casa dos tecidos

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
POESIA: Pétalas ao Vento
  Data/Hora: 6.ago.2021 - 20h 28 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Mara Regina Ferreira,

 

 

Vendo a imensidão

de areia do Saara

Fico pensando no grão

chamado Mara

Flor que por amor

foi despetalada....

 

 

Suas pétalas do corpo

com violência foram arrancadas

Hoje tenta juntar as pétalas,

difícil pois sua vida

por desamores foram marcadas....

 

Formar novamente a flor

Confiar que nos jardins

da vida onde for

Renascendo das cinzas

ao ser regada com amor,

no seu ser novamente ativo,

ao receber do sol o calor....

 

Amar e ser amada,

o amor no coração

não caminha a nada,

se jardineiros sem cuidado,

jogarem suas pétalas ao vento,

desfolhada ao relento....

 

Deitando poesia nas folhas amareladas

do diário em bolor, no orvalho,

vendo as pétalas na esperança voarem,

que sobrevivam a estações,

para seu coração no voo alcançarem...

 

 

 

 

Direitos Reservado por lei Isso 9.610/98

Texto cod: T7312771

Autora: Mara Regina Ferreira

Poesia: pétalas ao vento

MaraFerreira.1969.ch@gmail.com

Data: 02/08/2021

Hora: 01:12

Rio de Janeiro Brasil

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner emprego
Banner Einstein
banner vende apartamento II
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Banner Mirante
Banner violência se limite
Banner pedrão 2018