banner itaipulândia expansão

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
O poder da humildade
  Data/Hora: 20.mai.2022 - 18h 8 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Paulo Hayashi Jr.

 

A humildade não é um superpoder dos heróis dos quadrinhos, mas da vida real. De ser alguém especial, que faz o bem sem esperar retribuição, de se esforçar para a melhoria da situação geral, de ajudar sem querer os louros da vitória. Uma pessoa assim torna a existência de todos mais feliz e agradável. É levar o contentamento e de ser útil sem discriminação ou juízo. 

 

O humilde não é aquele que se coloca no centro das atenções do ego, da vaidade e do orgulho, mas que trabalha de forma muitas vezes silenciosa e sem estrondo. É no silêncio e na calmaria da terra que as sementes eclodem e que as plantas crescem sem que ninguém perceba. Através da labuta despercebida os frutos vêm e amadurecem também. Por outro lado, a humildade tampouco representa subalternação, mas equilíbrio como uma estratégia pessoal de desenvolvimento e ação.

 

A humildade é a barra de estabilidade para o indivíduo não cair nas tentações de um mundo material, ou nos caprichos do ego. Por meio dela há o desenvolvimento de virtudes como a caridade e o diálogo construtivo de maneira singela e produtiva. Assim, a modéstia se transforma no passaporte para o avanço da consciência humana para o bem estar de todos. Não uma visão egoica ou de apreço ao imediatismo, mas aquilo que importa de maneira atemporal. Sejamos, portanto, os cultivadores da humildade para que tenhamos os aplausos de nossa própria consciência. Através dela podemos ter a certeza de ir no caminho certo de uma vida benquista.

 

Paulo Hayashi Jr. - doutor em administração pela UFRGS. Professor e pesquisador da Unicamp. 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Mirante
Banner emprego
Banner violência se limite
Banner pedrão 2018
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Banner Einstein