Banner dengue 2021

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
A economia, estúpido!
  Data/Hora: 15.mar.2021 - 13h 22 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Mário Eugenio Saturno, 

 

Em 12 de março de 2020, dia que morria a primeira vítima de Covid-19, mas não sabíamos ainda, César Maia, através de seu ex-blog, alertava a Pátria do desastre em curso e de como salvar o Brasil com um estudo de Tomas Pueyo. Isso mesmo, faz um ano que sabemos como combater o inimigo, denominado Sars-Cov-2, mas não fazemos.

 

E por que não fazemos? Se tivemos um patriota a nos alertar, também temos um presidente despatriota a nos governar. Ele crê que ama o Brasil, mas é alguém que se aproveitou de uma condição: trabalhou sete anos no Exército e aposentou ganhando o bom salário de capitão e isso aos 33 anos de idade. Patriota? Os demais anos de "serviço" que ele alega ter foram de estudo em escola de primeiro grau e nas Agulhas Negras. Pois é, você que paga escola particular, ou mesmo você que tem o filho em escola pública, o presidente recebia salário para estudar em boa escola e contando tempo para a aposentadoria. Mas, o pior, ele aprendeu pouco nessas escolas. Se tivesse aprendido Português ou Matemática já faria a diferença.

 

Ele ainda não entendeu porque foi eleito. Ele e sua trupe, não confundir com tropa, é a circense mesmo, acreditam-se inteligentes e conhecedores, mas se percebe a pouca leitura pelo linguajar. Pensam ter o apoio de 57 milhões de brasileiros, mas se soubessem entender números, pesquisas e estatística, saberiam que têm apenas 17 milhões a sustentar essa pauta ignóbil da arminha, os demais 40 milhões de eleitores votaram nele para derrubar as quadrilhas que infestaram o governo federal. E se os petistas não entenderem esse fenômeno, o Jair será reeleito.

 

O mais importante que o Messias e seus egômanos não entendem é que tudo isso deságua na Economia. Como já declamou Bill Clinton décadas atrás: a economia, estúpido! Enquanto Bolsonaro recrutou Paulo Guedes, um economista sem experiência estadista, nem acadêmica, o governador paulista Dória convocou Henrique Meirelles que já havia projetado o governo de Lula e salvo o Brasil após o fracasso de Dilma.

 

A expectativa do Produto Interno Bruto era de -9%, mas o Brasil fechou 2020 com -4,1%, queda menor atribuída ao auxílio emergencial, todavia São Paulo cresceu +0,4%. Cálculos preliminares mostram que a queda do PIB do Brasil sem São Paulo é de -6,2%, uma diferença que demonstra como se combate a pandemia e protege a economia.

 

Depois de um ano, está claro que o presidente não tem condições de governar, já passou da hora dos parlamentares mostrarem seu amor ao Brasil, um patriotismo heroico, colocar o presidente em seu lugar, mostrar intenção e, se for preciso, fazer o impedimento.

 

Há um ano, já tínhamos a receita difundida por César Maia, mas depois de muitas experiências, creio que o “lockdown” ideal para o Brasil é fazer como a China: (1) fecha fronteiras, (2) fecha regionalmente com o tempo e a dureza necessária, usando com rigidez os artigos do Código Penal, e (3) quem quiser entrar no Brasil, tem que fazer teste adequado, estar vacinado no tempo certo ou quarentena de 14 dias. Receita simples que só requer liderança nacional.

 

Mario Eugenio Saturno (cientecfan.blogspot. com) é Tecnologista Sênior do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) e congregado mariano

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Bassani
Banner violência se limite
Rose Bueno Acessórios
Banner emprego
Banner Mirante
Banner pedrão 2018
Banner Einstein