acordo com as compensações. Mas quem aceita recompensa por algo que acredita ser errado não se respeita.

 

Na nossa sociedade não é de se admirar que hoje o governo precise oferece recompensa por denuncia de corrupção. Se houvesse consciência de que se deve fazer o que é certo, se denunciaria o errado sem precisar de recompensa. O comportamento do corrupto é desrespeitoso e se apoia na recompensa, na chantagem, em uma negociação que fere a dignidade humana e promove a violência.

 

O adestramento de um cão, por exemplo, também se faz através de recompensa, quando o cão faz o que o adestrador quer ele é recompensado, e a repetição é a chave do adestramento. Apesar dos exemplos de corrupção se repetirem frequentemente na nossa sociedade, através da reflexão e consequentemente da compreensão é possível mudar, favorecendo assim a formação do caráter de um cidadão de bem. O nosso racional nos difere dos animais irracionais, não somos cães, precisamos refletir e exigir RESPETO.

 

Provavelmente em vários momentos ao longo da formação do brasileiro estamos errando, em casa, nas instituições de ensino, na sociedade, e perpetuando a formação de corruptos. Então vale lembrar a campanha da Globo: “Tudo começa pelo Respeito”. Por um Brasil sem corrupção: Respeito SIM, Recompensa Não.

 

Rosita Capelo Fonteles

(rosita_fonteles@hotmail.com)

Março / 2019

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner o fascismo
Banner Teia da operação
Banner brasil
Otica PetriU
Banner a dieta perfeita
Banner conar
Banner pedrão 2018
Banner militares
Banner fotógrafo premiado
Banner Jorge amado