Banner Primeiro Conart

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Mais de mil mulheres agendaram exame de mamografia durante outubro
  Data/Hora: 6.nov.2020 - 14h 18 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Camila Agner Corazza

 

No site disponibilizado pelo CEONC, pacientes puderam agendar exame de forma online, gratuita e sem aglomerações

 


Diante das preocupações em relação ao novo coronavírus, este foi um ano atípico para o setor da saúde. Com as recomendações de distanciamento social e paralisação de atividades em alguns municípios, muitas pessoas focaram os cuidados em relação a nova doença, mas deixaram de lado outras tantas que continuam merecendo atenção. Uma delas foi o câncer de mama.



Para diminuir essa defasagem e incentivar as mulheres a continuarem suas rotinas de cuidados e exames preventivos, o CEONC Hospital do Câncer apostou em uma campanha diferente para o outubro rosa, concentrando os esforços para os meios digitais.



“Foi pensando nisso que disponibilizamos um site para que as mulheres pudessem agendar suas mamografias online, sem precisar sair de casa. Na primeira semana com site no ar, recebemos mais de 700 solicitações. Ao final do mês, chegamos ao marco de 1.500 formulários”, destaca o médico oncologista do CEONC, doutor Reno Paulo Kunz.



Com a ação, o número de mamografias realizadas aumentou e as possibilidades do diagnóstico precoce acompanharam o ritmo. Afinal, pesquisas indicam que o câncer de mama, quando diagnosticado precocemente, tem as chances de cura aumentadas para até 97%, diminuindo tempo de tratamento e minimizando sequelas (como retirada total ou parcial das mamas e dos linfonodos, por exemplo).



“Estamos muito satisfeitos com o resultado. Sabemos que o coronavírus ainda merece a atenção da sociedade, mas precisamos reforçar a ideia de que as outras doenças como o câncer, por exemplo, não fazem quarentena e, por isso, é necessário se manter alerta e vigilante com a saúde. Mais uma vez, a campanha Outubro Rosa é todo dia conseguiu estabelecer uma linha de diálogo com o público-alvo, convencendo as mulheres a realizarem seus exames”, reforça o doutor Reno.
 


Além do site, o CEONC também disponibilizou adesivos com orientação sobre o autoexame das mamas para lojas e empresas afixarem em adesivos de provadores e vestiários. Nas redes sociais, a conscientização sobre a doença também ganhou espaço.



Sobre o câncer de mama
Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), as estimativas de incidência do câncer de mama para o ano de 2020 indicam o surgimento de pelo menos 66 mil novos casos da doença, ficando atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Sem causas específicas, o câncer de mama possui alguns fatores de risco, ou seja, situações que podem facilitar o surgimento da doença. Entre eles, estão: obesidade e sobrepeso, sedentarismo, alcoolismo e tabagismo, não ter tido filhos, primeira menstruação antes de 12 anos, parar de menstruar após os 55 anos e histórico familiar de câncer de mama e ovário.



Na fase inicial, o câncer de mama pode dar sinais sutis por meio de mudanças geradas nas mamas, como, por exemplo, nódulos fixos e, geralmente, indolores que podem surgir na região dos seios ou axilas; diferença na cor da pele das mamas, deixando a superfície avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja; alterações no mamilo, que pode, ou não, apresentar saída de secreção e pequenos nódulos na região da axila e pescoço.



Durante todo o ano, o CEONC disponibiliza vagas para mulheres a partir dos 40 anos realizarem mamografia gratuita pelo SUS. Para ter acesso ao exame, basta entrar em contato com o CEONC pelos telefones (45) 3324-4116, em Cascavel e (46) 3055-6161, em Francisco Beltrão. As mulheres que preencheram o formulário do site durante o mês de outubro devem apenas aguardar o contato das equipes, que vão confirmar o agendamento.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Einstein
Banner pedrão 2018
Banner violência se limite
Banner laranja
Bassani
Banner conar
banner vende apartamento II
Banner Lei Lucas
Banner emprego
Rose Bueno Acessórios