banner dengue dezembro

 
 
   Categorias
  ATLETISMO
  Banco do Brasil
  Brasil
  Cartas do Leitor
  Educação
  Ego Famosos
  ENTREVISTAS
  Esporte
  Eventos
  Familias
  Foz do Iguaçu
  Geral
  Itaipu Binacional
  Lindeiros
  Moda
  Mundo
  Oeste
  Opinião do Leitor
  Policiais
  Politica
  Santa Terezinha de Itaipu
  São Miguel do Iguaçu
  Sociais
  Virtudes e valores
 
     
   Colunistas
Cultura
João Maria
 
   
 
   Previsão
 
 

 
 
 
Envie por email
 
Deral aponta os números preliminares da produção agropecuária de 2023 em São Miguel do Iguaçu
  Data/Hora: 15.abr.2024 - 8h 47 - Categoria: São Miguel do Iguaçu  
 
 
clique para ampliar

Da Assessoria - O Departamento de Economia Rural do Paraná (Deral), vinculado à Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB), apresentou na quinta-feira, 11, na sala de reuniões da prefeitura de São Miguel do Iguaçu, o relatório da produção agropecuária do município na temporada 2023.

 

Segundo dados preliminares, o município atualmente tem como principal cadeia produtiva o frango de corte e, pelo segundo ano consecutivo, é o maior produtor de aves do Núcleo Regional de Cascavel.

 

Os 340 aviários instalados no município alojam cerca de 60 mi (sessenta milhões) de pintainhos por ano. “Dos 28 municípios da minha regional, que abrange desde Nova Aurora até Foz do Iguaçu, São Miguel do Iguaçu atualmente é o maior produtor de aves de corte”, informou a economista do Deral, Jovir Vicentini Esser.

 

Na região Oeste, São Miguel do Iguaçu aparece em 4º lugar na produção de frango de corte, ficando atrás de Toledo, Assis Chateaubriand e Palotina. No levantamento de 2022, o município abateu 40.180.000 frangos com uma receita de R$ 721.103.000,00 (setecentos e vinte um milhões, cento e três mil reais). Os dados preliminares de 2023 apontam para uma produção de 43.437.000 frangos.

 

Os números indicam ainda que o município produziu em 2023 cerca de 175.146.305 milhões de kg de soja, uma produtividade média de 3.719 kg/ha, próximo a 62 sacas por hectare. A previsão era produzir 4.500 kg/ha, no entanto, a seca prejudicou a produção. São Miguel planta 47.900 ha de soja.

 

O milho safrinha produziu 277.470.000 kg, produtividade média de 100 sacas por hectare. O município planta 46.245 ha de milho safrinha. A expectativa era produzir 7.000 kg por ha, porém, produziu 6.000 devido à seca.

 

Esses dados vão servir para levantar o Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP), índice de frequência anual calculado pelo Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (SEAB) com base na produção agrícola municipal e nos preços recebidos pelos produtores paranaenses. Ele engloba uma vasta lista de produtos da agricultura, da pecuária, da silvicultura, do extrativismo vegetal, da olericultura, da fruticultura, de plantas aromáticas, medicinais e ornamentais, da pesca, etc.

 

Além de fornecer dados sobre a produção agropecuária de todos os municípios do estado do Paraná, tal índice compõe o Fundo de Participação dos Municípios. O Valor Bruto da Produção tem uma participação de 8% no cálculo usado para a determinação do índice final a ser aplicado sobre a arrecadação do ICMS, que resulta na cota-parte devida a cada município.

 

O secretário municipal de Agricultura, Marcelo Alexandre, destacou que esses dados também são importantes para traçar metas e objetivos acerca dos números que movimentam nossa produção agropecuária. “Os investimentos na agricultura pelo Governo Municipal levam em conta esses números para a tomada de decisões”, completou.

 

Os números oficiais destes e de outros produtos vão estar no site do Deral no segundo semestre deste ano.

 
 

 

 

 
 
Deixe seu comentário!
 
 
 
Banner Einstein
Banner violência se limite
Banner emprego
Banner pedrão 2018
Rose Bueno Acessórios
Bassani
Banner Mirante
Banner Exposição