Banner Campanha maio de 2019

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Cursos da UNILA obtêm notas 4 e 5 em avaliação do MEC
  Data/Hora: 12.abr.2019 - 11h 47 - Categoria: Educação  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - Foto: Unila - Sete cursos da UNILA foram avaliados, entre o final de março e o início de abril, por comissões do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação (MEC). Os cursos de Biotecnologia, Geografia Licenciatura e História Licenciatura obtiveram o conceito 5, ou seja, “excelente”. Já os cursos de Engenharia Química, Letras - Espanhol e Português como Línguas Estrangeiras, Filosofia e Matemática obtiveram nota 4, que equivale a “muito bom”.


 

Na visão do pró-reitor de Graduação da UNILA, Lúcio Flávio Gross Freitas, “a avaliação dos cursos feita pelo Inep/MEC é, na verdade, o retrato de como esses cursos vêm respondendo às expectativas e finalidades”. Com essas novas avaliações, chega a 23 o número de cursos de graduação da UNILA já avaliados (de um total de 29). “Destes, 22 têm notas entre 4 e 5 (muito bom e excelente), o que é um resultado extremamente positivo, mostrando que, sim, os cursos têm atendido à sua finalidade social, com impacto direto não apenas na questão local, mas também regional e internacional, que é o foco da nossa Universidade”, salienta.

 

Para Gross, “a ótima avaliação dos cursos de graduação da UNILA reafirma não só a qualidade dos cursos, mas a qualidade da Universidade como bem público. Ratificamos, assim, o nosso compromisso com o ensino superior gratuito e de qualidade”. O pró-reitor ressalta, ainda, que “a nota reflete um compromisso institucional não só com a avaliação, mas com os corpos docente, discente, técnico e, principalmente, com a sociedade como um todo”.

O coordenador do curso de Geografia, Breno Viotto Pedrosa, declara que “é uma grande satisfação ver todo o nosso esforço dando resultado. Isso mostra o trabalho consistente de todo o corpo docente”. Para ele, o curso ainda tem alguns desafios, como a ampliação do corpo docente e a redução da evasão, mas “a avaliação já mostra os frutos do comprometimento de toda a equipe”.


 

A coordenadora do curso de Biotecnologia, Carla C. Grade, destaca que a avaliação do curso com nota 5 reflete “o trabalho duro que tem sido feito, com grande comprometimento pelos professores, coordenadores de curso, técnicos e também pelos próprios alunos. Eles (discentes) ‘vestem a camisa’, e isso foi percebido pela comissão de avaliação do Inep/MEC”, relata. “Saber que temos pelo que trabalhar e por quem trabalhar nos dá uma força extra, e sabemos que temos muita coisa para melhorar, mas este é o primeiro resultado de um esforço coletivo. Agora, vamos continuar batalhando para manter essa nota o mais alta possível”, completa.

 

O coordenador do curso de Matemática, Cleilton Aparecido Canal, destaca: “Ficamos muito contentes com o bom desempenho do curso de licenciatura em Matemática na avaliação do MEC. Esta nota reflete o comprometimento dos alunos, docentes e técnicos com a implantação do curso. Essa avaliação é um importante instrumento para que possamos identificar quais aspectos exigem mais atenção por parte do curso e da UNILA, de modo a implementarmos ações que contribuam para a consolidação do curso, bem como para a melhoria na qualidade”.

 

Esta também é a opinião da coordenadora do curso de Engenharia Química, Andréia Cristina Furtado. “A visita do MEC nos deixa com um resultado muito gratificante. Mostramos que, como instituição, a UNILA tem projetos diferenciados, voltados para a integração e desenvolvimento da região e de toda a América Latina. Na Engenharia Química, a nota 4 foi alcançada com muito esforço, otimizando os recursos disponíveis para criar um curso sólido e de qualidade, e traz consigo a consolidação de todo o trabalho realizado no sentido de formar excelentes profissionais, comprometidos com a profissão e com a sociedade”, declara.

 

Para o professor Rogério de Campos, que é coordenador do curso de Filosofia, “a nota geral 4 é um resultado muito bom para o curso, cujos professores, além de ministrarem aulas para o curso de licenciatura, também atendem a todos os 29 cursos da Universidade, com as matérias do Ciclo Comum de Estudos. A boa avaliação conquistada consolida o curso em sua proposta, a formação acadêmica de filósofos e filósofas, bem como a formação de professores e professoras de Filosofia, com competência em contextos bilíngues e interculturais no campo da pesquisa e da docência. Ressaltamos o equilíbrio entre ensino, pesquisa e extensão como um fator de sucesso, bem como a diversidade curricular da História da Filosofia europeia e latino-americana”.

 

Como funciona a avaliação

O Inep é o órgão responsável pelo sistema de avaliação de cursos superiores no País, produzindo indicadores e um sistema de informações que subsidia o processo de regulamentação, exercido pelo MEC, e garante a transparência dos dados sobre qualidade da educação superior a toda sociedade.


 

Os instrumentos que dão base à produção de indicadores de qualidade e aos processos de avaliação de cursos desenvolvidos pelo Inep são o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) e as avaliações in loco realizadas pelas comissões de especialistas - como esta realizada na UNILA recentemente.

 

No âmbito do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes) e da regulação dos cursos de graduação no País, prevê-se que os cursos sejam avaliados periodicamente. Assim, os cursos de educação superior passam por três tipos de avaliação: para autorização, para reconhecimento e para renovação de reconhecimento.

 

O pró-reitor Lúcio Gross explica que “esta [pela qual estes sete cursos passaram] é a avaliação de reconhecimento. É a primeira das que um curso [após implementado] passa durante a sua vida. É apenas uma das avaliações que atestam a qualidade da Universidade”.

 

Assim, cada curso é avaliado separadamente, em datas específicas. Na visita, que dura dois dias, os avaliadores analisam todas as documentações relativas ao curso, fazem visitas in loco nas instalações da Universidade e reúnem-se com a Comissão Própria de Avaliação, com o Núcleo Docente Estruturante, com o Colegiado de Curso e com os corpos discente e docente. Apenas após reunir as informações sobre todos esses elementos, os avaliadores concluem o trabalho e atribuem a nota. O conceito final é composto pela média entre as notas das seguintes dimensões: Organização Didático-Pedagógica, Corpo Docente e Tutorial e Infraestrutura.

O curso de Biotecnologia, assim como Geografia Licenciatura e História Licenciatura, obtiveram o conceito 5 em avaliação do MEC

 
     
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner brasil
Banner Mirante
Banner a dieta perfeita
Banner Reforma da Previdência
banner idiota útil
Banner Jorge amado
Banner o fascismo
Banner Graciliano Ramos
Banner violência se limite
Otica PetriU