banner coronavírus março

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Bolsonaro tem ataque ao saber que Aras pediu prisão de Wellington Macedo
  Data/Hora: 4.set.2021 - 6h 48 - Categoria: Brasil  
 
 
clique para ampliar

Foto: internet - A sensação no Palácio do Planalto é que o PGR mudou da água para o vinho depois que foi reconduzido

 

Por Juninho Bittencourt (Revista Fórum),

 

De acordo com informação exclusiva de Nain Lopes, no DCM, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) ficou muito irritado ao saber que o Procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras, pediu a prisão do blogueiro Wellington Macedo.

 

O bolsonarista foi preso pela Polícia Federal por determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. A prisão é preventiva, sem prazo determinado para soltura. E coloca outros bolsonaristas na mira da Justiça.

 

A irritação do presidente é por conta de Aras, mais uma vez, ir contra seus interesses. Pessoas próximas ao chefe do Executivo tentaram amenizar a situação. Apontaram que foi Lindôra Araújo que fez o pedido. Porém, o governante lembrou que Augusto já havia revertido uma decisão da auxiliar. Há pouco tempo, Aras foi contra a prisão domiciliar de Roberto Jefferson.

 

A sensação no Palácio do Planalto é que o PGR mudou da água para o vinho depois que foi reconduzido. Se antes era visto como um grande aliado, agora há muita preocupação nos próximos passos dele.

 

detenção de Macedo foi em decorrência das investigações sobre os atos golpistas marcados pelo presidente Jair Bolsonaro para o 7 de setembro, Dia da Independência. Além do blogueiro, o caminhoneiro bolsonarista Marcos Antônio Pereira Gomes, conhecido como Zé Trovão, também teve mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal (STF) nesta sexta-feira (3). O caminhoneiro, no entanto, mandou avisar que ainda não se entregará à Polícia Federal.

 

Em entrevista ao jornalista Ricardo Ferraz, da Veja, o advogado de Zé Trovão, Levi de Andrade, disse que ele só se vai se entregar após 7 de setembro. Neste dia estão sendo organizados os atos golpistas por apoiadores de Jair Bolsonaro, incluindo o caminhoneiro.

 

“Tentaram silenciar 10 líderes, mas se esqueceram que existem 10 mil líderes que vão às ruas no feriado da independência. A decretação da prisão vai insuflar ainda mais os manifestantes”, disse o advogado.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Rose Bueno Acessórios
Banner emprego
Banner violência se limite
Banner pedrão 2018
Banner Mirante
banner vende apartamento II
Bassani
Banner Einstein