Banner novembro azul

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Saída de Requião do PMDB, pode mudar o panorama político no Estado...
  Data/Hora: 7.ago.2021 - 5h 21 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Foto: Tribuna do Paraná (uol) - Depois de 40 anos de ter fundado o antigo MDB no Estado do Paraná, o fato é que, mesmo com a política de avanços na infraestrutura e com todos os recursos repassados pelo Governo Federal, via Itaipu, como a Nova Estrutura do Aeroporto de Foz do Iguaçu; segunda ponte para o Paraguai que já se encontra em estado avançado; projeto da Ferroeste, que vai dar mais agilidade no transporte da produção, a sua possível candidatura ao Governo, seja por que partido for, pode mudar o panorama no Estado.

 

A sua aproximação com o Lula, que vem liderando todas as pesquisas a presidência da República, e o seu novo discurso inclusivo, poderá fazer a diferença. Falando em Lula, o fato é que, depois que o Supremo reviu a sua sentença, ele já trouxe inúmeros benefícios ao país, mesmo sem ser presidente. Um dos maiores benefícios foi a mudança de postura do próprio Bolsonaro com respeito as vacinas.

 

Desesperado com a popularidade em queda e a subida vertiginosa do Lula, o governo já sinaliza em dobrar a partir de setembro o valor do Bolsa Família, saindo dos R$ 192, 00 atuais para R$ 400,00. Ou seja, outro benefício que o Lula, indiretamente está dando aos que mais necessitam de políticas públicas.

 

Apesar dos cabelos brancos, e já estar com mais de 80 anos de idade, com um novo visual, Requião de Mello e Silva que já governou o Estado por três vezes, vem se movimentando nos bastidores como um jovem de 18 anos e com uma postura digna de um Estadista. “Já fui governador do Estado por três vezes e o que quero hoje é contribuir com o meu país que vem sendo destruído por esses entreguistas. No meu governo eu recuperei a Copel e distribuía 25% dos lucros aos acionistas que é o mínimo determinado por Lei. Hoje, eles estão distribuindo 65% dos lucros, dinheiro esse que vai para o exterior e os paranaenses pagando uma das energias mais caras do mundo”, desabafa.

 

Essa semana, por exemplo, ele esteve almoçando com o ex-presidente Lula, depois de ter se encontrado com o Lupi. Em entrevista dada a vários meios de comunicação, ele tem defendido um pacto entre os partidos de oposição. “Ninguém mais aguenta o Bolsonaro, um ser que tem que ser internado. Temos que pensar agora é num plano de recuperação do nosso país, em algo que seja possível de se realizar. Hoje, na minha opinião, ninguém tira a eleição do Lula. Não existe essa tal de terceira via”, dispara – e surpreendentemente diz tudo isso num tom bem mais moderado.

 

O que se sabe e que o PT e o PDT já ofereceram espaço para disputar a eleição, onde ele tem até março do próximo ano para se filiar.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Einstein
Banner emprego
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Banner pedrão 2018
Banner violência se limite
Banner Mirante