Banner Primeiro Conart

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Já testado e aprovado pelos visitantes, turismo de Itaipu recebe certificado inédito de responsabilidade sanitária
  Data/Hora: 25.jul.2020 - 4h 54 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - Foto: Kiko Sierich/PTI-

É o primeiro atrativo a receber a chancela, entregue aos locais que cumprem os protocolos de segurança sanitária no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus.

 

O Complexo Turístico Itaipu (CTI), que reúne os atrativos da usina, recebeu nesta sexta-feira (24), pela manhã, no Centro de Recepção de Visitantes (CRV), a certificação de responsabilidade sanitária e selo de ambiente protegido.

 

Foi o primeiro atrativo de Foz do Iguaçu a receber a chancela, concedida pela Secretaria Municipal de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Sebrae-PR e Conselho Municipal de Turismo (Comtur). Reaberto após a quarentena restritiva, o CTI foi testado e aprovado pelos visitantes na quarta-feira (22).

 

A outorga atesta os atrativos turísticos, meios de hospedagem, restaurantes e demais estabelecimentos que cumprem os protocolos de segurança sanitária no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

 

A entrega foi feita pelo prefeito Chico Brasileiro e pelo secretário de Turismo, Gilmar Piolla, ao diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, e ao diretor-superintendente do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Eduardo Garrido.

 

“Itaipu está dando um grande exemplo, com essa abertura responsável”, elogiou o prefeito Chico Brasileiro. “Ela mostra que é possível trabalhar o turismo e visitar nossos atrativos de forma segura. Com certeza, servirá de exemplo para outros destinos do Brasil”, afirmou.

 

Para o general Joaquim Silva e Luna, a outorga comprova a responsabilidade da usina de sair na frente para iniciar o movimento de retomada do turismo, num ambiente saudável. “Este selo não só estimula o retorno dos turistas, como reforça a importância de nos conscientizarmos para respeitar a saúde de todos, tomando os devidos cuidados.”

 

“As pessoas querem sair e precisam de lugares seguros para passear. O sol é um componente essencial para a absorção da vitamina D, que provoca o bem-estar. E, em Foz, nós temos isso em abundância”, completou o general.

 

Eduardo Garrido enfatizou o papel da equipe do CTI na conquista da certificação. “O que vemos é um total comprometimento dos nossos colaboradores com as atividades que desempenham. Eles foram capacitados para atender os turistas com segurança e estão engajados para que tudo corra bem e a cidade possa avançar.”

 

Para Gilmar Piolla, o pioneirismo da Itaipu “demonstra o compromisso da empresa com a vida e com a retomada das atividades econômicas do município”. Já a chefe de Comunicação Social e de Turismo de Itaipu, Patrícia Iunovich, disse que chancela estimula a usina a buscar cada vez mais a excelência e oferecer um território seguro para os trabalhadores e turistas.

 

Com várias premiações no setor turístico, a hidrelétrica já foi eleita o 3º Ponto de Referência do Brasil e 6º Monumento na América do Sul. Também foi agraciada com o Prêmio de Excelência e Inovação do Turismo, concedido pela Organização Mundial do Turismo, na categoria Pesquisa, Tecnologia e Inovação.

 

Exigências

Para reabrir o atendimento aos visitantes, os atrativos turísticos, como foi o caso do CTI, assinam um Termo de Responsabilidade Sanitária, no qual se comprometem a adotar todos os protocolos específicos recomendados para o setor, além das responsabilidades empresariais.

 

São mais de 30 exigências. As principais são:

1) Montar barreira sanitária, com tapete sanitizante, medição de temperatura e aplicação de questionário sobre sintomas respiratórios;

 

2) Exigir o uso obrigatório de máscaras descartáveis ou de pano para todos os colaboradores e visitantes;

 

3) Disponibilizar pontos de álcool gel 70 em locais estratégicos para higienização das mãos;

 

4) Manter o distanciamento mínimo de 2 metros em filas de check-in ou embarque e também a demarcação do piso;

 

5) Priorizar o check-in eletrônico na venda dos ingressos;

 

6) Limpeza e desinfecção dos veículos no fim de cada viagem;

 

7) fornecer uniforme, máscaras e equipamentos de proteção individual adequados aos colaboradores;

 

8) realizar busca ativa diária de pessoas (colaboradores e clientes) com sintomas compatíveis com a Covid-19.

 

Os protocolos de segurança sanitária foram instituídos originalmente pelo Decreto Municipal n° 28.114, de 8 de maio, para orientar a retomada das atividades do turismo.

 

Foz do Iguaçu foi um dos primeiros destinos do Brasil a adotar as medidas e a experiência acabou servindo de modelo para outras cidades. Nesta semana, foi editado o Decreto n° 28.337, que atualiza e consolida a legislação sobre o tema, incluindo a previsão de retorno dos eventos sociais e turísticos a partir do dia 1° de outubro.

 

Complexo Turístico Itaipu

O Complexo Turístico Itaipu reabriu as atividades no dia 22 de julho. Com o reforço das medidas sanitárias para resguardar os trabalhadores e atender o visitante de forma segura, a operação retornou de maneira limitada.

 

Na chegada ao CRV, os visitantes são recepcionados na barreira sanitária montada no local para higienizar os pés e as mãos, além de terem a temperatura aferida. O uso de máscaras de proteção facial é obrigatório.

 

Neste primeiro momento, foi reaberta apenas a Visita Panorâmica, que possibilita aos turistas uma visão privilegiada da usina. O passeio ocorre de hora em hora, das 9h às 16h. No primeiro dia de reabertura o CTI recebeu 74 visitantes de 10 estados brasileiros.

 

Turismo de Itaipu

Desde 1976, quando foi aberta para visitação, a Itaipu já recebeu 24 milhões de turistas. Em 2019, Itaipu fechou o ano com 1.028.225 visitantes, estabelecendo um novo recorde de visitação anual, considerando os números das duas margens.

Com as campanhas e melhorias planejadas para o turismo, espera-se superar a marca de 2 milhões de visitantes em um único ano até 2023.

Itaipu também montou um cronograma de revitalização para todos os atrativos do complexo turístico, que será implementado a partir desse ano. A primeira fase das obras no Mirante do Vertedouro já foi finalizada. Também serão feitas melhorias no Centro de Recepção de Visitantes, Mirante Central e Ecomuseu.

 

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,7 bilhões de MWh. Em 2016, a usina brasileira e paraguaia retomou o recorde mundial anual de geração de energia, com a marca de 103.098.366 MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
banner vende apartamento II
Banner Mirante
Banner conar
Calendário eleitoral
Banner Lei Lucas
banner itaipulândia julho II
Banner pedrão 2018
Banner Notre Dame
Bassani
Banner laranja