santa Itaipulândia

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Insônia da madrugada
  Data/Hora: 30.jan.2021 - 4h 51 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar
Por Camyle Hart, via redes sociais,
 
O dia corre tranquilo, tudo sob controle. A gente trabalha, estuda, resolve uma situação e outra e o dia passa normalmente. Tudo parece estar bem.
Então chega a noite e nos distraímos um pouco, descansamos e vamos dormir. Não há dificuldades em pegar no sono e, pronto, adormecemos.
 
Porém, lá pelas três ou quatro horas da madrugada despertamos. Vamos ao banheiro, tomamos um pouco de água e voltamos para a cama. E então começa o pesadelo. É um tal de rola pra cá, vira pra lá, ajeita o travesseiro, tira a coberta, põe coberta... parece que tem pó de mico no lençol. A mente acelera e começamos a lembrar dos problemas. Muitas vezes, são pequenos problemas do dia a dia, mas que, à noite, parecem gigantescos, como sombras enormes vindo para cima de nós a nos sufocar.
 
Aquelas pequenas coisas, que durante o dia pareciam irrelevantes, à noite ganham proporções que nos causam terror, pânico. O sono vai embora e dá lugar à angústia, ao medo. Nada mais nos acalma, somente os primeiros raios de sol entre as cortinas. Situações assim tem se tornado comuns, principalmente na pandemia, quando ficamos muito isolados em casa e mudamos nossa rotina.
 
E essa angústia da madrugada tem uma força e dá tanto desconforto que parece não ter fim. O corpo fica desconfortável, dá a sensação de que é difícil respirar, o peito aperta, dá uma gastura nas mãos e pés e não relaxamos em nenhuma posição. Único jeito é levantar.
 
E o que podemos fazer para aliviar todos estes sintomas e conseguirmos ter uma noite plena de sono?
 
Essencial relaxar no período da noite. Não ficar muito tempo exposto às luzes do celular e computador; ter horário rotineiro para ir dormir; ler um livro; fazer exercícios físicos com regularidade. Porém, o principal é entender que à noite não vamos resolver nossos problemas. Se é uma questão financeira que só poderá ser resolvida no Banco, por exemplo, devemos ter em mente de que só resolveremos a questão quando o Banco estiver aberto, às nove ou dez horas da manhã. Não adianta ficar remoendo a situação várias vezes na madrugada.
 
Respirar e condicionar o cérebro a relaxar à noite. Não é algo impossível de se fazer, basta ir internalizando de que cada situação tem seu momento certo para focarmos e dispender energia em sua direção.
 
“Quando se tem insônia você nunca dorme de verdade e você nunca acorda de verdade.” Clube da Luta
 
 
 
 
 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner pedrão 2018
banner vende apartamento II
Banner violência se limite
Banner emprego
Banner Einstein
Banner laranja
Banner Mirante
Bassani
Banner conar
Rose Bueno Acessórios