Banner dia dos namorados

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Cultura
João Maria
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Um outro olhar. Regramentos na vida
  Data/Hora: 21.jan.2024 - 9h 17 - Colunista: Cultura  
 
 
clique para ampliar

Por Paulo Hayashi Jr. - Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

 

Jesus é o amigo de todas as horas. Aquele que jamais se esquece de quem resolve trilhar o caminho da vida e da verdade para Deus. Ele é aquele que veio trazer a mensagem da Boa Nova, de que o mundo é oportunidade na escola de aprendizagem e do refazimento. Aprender novos conhecimentos, polir os sentimentos, maximizar o amor e a construção de obras que dignificam e enobrecem a humanidade. Mais do que lições teóricas sem frutos, a vivência com sabedoria e amor. O que seria do mundo sem o exemplo de Jesus? A abordagem crística permite este outro olhar sobre os problemas, os inimigos, as mazelas da vida. É transformar os obstáculos e empecilhos em lições de luz, que engrandecem àqueles que resolvem se alinhar com a caridade e o altruísmo. 

 

Ser uma pessoa naturalmente do bem é vibrar para a luz, interna e externa, que ilumina e inspira os demais. Não seriam estas as riquezas prometidas por Jesus Cristo? De ser bem-quisto por todos, em especial pela própria consciência. Mais do que o brilho fugaz das moedas e dos tesouros transitórios, a abertura de oportunidades para as estrelas e para a vida eterna. De brilhar com a própria luz, mas sem ferir os olhos alheios. É essencial ajudar, mas com cuidado de não desestimular os demais.

 

O caminho do progresso é para todos, ainda que nem sempre as pessoas se empenhem nas trilhas do bem. São irmãos em ignorância que um dia despertarão para a incrível fortuna de seguir e exemplificar Jesus. Olhemos, portanto, a todos com amor como Jesus Cristo fez um dia por nós.

 

Regramentos na vida

 

O caminho para Damasco representava mais uma jornada de luta para o empenhado Saulo de Tarso em levar a iluminação àqueles que estavam em ignorância. Todavia, seu encontro com Jesus Cristo foi marcante e transformador. Era ele quem estava confundindo os objetivos e também, estava nas contendas erradas. A partir do autêntico "o que queres que eu faça?", agora o convertido Paulo passa a adotar uma regramento interno de vida, ao invés das convenções sociais. Percebeu que havia muitos equívocos nas regras e leis humanas e que o melhor seria uma vida com a aprovação de Deus e de sua consciência. 

 

Agir para o bem comum, divulgando as Boas Novas e, principalmente, sendo carta viva dela. Era o exemplo pessoal que inspirava e dava também testemunho da magnitude do enviado. Mais do que as letras mortas, eram as ações e atitudes de realização no bem que vivifica o espírito (2Cor 3, 6). Assim, o melhor regramento é o alinhamento com Deus e também, com sua consciência, legítimo fiscalizador e tribunal pessoal.

 

Viver em paz consigo mesmo, de bem como a vida e com todos, configura legítimo céu íntimo, enquanto que, por outro lado, o inferno é o estado contrário. Uma lição comum a toda linha de espiritualidade é o combate do ego, da vaidade e do orgulho, pois este trio retrata os responsáveis por agir contra a consciência. A naturalidade boa do ser humano é eclipsada pelos prazeres momentâneos. Mais do que a transitoriedade, viver para as benesses eternas, a paz íntima, os resultados positivos atemporais. Sigamos, portanto, Paulo de Tarso em sua jornada de luz.

Paulo Hayashi Jr. - Doutor em Administração. Professor e pesquisador da Unicamp.

 

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Rose Bueno Acessórios
Banner violência se limite
Banner Einstein
Bassani
Banner Mirante
Banner emprego
Banner pedrão 2018