banner coronavírus março

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Profissionais da saúde são exemplos de dedicação e solidariedade, afirma general Ferreira
  Data/Hora: 17.set.2021 - 8h 59 - Categoria: Itaipu Binacional  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - Fotos: Rubens Fraulini - Itaipu Binacional - Diretor-geral brasileiro de Itaipu participou nesta quarta-feira (15), na Câmara de Vereadores, de homenagem aos trabalhadores que atuam na linha de frente do combate à pandemia de covid-19.

 

Todos os investimentos no combate à pandemia de covid-19, em Foz do Iguaçu (PR), seriam insuficientes não fossem a dedicação e a coragem dos trabalhadores da saúde. A afirmação foi feita pelo diretor-geral brasileiro de Itaipu, general João Francisco Ferreira, nesta quarta-feira (15), na Câmara dos Vereadores, na cerimônia de entrega de uma Moção de Aplauso aos profissionais que atuam na linha de frente da maior crise sanitária mundial dos últimos cem anos. Ferreira também destacou a ação solidária entre as diferentes instituições do município, públicas e privadas, que se uniram para enfrentar a doença.

 

“A nossa linha de frente continua conduzindo as ações”, disse o general, ao lembrar que a pandemia ainda não foi totalmente superada, “e sabemos que essa moção de aplauso será um estímulo a mais para impulsionar a vontade dos profissionais”, completou. “Todos os trabalhadores da saúde, homens e mulheres, que não tiveram descanso e muitas vezes se desesperaram por ver leitos ocupados, pacientes chegando [aos hospitais], todos vocês merecem o nosso aplauso.”

 

O convite para participar da cerimônia e receber a homenagem foi feito pelo presidente da Câmara, Ney Patrício, e pela vereadora Anice Gazzaoui, autora da Moção de Aplauso. Também participaram do ato diretores da Itaipu, representantes da prefeitura de Foz, das secretarias de Saúde do município e do Paraná, além dos hospitais Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), Padre Germano Lauck, Unimed e Cataratas.

 

Durante o evento, foi apresentado um vídeo, produzido pela Comunicação Social de Itaipu, detalhando as ações da empresa durante a pandemia. Desde o início da crise sanitária, a binacional investiu mais de R$ 86 milhões, em várias frentes, e se tornou a principal parceira do município e do governo do Estado na região Oeste do Paraná.

 

A secretária municipal de Saúde, Rosa Maria Jerônymo, ressaltou o trabalho incansável dos trabalhadores da saúde, defendeu o planejamento do município para minimizar o impacto da crise sanitária e agradeceu o “imenso apoio de Itaipu, desde o general [Joaquim] Silva e Luna (ex-diretor-geral), com continuidade pelo general Ferreira, que tem sido uma grande parceira do município em todos os aspectos, e na pandemia em especial”.

 

No vídeo apresentado pela Itaipu, o prefeito Chico Brasileiro também destacou o papel dos profissionais de saúde, o apoio da binacional e a mobilização da sociedade. “Acho que Foz do Iguaçu está saindo muito mais forte. A cidade se uniu e mostrou a grandeza das grandes instituições iguaçuenses no sentido de enfrentar e vencer uma pandemia, que é algo histórico nas nossas vidas.”

 

Ações de enfrentamento

A atuação da Itaipu no enfrentamento à covid-19 pode ser dividida em três grandes campos: investimentos diretos na saúde, tanto em profissionais como equipamentos, insumos e novas tecnologias; apoio às entidades sociais que prestam socorro humanitário e sofreram impacto financeiro devido a perdas de arrecadação; e ações voltadas ao turismo, principal atividade econômica do Destino Iguaçu e a primeira a sofrer com a pandemia.

 

No Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), que tem a Itaipu como a principal mantenedora, os investimentos da empresa possibilitaram a abertura de uma ala exclusiva para tratamento de covid-19, com 55 leitos de UTI e 22 de enfermaria, além de reforço na equipe com mais de 300 profissionais. “Em apenas seis meses, estruturamos mais leitos de UTI do que em toda a história do hospital, em mais de 40 anos”, revelou o diretor superintendente do HMCC, Fernando Cossa. Outros 15 leitos de UTI foram contratados no Hospital Madre de Dio, em São Miguel do Iguaçu.

 

Por meio de convênios assinados com a 9ª Regional de Saúde, foi possível adquirir insumos diversos, como respiradores, kits de intubação, camas hospitalares e até mesmo robôs de desinfecção, entre outros equipamentos. Foram comprados ainda 79 mil testes RT-PCR, considerados “padrão ouro” no diagnóstico da doença, utilizados no HMCC e na rede municipal de saúde.

 

Outro importante investimento foi no Centro de Medicina Tropical (CMT) do HMCC, que teve a estrutura ampliada para analisar testes de RT-PCR. Antes, as amostras eram encaminhadas para Curitiba e os resultados demoravam cerca de oito dias para sair; com o credenciamento do CMT, esse prazo caiu para menos de 24 horas, permitindo às autoridades públicas ter um retrato mais fiel da pandemia na cidade e região.

 

“Esse credenciamento fez toda a diferença, não só para Foz do Iguaçu, mas para todos os municípios da 9ª Regional de Saúde”, destacou Fernando Cossa. O mapeamento dos casos da doença ganhou reforço de um estudo inédito, conduzido por Itaipu e parceiros, com o monitoramento de amostras do esgoto sanitário da cidade para detecção precoce do novo coronavírus.

 

A Itaipu também firmou convênios com a Fundação Municipal de Saúde e a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) para contratação de cem bolsistas de Medicina e Enfermagem. Os alunos foram destacados para atuar no Hospital Municipal Padre Germano Lauck, em atividades no Plantão Covid-19, para atendimento remoto de casos suspeitos e no apoio às unidades de terapia intensiva e ambulatório.

 

Com o governo do Estado, outro convênio permitiu a contratação de mais 733 bolsistas, também na área de saúde, que passaram a atuar em todo o Estado, em caráter emergencial.

 

Auxílio emergencial e turismo

Em outra frente, a Itaipu ampliou os recursos do Fundo de Auxílio Emergencial, amparando 86 entidades sem fins lucrativos que atuam diretamente no atendimento a populações carentes. Os recursos chegaram a R$ 5,6 milhões; antes da pandemia, o valor era de US$ 250 mil. 

 

O investimento extra garantiu às famílias o fornecimento de alimentos, materiais de limpeza, higiene, entre outros. Cerca de 30 mil pessoas foram beneficiadas, direta ou indiretamente. Uma das entidades atendidas com recursos da Itaipu foi o Lar dos Velhinhos de Foz do Iguaçu, que recebeu R$ 175 mil.

 

Na área do turismo, a empresa criou o programa de bolsas Capacita Guias, que depois foi ampliado e transformado no Capacita Foz. Por meio dele, trabalhadores de diversos setores ligados ao turismo, como motoristas, cozinheiros e balconistas, entre outros, recebem capacitação e uma bolsa auxílio de 550 reais durante os três meses de treinamento. Já foram beneficiados 213 trabalhadores e mais 2.250 também serão nos próximos meses.

 

A Itaipu também desenvolveu a Campanha Vem pra Foz!, para divulgar Foz do Iguaçu como um destino turístico seguro, com diversos atrativos ao ar livre e certificados sanitários para garantir a segurança de visitantes e trabalhadores do setor.

 

Internamente, a empresa criou o Comitê Estratégico e Comitê Técnico Binacional de Enfrentamento à Pandemia, abriu um canal exclusivo de informação (Central Covid) e uma série de medidas sanitárias para proteger os empregados. Essas ações foram reconhecidas com o prêmio Melhores Práticas em Equilíbrio Trabalho-Família, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Itaipu foi a primeira colocada na categoria “Empresa estatal do Poder Executivo Federal, Estadual, Distrital ou Municipal”.

 

 

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,8 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 11% de toda a energia consumida pelo Brasil e aproximadamente 90% do Paraguai.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Einstein
Banner Mirante
Rose Bueno Acessórios
Banner violência se limite
Bassani
Banner pedrão 2018
Banner emprego