banner dengue SMI

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Falando Sério
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  SICOOB
  SINSMI
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Bruno Peron
Cultura
Inácio Dantas
João Maria
Miss Paraná
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Droga é droga...! Temos que levar para as periferias PROFESSORES, engenheiros, arquitetos, filósofos, enfim, Educação e jamais, camburões destruição e morte.
  Data/Hora: 1.ago.2022 - 6h 57 - Colunista: João Maria  
 
 
clique para ampliar

Foto ilustrativa - retirada das redes sociais -  Ao ver nas redes sociais, o depoimento de um Padre, onde ele fala do seu caso particular com o envolvimento das drogas na juventude, muito lindo e emocionante, por sinal, se posicionando veementemente contra a discriminação das drogas – é que resolvi fazer essa matéria, colocando o meu ponto de vista sobre o que penso a respeito desse assunto, apesar de ser muito jovem e da minha pouca idade.

 

Faço isso por amor aos meus seis filhos, aos meus sete netos e, principalmente aos pobres e negros desse país que são escravizados materialmente, fisicamente e mentalmente por essa nociva e destrutiva indústria do mal – a comercialização internacional das drogas.  

 

Vale salientar que o depoimento desse Padre, compartilhado nas redes sociais por uma amiga, é lindo..., muito lindo...! Mesmo assim, digo com toda a minha jovem experiência, que: devemos ser a favor da discriminação das drogas e retirar do circuito universal a figura de um dos piores bandidos da nossa humanidade, o traficante, o aliciador – esse bandido que hoje está infiltrado em praticamente todas as nossas instituições – comandando o macabro espetáculo como as chacinas que temos visto, quase que semanalmente nas favelas e becos dos grandes centros...!

 

Devemos incentivar o uso de drogas? Não! Isso jamais..., mas o que temos que fazer é acabar com a indústria da droga que hoje existe em todas as partes do mundo e no nosso país com um potencial, assustador...! Uma indústria que tem gerado "tubarões" que se alimentam do sangue e da vida de milhares de jovens que são "fisgados" pelos contraventores que estão por trás dessa indústria, cuja matéria prima é a droga - usada, inclusive, como meio de discriminação para a manutenção deste perverso SISTEMA.

 

Essa indústria já se instalou em diversos setores, corroendo lares, levando destruição e morte nas ruas, nos presídios – e na outra ponta, o SISTEMA a usa como uma forte ferramenta de discriminação contra os pobres e principalmente os negros deste país. Com um olhar mais apurados, é possível vermos certos engravatados e muitos deles, super endinheirados observando as lideranças, principalmente nas periferias e apontando em seus caderninhos de anotações: "aquele ali é um perigo para o SISTEMA, ele tem espírito de liderança. Temos que introduzir a droga na vida dele e destruir a sua família, a sua base de apoio, ou se não, na próxima eleição ele pode se eleger vereador e tomar gosto pela política. Precisamos montar um flagrante pra cima dele.”

 

Isso é fato, assim como dois mais dois são quatro. Vejam vocês que num país onde 56% da sua população é parda ou negra, não temos 1% de negros ocupando cargos no Legislativo, no Executivo e muito menos no Judiciário. Como explicar isso? Sem contar que por trás de tudo isso, ainda temos um SISTEMA EDUCACIONAL, onde boa parte defende a meritocracia – e são radicalmente contra a todo e qualquer sistema de cotas que se possa adotar para resgatar a VIDA dessas pessoas e legitimar a dignidade social...!

 

Acreditem..., droga é droga e todo drogado deve ser tratado e educado para saber e ter noção exata do está fazendo com a sua própria vida. O que não podemos deixar é que um traficante adote o seu filho, entre para dentro da sua casa e destrua a principal célula da comunidade – a família.

 

Veja a história da construção da Vila Cruzeiro no Rio de Janeiro, uma das favelas mais populosas daquele Estado, onde recentemente aconteceu várias incursões com dezenas de mortes. Esses locais tem que serem invadidos por PROFESSORES, ENGENHEIROS, ARQUITETOS, ASSISTENTES SOCIAIS, preocupados com a geração de emprego e renda, com a qualidade de vida dessas pessoas – e jamais por tanques e camburões, por destruição e morte como vem acontecendo.

 

Quem são os verdadeiros bandidos desse país? Pensem nisso!

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner emprego
Banner Mirante
Bassani
Banner violência se limite
Banner pedrão 2018
Rose Bueno Acessórios
Banner Einstein